Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 27º

Em 2017, um submarino também desapareceu. Demorou um ano a ser encontrado

Quarenta e quatro pessoas morreram.

Em 2017, um submarino também desapareceu. Demorou um ano a ser encontrado
Notícias ao Minuto

12:54 - 20/06/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Argentina

Numa altura em que todas as atenções estão concentradas no desaparecimento do submarino Titan, que leva a bordo cinco pessoas, ressurge a história de um submarino também desaparecido, mas em 2017.

As autoridades norte-americanas estão a realizar buscas por um submarino que desapareceu no domingo durante uma expedição turística para ver os destroços do Titanic. Há quase seis anos, uma operação parecida foi feita na América do Sul, para localizar um submarino argentino que desapareceu, recorda o G1.

Em novembro de 2017, o submarino ARA San Juan, da Marinha da Argentina, voltava para a base naval após a realização de exercícios militares. Horas antes do desaparecimento, o comandante do submarino alertou para a existência de uma falha provocada pela entrada de água por uma conduta de ventilação. O problema terá sido resolvido e a embarcação seguiu o seu rumo, mas acabou por desaparecer.

As buscas pelo submarino argentino começaram 48 horas após se ter perdido o seu rasto. A operação reuniu 13 países, mas no final de 2017 as equipas começaram a desistir.

Em 2018, e pressionados pelas famílias dos tripulantes, a argentina retomou as buscas.

Notícias ao Minuto Operação de resgate demorou um ano© Getty
As buscas foram retomaram em setembro daquele ano e dois meses depois, quando a esperança parecia perdida, a embarcação foi localizada.

Um ano depois, no dia 17 de novembro de 2018, o Ministério da Defesa da Argentina confirmou que o submarino havia sido encontrado a uma profundidade de 907 metros, a cerca de 600 km da costa. Quarenta e quatro pessoas morreram.

Leia Também: Corrida para encontrar submarino em viagem ao 'Titanic'. O que se sabe

Recomendados para si

;
Campo obrigatório