Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 19º MÁX 31º

Partido vencedor nas legislativas timorenses propõe acordo ao PD

O partido vencedor das eleições legislativas timorenses convidou o Partido Democrático (PD) para formar governo, assegurando uma maioria absoluta no parlamento, disseram à Lusa fontes partidárias.

Partido vencedor nas legislativas timorenses propõe acordo ao PD
Notícias ao Minuto

12:56 - 05/06/23 por Lusa

Mundo Timor-Leste

"O secretário-geral do CNRT entregou-nos hoje uma caria de felicitação ao PD pelo resultado eleitoral expressando a aceitação do partido em relação à intenção política expressa pelo PD para formação do nono Governo", disse à Lusa António da Conceição, secretário-geral da força que ficou em terceiro lugar nas eleições de 21 de maio.

A carta, assinada pelo presidente do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), Xanana Gusmão, e pelo secretário-geral do partido, Francisco Kalbuadi, foi entregue hoje na segunda reunião das duas forças políticas desde as eleições de 21 de maio.

O encontro, que ocorreu depois da confirmação dos resultados eleitorais pelo Tribunal de Recurso, confirma que as duas forças políticas -- que em conjunto terão 37 das 65 cadeiras no novo parlamento -- se vão apresentar como maioria de sustentação do executivo.

"Na nossa conversa, o secretário-geral apenas informou-nos que o processo está a decorrer. Estávamos a aguardar a chegada do Presidente da República para poder iniciar contacto com o partido mais votado", disse Conceição.

"Neste caso, o secretário-geral do CNRT afirmou que o PD irá em conjunto com o CNRT para a formação do Governo e que iremos juntos a uma reunião com o senhor Presidente", referiu.

A reunião com José Ramos-Horta, que chegou hoje de uma visita à Coreia do Sul e Singapura, poderia ocorrer ainda esta semana, sendo que formalmente terá ainda que haver a posse dos novos deputados eleitos, antes que o partido mais votado seja convidado para o encontro.

"Tudo depende agora da agenda do senhor Presidente e do resto do processo", explicou Conceição.

Os dois secretários-gerais já se tinham encontrado no passado dia 30 de maios, altura em que o PD apresentou uma carta de felicitação ao CNRT em que expressava a "intenção de partilhar responsabilidades com o CNRT para a formação do IX governo".

As conservações estão ainda na fase preliminar, não tendo havido ainda debates sobre distribuição de pastas ou o que vai ocorrer, por exemplo, ao nível da mesa do Parlamento, com o CNRT à espera da validação dos resultados pelo Tribunal de Recurso.

Hoje, à chegada a Díli, o Presidente timorense disse à Lusa que quer reunir-se rapidamente com o presidente do parlamento para acelerar o processo de agendamento da tomada de posse dos novos deputados, cuja eleição foi hoje confirmada pelo Tribunal de Recurso.

"A minha intenção é, hoje ou amanhã, dependendo da disponibilidade do presidente do parlamento, conversar rapidamente para acelerar o agendamento de todos os tramites necessários para a posse do novo parlamento, e, posteriormente a posse do novo Governo", disse José Ramos-Horta à Lusa.

"Assim, juntos - e digo juntos Presidente, Governo e bancadas parlamentares -, trabalharmos na mesma agenda: a agenda nacional de consolidação da paz, do desenvolvimento nacional, na nossa adesão a ASEAN e outras responsabilidades nacionais e internacionais", afirmou.

Horas depois, o presidente do Tribunal de Recurso, Deolindo dos Santos, leu o acórdão que certifica os resultados das eleições de 21 de maio.

Esse acórdão é ainda hoje publicado no Jornal da República podendo o parlamento agendar a partir de agora a sessão de tomada de posse dos novos deputados.

Fontes parlamentares confirmaram à Lusa que está prevista uma reunião dos chefes de bancada na terça-feira, no Parlamento Nacional, não sendo ainda conhecida a agenda do encontro.

Leia Também: Timor-Leste. Tribunal de Recurso certifica resultados das legislativas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório