Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2023
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Força Aérea de Kyiv quer modernizar o sistema de defesa antiaéreo

A Ucrânia pretende substituir todo o sistema de mísseis antiaéreos da época soviética de que ainda dispõe por equipamentos "ocidentais modernos" para garantir a proteção de cidades e infraestruturas militares dos ataques da Rússia. 

Força Aérea de Kyiv quer modernizar o sistema de defesa antiaéreo

"Temos de substituir todos os nossos sistemas de defesa aérea soviéticos por sistemas modernos de estilo ocidental", disse hoje o porta-voz da Força Aérea da Ucrânia, Yuri Ignat, acrescentando que Kyiv está a negociar com aliados o envio de sistemas antimíssil de vários tipos. 

Em declarações à televisão ucraniana, Ignat mencionou os sistemas de defesa norte-americanos Patriot e os sistemas NASAMS, SAMP-T e IRIS-T que a Ucrânia recebeu dos Estados Unidos, França, Itália e Alemanha, como o equipamento que o país pretende possuir "em maior número". 

Kyiv intensificou os esforços diplomáticos para receber mais sistemas defensivos Patriot e "outras tecnologias similares" antes dos ataques da Rússia das últimas semanas, contra a capital e outras regiões da Ucrânia. 

A Rússia destruiu com armamento de precisão uma fábrica ucraniana de aparelhos aéreos não tripulados (drones) na cidade de Dnipro.

Neste ataque morreu uma criança de dois anos porque um míssil atingiu uma zona residencial.

De acordo com dados de Kyiv, a Ucrânia interceta praticamente todos os mísseis que a Rússia dispara contra a capital mas o sistema de defesa antiaéreo continua vulnerável em várias regiões do país. 

Leia Também: Kyiv diz ter repelido "todos os ataques" nos arredores de Donetsk

Todas as Notícias. Ao Minuto.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recomendados para si

Campo obrigatório