Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 21º

Biden e Sunak agendam rever situação na Irlanda do Norte para a semana

A situação na Irlanda do Norte vai ser debatida num encontro entre o Presidente dos Estados Unidos e o Primeiro-Ministro do Reino Unido, na próxima semana, no âmbito do compromisso de preservar o acordo Belfast/Sexta-Feira Santa.

Biden e Sunak agendam rever situação na Irlanda do Norte para a semana
Notícias ao Minuto

23:20 - 30/05/23 por Lusa

Mundo Reino Unido

O anúncio foi feito pela porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, em conferência de imprensa, dando conta que o presidente norte-americano, Joe Biden, recebe na quinta-feira, 8 de junho, o primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak.

Entre os temas a abordar, segundo a porta-voz, estão o apoio à Ucrânia, segurança energética e crise climática.

"O presidente e o primeiro-ministro também discutirão os esforços para continuar a fortalecer o nosso relacionamento económico à medida que enfrentamos desafios económicos e de segurança", disse Karine Jean-Pierre.

O governo britânico informou hoje em comunicado que a primeira visita oficial do primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, aos EUA vai ser uma "oportunidade para continuar as conversas" que os líderes dos dois países mantiveram nos últimos meses.

A agenda de Rishi Sunak destaca so objetivo de "aumentar o nível de cooperação e coordenação entre o Reino Unido e os Estados Unidos em relação aos desafios económicos", disse um porta-voz oficial do primeiro-ministro, destacando entre esses desafios garantir cadeias de abastecimento e avançar para economias neutras em carbono.

A última vez que os dois líderes se encontraram foi, em maio, na última cimeira do G7, em Hiroshima, no Japão.

O encontro da próxima semana acontece cerca de um mês antes da próxima cimeira da NATO, entre 11 e 12 de julho em Vilnius, Capital da Lituânia.

O Acordo de Belfast, também conhecido por Acordo da Sexta-feira Santa, foi assinado em Belfast em abril de 1998 pelos governos britânico e irlandês, com a finalidade de terminar conflitos entre nacionalistas e unionistas sobre a questão de unir a Irlanda do Norte com a República da Irlanda ou de continuar como parte do Reino Unido.

Leia Também: Sunak afirma que Braverman não será investigada por multa de velocidade

Recomendados para si

;
Campo obrigatório