Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Docentes universitários angolanos retomaram aulas por mais 30 dias

Os professores do ensino superior angolano retomaram hoje as aulas, uma decisão unilateral, saída da assembleia-geral de trabalhadores, apesar do silêncio da entidade empregadora, disse à Lusa fonte sindical.

Docentes universitários angolanos retomaram aulas por mais 30 dias
Notícias ao Minuto

18:22 - 26/05/23 por Lusa

Mundo Sinpes

Segundo o secretário-geral do Sindicato dos Professores do Ensino Superior (Sinpes), Eduardo Peres Alberto, as aulas foram retomadas, interpolando a greve por 30 dias, até 27 de junho, em conformidade com a deliberação da assembleia-geral realizada no dia 05 deste mês.

"É uma deliberação que resulta de debates profundos e a classe docente decidiu dar mais uma vez prova da sua responsabilidade social e também da boa vontade neste caso e, sobretudo, não prejudicar o ano académico", disse Eduardo Peres Alberto, em declarações à Lusa.

O sindicalista frisou que é uma decisão unilateral, realçando que "até aqui o Governo continua em silêncio".

"Se o Governo não negociar, dia 27 de junho retoma-se a greve", sublinhou o secretário-geral do Sinpes.

Os professores do ensino superior público angolano estão em greve desde fevereiro deste ano, sem chegar a acordo com o Governo, na resolução de um caderno reivindicativo de oito pontos, que visa essencialmente a melhoria do ensino superior público em Angola, exigindo fundos para a investigação científica, formação contínua dos docentes, salários condignos, entre outros.

Leia Também: Parlamento angolano aprovou Projeto de Lei sobre manifestações

Recomendados para si

;
Campo obrigatório