Meteorologia

  • 18 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 25º

Matou noiva após casamento, mas garantiu não ter feito "nada de mal"

A mulher, que "cheirava a álcool", assegurou às autoridades não ter feito "nada de mal", mostrando-se "atordoada e confusa", segundo uma testemunha.

Matou noiva após casamento, mas garantiu não ter feito "nada de mal"
Notícias ao Minuto

22:33 - 12/05/23 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

A condutora embriagada que matou Samantha Miller, de 34 anos, horas após ter 'dado o nó' com Aric Hutchinson, que ficou gravemente ferido, terá dito às autoridades que não fez "nada de mal", segundo os registos criminais.

Jamie Lee Komoroski, de 25 anos, foi detida e acusada de homicídio por negligência e de conduzir sob a influência de álcool depois de, a 28 de abril, ter abalroado o carrinho de golfe em que os recém-casados do estado norte-americano da Carolina do Norte seguiam, conforme avançou, na altura, a Associated Press.

De acordo com o relatório das autoridades, os agentes encontraram um carrinho de golfe "de lado e esmagado por um Toyota Sedan", assim como quatro vítimas, diz a NBC.

Miller foi alvo de manobras de reanimação, mas o óbito acabou por ser declarado no local. Três outros indivíduos, incluindo Hutchinson, foram transportados para a Medical University of South Carolina.

A condutora, que "cheirava a álcool", assegurou às autoridades não ter feito "nada de mal", mostrando-se "atordoada e confusa", segundo uma testemunha.

O mesmo documento revelou ainda que Komoroski questionou várias vezes se o veículo acidentado era o seu, além de, ao ver os feridos, ter começado "a gritar e a perguntar quem é".

A mulher, que se recusou a realizar qualquer teste de sobriedade no local, disse ainda estar a caminho de casa quando "algo" a atingiu. Sabe-se agora que o teor de álcool no sangue de Komoroski era três vezes superior ao limite legal naquele estado norte-americano, que se situa nos 0.08%.

Segundo a página de angariação de fundos criada pela mãe do noivo na plataforma GoFundMe, Hutchinson já se encontra em casa a recuperar, "enquanto tenta lidar com a perda da sua linda esposa".

"Temos muitas saudades de Sam, que se encaixou perfeitamente na nossa família desde o primeiro dia em que conheceu Aric. Era tudo para o meu filho e mudou-o para melhor. Conseguia iluminar um local com a sua presença. Eles partilhavam muitas esperanças e sonhos para o futuro, incluindo ter filhos e construir uma casa", detalhou a publicação.

O homem sofreu vários ferimentos, entre eles "duas pernas partidas, uma das quais teve de ser alvo de cirurgia, ossos partidos na cara que também foram operados, vértebras partidas, hemorragias cerebrais e diversos cortes e pontos".

"Agora, está a fazer o inimaginável: Planear o funeral de Sam com a sua família", rematou a nota.

A condutora, que continua detida, será presente a tribunal no dia 16 de junho.

Leia Também: Noiva morre no dia do casamento ao sair da cerimónia em carrinho de golfe

Recomendados para si

;
Campo obrigatório