Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 20º

Texas. William de 6 anos sobreviveu a tiroteio, mas perdeu pais e irmão

Menino foi o único da família a sobreviver.

Texas. William de 6 anos sobreviveu a tiroteio, mas perdeu pais e irmão
Notícias ao Minuto

23:00 - 09/05/23 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

Mãe, pai e filho de três anos morreram no tiroteio em massa, ocorrido no sábado, num centro comercial no estado norte-americano do Texas, tendo um menino de seis anos sido o único da família a sobreviver.

As vítimas mortais foram identificadas como Kyu Song Cho, de 37 anos, a sua esposa, Cindy Cho, de 35, e o filho de três anos, James. William, de apenas seis anos, ficou ferido e acabou por perder toda a sua família.

Na segunda-feira, Christine Coughlin, uma colega de Cindy Cho, revelou, através das redes sociais, que o menino já tinha deixado os cuidados intensivos.

Já uma educadora de infância descreveu James, que morreu no tiroteio, como uma menino "doce e inteligente". "E ele era uma criança brilhante. Na verdade, nunca conheci uma criança de 3 anos que fosse tão inteligente. Ele sabia ler e estava a escrever o seu próprio nome", contou Trinity Whitley, à WFAA, segundo cita a ABC News.

Já Kyu Cho era um advogado de imigração e Cindy Cho médica dentista.

No site do seu empregador, Kyu Cho era descrito como alguém que havia usado a "sua própria experiência como imigrante no início dos anos 1990" no seu trabalho. Nos tempos livres gostava de "participar nas atividades da igreja, ver os seus dois filhos crescer e passar o tempo com a família."

Cindy Cho foi descrita pela sua equipa como "a alma mais doce e bonita com o coração mais bondoso". 

Recorde-se que, no sábado à tarde, um homem armado abriu fogo num centro comercial da zona de Dallas, matando oito pessoas, incluindo três crianças, e ferindo várias outras antes de ser alvejado mortalmente pela polícia.

As autoridades estão a investigar possíveis vínculos com a ideologia da supremacia branca. O presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden, declarou cinco dias de luto nacional, "em sinal de respeito pelas vítimas de atos de violência sem sentido".

Leia Também: Projeto de lei sobre controlo de armas avança no Texas após novo tiroteio

Recomendados para si

;
Campo obrigatório