Meteorologia

  • 12 ABRIL 2024
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 27º

Moçambique autoriza terminal para exploração chinesa de areias pesadas

O Governo moçambicano autorizou a construção de um novo terminal portuário no sul do país que vai escoar areias pesadas exploradas pela China, lê-se no comunicado final da reunião de terça-feira do Conselho de Ministros.

Moçambique autoriza terminal para exploração chinesa de areias pesadas
Notícias ao Minuto

11:54 - 26/04/23 por Lusa

Mundo Moçambique

No encontro ministerial, foi autorizado o ajuste direto a uma sociedade entre a firma chinesa Desheng Port e os Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) para construir e explorar em regime de concessão o terminal portuário a localizar no distrito de Chongoene, província de Gaza.

No processo, o Governo moçambicano assume a qualidade de "concedente portuário".

O projeto de construção do porto de Chonguene foi anunciada em agosto de 2022, financiado pela empresa chinesa Ding Sheng Minerals, que explora as areias pesadas de Chibuto, distrito vizinho, desde 2018.

A concessão mineira à Ding Sheng tem um prazo de 25 anos e, durante este período, a previsão é de que a empresa extraia anualmente um milhão de toneladas de ilmenite (óxido de titânio e ferro), além de areias pesadas.

"Eles precisam de uma zona que facilite o acesso ao mar e vão fazer investimentos em Chonguene", explicou na altura o primeiro-ministro Adriano Maleiane.

As areias pesadas são minerais usados em tintas, plásticos e cerâmica.

A China aparece como um dos principais destinos de exportação de outras minas do mesmo tipo, detidas por firmas de outros países, em território moçambicano.

Leia Também: Presidente do parlamento moçambicano inicia hoje visita oficial à Rússia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório