Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 23º

Nove militares do exército do Chade mortos em confrontos com rebeldes

Nove soldados e 17 rebeldes foram mortos na madrugada de hoje no Chade, perto da fronteira com a República Centro-Africana (RCA), em confrontos entre tropas chadianas e homens armados provenientes do norte do país vizinho, disseram fontes militares.

Nove militares do exército do Chade mortos em confrontos com rebeldes
Notícias ao Minuto

23:05 - 19/04/23 por Lusa

Mundo Confrontos

Os combates tiveram lugar por volta das 05:00 horas locais (mesma hora em Lisboa), na cidade chadiana de Sido, localizada na fronteira com a RCA.

"Fomos informados da presença de homens armados à volta da aldeia. Foi por isso que decidimos atacar", disse por telefone à agência de notícias espanhola EFE o comandante das operações militares na zona, o coronel Moustapha Younous.

"Os confrontos resultaram em 26 mortos, dos quais 17 eram atacantes e nove eram dos nossos homens, o que lamentamos. Não sabemos de momento que grupo rebelde está envolvido, mas os atacantes vieram do norte da RCA", acrescentou.

O prefeito adjunto de Sido, Chérif Adoum, adiantou à EFE que os combates desta manhã deixaram "mais de 500 pessoas deslocadas, incluindo mulheres e crianças".

"Apelamos às pessoas de boa vontade para que venham em seu auxílio", afirmou.

Desde o início de 2022, o sul do Chade tem sido palco de confrontos entre o exército chadiano e grupos armados.

O Chade acusa a RCA de abrigar grupos rebeldes chadianos no seu território há mais de dois anos.

No início de março, o governo de transição do Chade acusou mercenários do grupo paramilitar russo Wagner de apoiarem uma nova rebelião no sul do país, baseada na vizinha RCA.

Há dezenas de grupos rebeldes a operar no Chade que ameaçam a estabilidade do país, principalmente baseados no norte do país e no sul da vizinha Líbia.

Em abril de 2021, o Presidente Idriss Déby Itno, que governou o Chade com mão de ferro desde 1991, foi morto durante os confrontos entre o exército chadiano e um grupo rebelde do sul da Líbia, a Frente de Mudança e Concórdia no Chade (FACT), e desde então o seu filho, o general Mahamat Idriss Déby Itno, tem governado o país.

Leia Também: Sudão. Centenas de soldados sudaneses fugiram para o Chade e renderam-se

Recomendados para si

;
Campo obrigatório