Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 30º

China tem "papel importante" a assumir para a paz na Ucrânia, diz Macron

O Presidente francês afirmou hoje em Pequim que os chineses têm um papel importante a assumir para a paz na Ucrânia pela sua relação estreita com a Rússia.

China tem "papel importante" a assumir para a paz na Ucrânia, diz Macron
Notícias ao Minuto

12:59 - 05/04/23 por Lusa

Mundo Presidente francês

"A China, dentro da sua estreita relação com a Rússia, reafirmada nos últimos dias, pode desempenhar um papel importante" na resolução da guerra, declarou Emmanuel Macron durante um discurso à comunidade de franceses residentes na China.

O Presidente francês sublinhou ainda a oposição da China em relação à utilização de armas nucleares e a defesa dos valores das Nações Unidas pelo país.

"A China mostrou o seu compromisso com a Carta das Nações Unidas, com a integridade territorial e a soberania das Nações", acrescentou o Presidente francês.

O líder francês também destacou a proposta de paz apresentada pela China para o conflito na Ucrânia e deixou claro que, embora não a tenha aceitado na sua totalidade, "pelo menos mostra vontade de se comprometer em busca de uma resolução".

Por isso, considerou essencial o diálogo com a China e defendeu que a União Europeia não pode "deixar a exclusividade" da comunicação com outros países, como a Rússia.

Macron pediu que não se reedite uma "lógica de blocos", face às "vozes que se levantam" preocupadas com o futuro das relações entre o Ocidente e a China.

O líder francês também quis recordar os três anos "particularmente difíceis" de pandemia da covid-19 que os residentes da China tiveram de viver, mas mostrou-se "feliz" por regressar ao país após a última viagem em novembro de 2019.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, chegou hoje a Pequim para uma visita de Estado de três dias à China, na sua primeira viagem ao país desde 2019.

O chefe de Estado francês terá um intenso dia de conversações na quinta-feira com o seu homólogo chinês, Xi Jinping, e uma viagem a Cantão, no sul da China, na sexta-feira.

Macron vai abordar com Xi Jinping a guerra na Ucrânia e as relações económicas bilaterais, além da cooperação em outras áreas.

Em território chinês, Macron estará também acompanhado da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen. Os dois representantes europeus terão agendas próprias, mas irão ter uma reunião comum, prevista para quinta-feira, com o Presidente chinês.

Ursula von der Leyen tem prevista outra reunião com Xi Jinping, mas desta vez sozinha.

Leia Também: Presidente francês chega à China para visita de Estado de três dias

Recomendados para si

;
Campo obrigatório