Meteorologia

  • 25 JUNHO 2024
Tempo
24º
MIN 17º MÁX 24º

Rússia poderá usar "a arma mais terrível", avisa Lukashenko

Líder da Bielorrússia afirma que é "impossível derrotar uma potência nuclear" e deixa um alerta.

Rússia poderá usar "a arma mais terrível", avisa Lukashenko
Notícias ao Minuto

15:19 - 31/03/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O presidente bielorrusso, Alexander Lukashenko, avisou, esta sexta-feira, que a Rússia poderá usar "a arma mais terrível" se entender que a sua integridade territorial está a ser ameaçada 

"É impossível derrotar uma potência nuclear. Se a liderança russa entender que a situação ameaça a desintegração da Rússia, usará a arma mais terrível. Isso não pode acontecer", disse o líder da Bielorrússia, num discurso sobre o Estado da Nação, segundo cita a agência estatal russa TASS. 

Lukashenko reforçou ainda que "é absurdo" a Ucrânia achar que vai vencer a guerra. 

"Os ucranianos acham que vão vencer - isso é um absurdo, é impossível derrotar uma potência nuclear", defendeu.

Contudo, Lukashenko notou que "ambos os lados entendem que é impossível alcançar a vitória" e apelou a que iniciem negociações sem pré-condições, escreve a TASS.

Recorde-se que a Rússia invadiu a Ucrânia a 24 de fevereiro do ano passado. O presidente russo, Vladimir Putin, justifica a invasão com o objetivo de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia.

Leia Também: O que se sabe sobre Evan Gershkovich, jornalista detido na Rússia?

Recomendados para si

;
Campo obrigatório