Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 25º

Mãe tenta vender recém-nascido por 2 mil euros em hospital de Badajoz

A mãe do bebé, nascido na noite de segunda-feira, tentou vender o bebé a um casal romeno no hospital. Foram os três detidos.

Mãe tenta vender recém-nascido por 2 mil euros em hospital de Badajoz
Notícias ao Minuto

18:31 - 28/03/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

Uma mulher, de 28 anos, tentou vender o filho recém-nascido no hospital de Don Benito-Villanueva de la Serena, na cidade espanhola de Badajoz, a uma família romena, mas acabou detida pelas autoridades. Segundo a Polícia Nacional, foi ainda detido o casal que pagou dois mil euros pela criança.

Em comunicado, divulgado esta terça-feira, a autoridade espanhola referiu que o bebé nasceu na noite de ontem e o alerta foi dado pelos funcionários do hospital, após a mulher querer registar “o bebé com dados que não coincidiam com os que apareciam no seu histórico clínico”.

Além disso, quando deu entrada no hospital, a grávida recusou-se a fornecer documentos originais e apresentou apenas uma “fotocópia de um cartão de saúde em nome de uma mulher cujo histórico clínico não era compatível com o seu exame físico”. 

Já no hospital, os agentes da Polícia Nacional interrogaram o suposto pai da criança e, “após numerosas incongruências nas suas declarações”, puderam apurar que a mãe do bebé tinha sido admitida com os dados da sua mulher.

O homem confessou que tinha pagado dois mil euros na Roménia para comprar o recém-nascido e admitiu que não era casado com a mãe do bebé. O acordo foi realizado há cerca de três meses.

O casal, um homem de 42 anos e uma mulher de 43, foram detidos na noite passada. Já a mãe da criança ficará sob custódia policial até ter alta.

Durante o fim de semana foi noticiado um caso semelhante em Sevilha, em que dois casais, dois homens e duas mulheres também de origem romena, foram detidos por tentarem comprar e vender um recém-nascido.

O crime ocorreu no Hospital Materno-Infantil de Virgen del Rocío e foram também os registos médicos que o denunciaram. Na altura, a Polícia Nacional referiu tratar-se de um esquema de barriga de aluguer, prática que é ilegal em Espanha.

Leia Também: Espanha. Detido por prender mulher e fazer dela uma "escrava sexual"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório