Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
22º
MIN 13º MÁX 24º

Guterres saúda acordo entre Sérvia e Kosovo e pede "trabalho rápido"

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, saudou hoje o acordo mediado pela União Europeia para normalização das relações entre Kosovo e Sérvia e instou a que as partes "trabalharem rapidamente e de boa-fé" para o cumprir.

Guterres saúda acordo entre Sérvia e Kosovo e pede "trabalho rápido"
Notícias ao Minuto

20:46 - 20/03/23 por Lusa

Mundo Sérvia

"O secretário-geral saúda o recente anúncio da União Europeia de um acordo entre as partes sobre a implementação do Acordo sobre o Caminho para a Normalização das Relações entre Belgrado e Pristina. É importante que agora ambas as partes trabalhem rapidamente e de boa-fé para cumprir todas as obrigações estabelecidas no acordo, para o benefício de todos", disse Farhan Haq, um dos porta-vozes de Guterres, em comunicado.

A ONU, ainda segundo Haq, continua empenhada "em apoiar a implementação dos acordos resultantes do diálogo Belgrado-Pristina facilitado pela União Europeia (UE)".

No sábado, o representante para a política externa da UE, Josep Borrell, disse que o Presidente sérvio, Aleksandar Vucic, e o primeiro-ministro do Kosovo, Albin Kurti, concordaram num plano de 11 pontos do bloco comunitário para a normalização das relações na sequência da guerra entre 1998-1999 e da declaração unilateral de independência do Kosovo anunciada em fevereiro de 2008.

O plano apela à manutenção de relações de boa vizinhança e reconhece os documentos oficiais e os símbolos dos dois países.

Caso seja aplicado, impedirá Belgrado de bloquear as tentativas do Kosovo para garantir o estatuto de membro das Nações Unidas e de outras organizações internacionais. No entanto, não apela explicitamente ao reconhecimento mútuo entre o Kosovo e a Sérvia.

Os dois países têm como objetivo uma futura adesão à UE, dependente da prévia normalização das suas relações.

A necessidade de uma aproximação entre os dois vizinhos foi considerada prioritária pelos ocidentais no contexto da guerra na Ucrânia, devido aos receios de um aumento da ingerência da Rússia numa região onde mantém uma histórica influência.

Leia Também: Enviado dos EUA saúda acordo "importante" entre a Sérvia e o Kosovo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório