Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Borrell saúda apoio de 2 mil milhões de euros em munições de artilharia

Ministros europeus acordaram em apoiar com mais armamento a Ucrânia.

Borrell saúda apoio de 2 mil milhões de euros em munições de artilharia

O chefe da diplomacia europeia louvou a decisão desta segunda-feira dos ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, que avançaram com um apoio de um milhão em rondas de artilharia para a Ucrânia.

Através do Twitter, Josep Borrel anunciou a aprovação de um apoio de um milhão de euros em rondas que serão entregues "imediatamente", com outro milhão de euros a serem investidos na aquisição conjunta de munições.

"Uma decisão histórica", considerou o alto representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança.

O apoio dos ministros, bloco de governantes conhecido como 'Jumbo', também inclui uma "comissão para acelerar a capacidade de produção" de munições.

Antes da reunião em Bruxelas, Borrell já tinha alertado que o acordo era fundamental, sob o risco de a UE "encontrar dificuldades para providenciar armamento".

O governo de Kyiv tem apelado à entrada de mais munições de elevado calibre, de modo a retaliar contra a invasão russa (especialmente na cidade de Bakhmut), com armas de longo alcance. Além disso, as autoridades ucranianas têm pedido caças de combate, pedido que já foi acedido pela Polónia e pela Eslováquia, mas que a maioria dos países da NATO - nomeadamente os Estados Unidos e o Reino Unido - tem recusado, argumentando com as suas próprias necessidades de defesa.

Leia Também: Ucrânia. Borrell apela a acordo entre 27 para produzir e enviar munições

Recomendados para si

;
Campo obrigatório