Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 26º

França aumentará esforços para profissionais do setor agrícola angolano

O presidente francês, Emmanuel Macron, prometeu hoje que o seu país vai "intensificar os esforços" para a capacitação profissional dos operadores angolanos do setor agrícola, garantindo que não será imposto um modelo já pronto, mas de "interesses recíprocos".

França aumentará esforços para profissionais do setor agrícola angolano
Notícias ao Minuto

11:51 - 03/03/23 por Lusa

Mundo Macron

Para o chefe de Estado francês, que falava em Luanda no encerramento do Fórum Económico Angola e Franca, que abordou o lançamento da parceria de produção do setor agrícola e agroalimentar entre ambos os países, é fundamental a aposta de Angola na diversificação da sua economia.

Segundo Macron, os temas abordados no fórum, que juntou mais de 30 empresários franceses, o conteúdo dos trabalhos deverá contribuir para que as empresas angolanas tenham "parceiros franceses envolvidos numa maior produção agrícola" no país lusófono.

O objetivo é que "vivam melhor e que possam exportar mais", indicou, recordando as prioridades definidas no fórum, que abordou também os desafios, oportunidades e as potencialidades de investimentos no setor agrícola angolano.

"Foram definidas prioridades, como a produção do milho, mandioca, soja, algodão, café, cereais, pecuária, piscicultura, o que podemos fazer é intensificarmos o nosso esforço para capacitação profissional, somos principais parceiros de Angola nesse setor e isso vai ser consolidado e iremos ainda mais longe", assegurou.

Macron, que se encontra em visita oficial a Angola, destacou também as ações do seu Governo e de empresários franceses em Angola, nomeadamente em programas de resiliência climática e segurança alimentar e outros.

"Então, o que podemos fazer é ampliar ainda mais essa parceria com os segmentos que identificaram para termos resultados concretos", frisou, admitindo ainda reforço do protocolo de investigação, particularmente nos setores de meteorologia dos dois países.

Micro e pequenas empresas angolanas do setor agrícola e agroalimentar vão contar com o apoio de instituições financeiras franceses, sobretudo para o desenvolvimento das duas capacidades de produção, salientou o Presidente de França.

Macron assinalou igualmente que o fórum demonstrou que empresários dois países devem juntos construir a diversificação económica e responder aos desafios de Angola, numa ação conjunta e "sem imposição de modelos já prontos".

"Temos de defender os interesses reciprocamente, por isso conto convosco porque além dos discursos o importante é termos resultados concretos, fábricas que se constroem, explorações agrícolas que funcionam e isso é bom para a economia, para o povo angolano e vamos criar juntos valores coletivos", concluiu o chefe de Estado.

Empresários franceses dos setores da transformação de proteína animal, produção de leite, de cereais, de fertilizantes e outros participaram deste fórum, que encerrou hoje no Museu da Moeda, em Luanda.

Leia Também: Macron encontra-se hoje com homólogo angolano

Recomendados para si

;
Campo obrigatório