Meteorologia

  • 25 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 24º

Pelo menos 15 soldados mortos na RCA em confrontos com rebeldes

Pelo menos 15 soldados morreram e nove foram sequestrados num ataque atribuído à Coligação dos Patriotas para a Mudança (CPC) na cidade de Ndah, na República Centro-Africana, onde crescem confrontos entre rebeldes e exército, avançaram hoje media locais.

Pelo menos 15 soldados mortos na RCA em confrontos com rebeldes
Notícias ao Minuto

21:49 - 14/02/23 por Lusa

Mundo República Centro-Africana

A zona dos confrontos é a mesma onde, no final de janeiro, morreram sete mercenários do grupo Wagner, propriedade de um oligarca próximo do Presidente da Rússia, Vladimir Putin.

As autoridades centro-africanas ainda não comentaram estes confrontos em Ndah, que já em abril de 2022 tinha sido palco da morte de numerosos civis alegadamente às mãos daquele grupo de mercenários, o que levou as Nações Unidas a abrir uma investigação.

De acordo com informações recolhidas pelo portal de notícias Corbeau News, os rebeldes retiraram-se depois desses confrontos anteriores na cidade, mas hoje lançaram uma ofensiva contra as posições do exército em Ndah, que está agora na sua posse.

A presença dos mercenários do Grupo Wagner no país deve-se ao pedido do presidente da República Centro Africana (RCA), Faustin-Archange Touadéra, para apoiar as operações do Exército contra os membros da CPC, liderada pelo ex-presidente e rival do atual Governo, François Bozizé.

O grupo Wagner enviou mercenários para vários países africanos nos últimos anos -- incluindo a Líbia, o Mali e a RCA -, levando vários países ocidentais, especialmente os Estados Unidos e a França, a apontar o envolvimento de Moscovo em vários conflitos no continente.

Leia Também: ONU diz que 56% da população da RCA precisa de assistência humanitária

Recomendados para si

;
Campo obrigatório