Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 24º

Letónia. Não há indícios de sabotagem no incêndio em fábrica de 'drones'

Os bombeiros procuraram extinguir, esta quarta-feira, completamente, pelo segundo dia, o incêndio na fábrica de 'drones' de uma empresa dos Estados Unidos na Letónia, enquanto a polícia adiantou que não encontrou nenhum indício de sabotagem até agora.

Letónia. Não há indícios de sabotagem no incêndio em fábrica de 'drones'
Notícias ao Minuto

00:03 - 09/02/23 por Lusa

Mundo Letónia

O serviço estatal de Bombeiros e Resgate da Letónia foi mobilizado na terça-feira à tarde para um incêndio numa fábrica de produção de 'drones' da Edge Autonomy em Marupe, uma cidade que faz fronteira com a capital, Riga.

Embora o incêndio tenha sido contido em grande parte ainda na terça-feira, os bombeiros continuavam hoje o trabalho para extinguir totalmente o fogo, referiu a agência de notícias Baltic News Service (BNS).

"É difícil julgar quaisquer razões possíveis [para o incêndio]. Talvez seja alguma falha no processo tecnológico", sublinhou o porta-voz do serviço de bombeiros, Kristaps Kolbergs, citado por uma rádio letã.

A polícia adiantou aos órgãos de comunicação locais que as informações iniciais não apontam para um incêndio criminoso, mas acrescentou que foi iniciada uma investigação completa para apurar as causas do fogo.

A Edge Autonomy, com sede em San Luis Obispo, no Estado norte-americano da Califórnia, é fabricante de tecnologias e equipamentos de sistemas não tripulados, incluindo 'drones' para fins civis e militares.

O Departamento de Defesa dos EUA, o Exército dos EUA e o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA estão entre os seus clientes.

A fábrica letã foi estabelecida em 2009 e, entre outros países, a instalação da Edge Autonomy em Marupe já forneceu 'drones' para a Ucrânia e, em outubro, uma delegação do Congresso dos EUA visitou as instalações.

O incêndio atingiu o edifício de dois andares, que serve para a produção dos 'drones', com um espaço de 600 metros quadrados, e objetos próximos às instalações, noticiou a ainda a BNS.

Duas pessoas foram hospitalizadas, enquanto outra recebeu assistência médica no local.

O principal aeroporto de Riga fica perto desta fábrica e a emissora pública da Letónia, a LSM, referiu que o aeroporto enviou a sua própria brigada de incêndio para ajudar a apagar o fogo, que espalhou uma coluna de fumo sobre áreas próximas.

No entanto, as operações de voo no aeroporto de Riga não foram afetadas.

Leia Também: Incêndio em fábrica na Letónia que abastece de drones a NATO e a Ucrânia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório