Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 14º MÁX 25º

Brasil e Grécia reafirmam apoio ao acordo UE-Mercosul

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do Brasil, Mauro Vieira, e da Grécia, Nikos Dendias reafirmaram hoje o seu apoio à conclusão do acordo entre a União Europeia (UE) e o Mercosul.

Brasil e Grécia reafirmam apoio ao acordo UE-Mercosul
Notícias ao Minuto

20:02 - 06/02/23 por Lusa

Mundo MERCOSUL

Vieira recebeu Dendias em Brasília, que se encontra em visita oficial ao país.

Durante a reunião, "os chanceleres assinaram memorando de entendimento sobre Cooperação em Turismo, Acordo Quadro de Cooperação em Defesa, e Acordo em Serviços Aéreos", lê-se na nota oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros (Itamaraty).

Numa declaração conjunta, Vieira e Dendias reafirmaram o interesse de ambos os países em avançar para a conclusão do acordo comercial alcançado em 2019 entre a UE e o Mercosul (bloco formado pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai), mas ainda em processo de ratificação.

Nikos Dendias salientou a importância que a Grécia atribui à América Latina, no início de uma viagem pela região que, após a paragem no Brasil, continuará no Uruguai, Argentina, Paraguai e Panamá.

Os governantes explicaram que também reviram as principais questões da agenda global, incluindo o conflito gerado pela invasão russa da Ucrânia, sobre o qual se pronunciaram a favor de uma "solução negociada" que, segundo ambos, deveria ser acordada no quadro das Nações Unidas.

Segundo Vieira, este é um conflito que, devido às suas consequências para a economia internacional, afeta "todas as regiões do mundo, especialmente as mais pobres".

Os ministros reiteraram também a "solidariedade" dos seus países com a Turquia e a Síria, afetados pelo terramoto que deixou mais de 2.700 mortos e 12.100 feridos na zona fronteiriça entre os dois países na segunda-feira.

Os governos da Grécia e do Brasil ofereceram assistência imediata à Turquia e à Síria e expressaram a sua solidariedade face ao terramoto, que também se fez sentir no Iraque, Líbano, Israel e Chipre, entre outros países.

Leia Também: Revisão do acordo de associação UE-Chile "tem um caráter exemplar"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório