Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 30º

Joe Biden passará por 20 estados para promover agenda económica

O Presidente norte-americano, Joe Biden, e o seu gabinete iniciarão na próxima semana uma turnê por 20 estados do país para promoção da agenda económica, logo após o seu segundo discurso sobre o Estado da União.

Joe Biden passará por 20 estados para promover agenda económica
Notícias ao Minuto

22:51 - 03/02/23 por Lusa

Mundo Estados Unidos

Biden visitará a cidade de Madison (Wisconsin) na quarta-feira, onde falará sobre seu compromisso com a criação de empregos, e na quinta-feira viajará a Tampa (Florida) para falar sobre saúde e segurança social, segundo a Casa Branca.

Treze membros do seu gabinete, incluindo a vice-presidente, Kamala Harris, e a secretária do Tesouro, Janet Yellen, também farão parte da turnê, que enfatizará as "conquistas económicas" do Governo de Biden, explicou um funcionário do Governo à agência espanhola EFE.

Esse esforço da Casa Branca ocorre num momento de críticas por parte da oposição Republicana - que hoje controla a Câmara dos Representantes do país - à política económica do Executivo.

A Casa Branca e os Republicanos do Congresso estão atualmente travados num debate sobre o aumento do teto da dívida, sem saída imediata à vista, já que cada lado se isola na sua posição.

Os Republicanos defenderam que o Governo Democrata deve aprovar cortes orçamentários em questões como saúde ou educação para que eles deem 'luz verde' no Legislativo à suspensão do limite da dívida, que atualmente é de 31,4 biliões de dólares (cerca de 29 biliões de euros) e que foi atingido no passado dia 19 de janeiro.

A Casa Branca também decidiu promover esta digressão com ênfase nas questões económicas quando falta pouco mais de um ano e meio para as eleições presidenciais de 2024, às quais Biden manifestou interesse em concorrer, embora ainda não tenha formalizado a sua candidatura.

Biden fará um discurso sobre o Estado da União na próxima terça-feira, o seu segundo desde que assumiu a Presidência em janeiro de 2021.

Segundo a tradição, o chefe de Estado dirige-se às duas casas do Congresso reunidas no mesmo hemiciclo, juntamente com os membros do Supremo Tribunal, para definir as suas prioridades para o próximo ano e solicitar a colaboração do Legislativo.

Leia Também: Embaixadora dos EUA promete isolar Rússia na ONU e condena Grupo Wagner

Recomendados para si

;
Campo obrigatório