Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

Ativista norte-americana detida após passear vaca em Moscovo

Presente a tribunal, a mulher foi condenada a 13 dias de prisão. Queria levar o animal a um "lugar bonito e mostrar-lhe o país", após o ter comprado num mercado "para que não fosse comido".

Ativista norte-americana detida após passear vaca em Moscovo
Notícias ao Minuto

18:42 - 03/02/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Rússia

Alicia Day, uma ativista natural do estado norte-americano de Nova Jersey, foi detida, na terça-feira, por passear uma vaca pela Praça Vermelha, no centro de Moscovo. Segundo a agência de notícias russa TASS, a ativista foi condenada a 13 dias de prisão e ainda multada em 20 mil rublos (cerca 261 euros).

A detida, “que é uma vegetariana e ativista dos direitos dos animais, estava a caminhar na Praça Vermelha… usando uma vaca como propaganda visual e gritando ‘os animais não são comida”, de acordo com um juiz do tribunal distrital de Tverskoy.

À TASS, Alicia explicou que comprou o animal, batizado de ‘Doctor Cow’ [Doutora Vaca, na tradução livre], num mercado “para que não fosse comido”. “Decidi levá-lo a um lugar bonito e mostrar-lhe o país. Só queria mostrar ao Doctor Cow a Praça Vermelha”, explicou, acrescentando que não se arrepende do sucedido. 

A mulher foi detida sob acusações de ter participado num protesto não autorizado e de ter resistido à ordem de detenção. 

Leia Também: "Suicídio nuclear?" Os objetivos de Putin, segundo ex-ministro russo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório