Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 27º

Bulgária define 'Holodomor' como genocídio. Pró-russos votaram contra

Os 25 votos contra pertencem aos membros do partido ultranacionalista pró-russo Vazrazhdane. Estima-se que cerca de três milhões de ucranianos tenham morrido durante a fome imposta pelo regime de Estaline.

Bulgária define 'Holodomor' como genocídio. Pró-russos votaram contra
Notícias ao Minuto

21:12 - 01/02/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O parlamento da Bulgária aprovou, esta quarta-feira, uma resolução que define de genocídio o ‘Holodomor’, a “grande fome” que atingiu a Ucrânia entre 1932 e 1933 e que terá provocado a morte a mais de três milhões de pessoas sob o regime de Josef Estaline. 

Segundo a imprensa local, dos 240 deputados, 134 votaram a favor e 25 contra, sendo que os votos contra pertencem aos membros do partido ultranacionalista pró-russo Vazrazhdane. Os restantes deputados abstiveram-se da votação. 

A resolução foi proposta pelos partidos Bulgária Democrática e GERB, os mesmos que defenderam a ideia de prestar ajuda militar à Ucrânia, e prevê ainda que cada último sábado do mês de novembro seja declarado Dia de Honra e Lembrança das vítimas do Holodomor

A decisão surge cerca de duas semanas após o Parlamento Europeu ter reconhecido o Holodomor como genocídio e lamentado que Moscovo esteja a repetir os mesmos crimes em solo ucraniano.

Na resolução aprovada com 507 votos a favor, 12 contra e 17 abstenções, os eurodeputados "condenam veementemente estes atos, que resultaram na morte de milhões de ucranianos".

De acordo com o Museu Holodomor, situado em Kyiv, até meados de novembro, pouco mais de 15 Estados, além da Ucrânia, tinham reconhecido oficialmente a grande fome como um genocídio, sendo que Portugal consta dessa lista.

Leia Também: Bulgária pode cortar projetos com Macedónia do Norte após crimes de ódio

Recomendados para si

;
Campo obrigatório