Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 20º

Alunos russos vão ter treino militar nas escolas secundárias em setembro

Aulas incluirão treino com fuzis e granadas de mão, exercícios militares e saudações, além da utilização de equipamento de proteção pessoal.

Alunos russos vão ter treino militar nas escolas secundárias em setembro
Notícias ao Minuto

08:58 - 29/01/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O Ministério da Defesa do Reino Unido revelou, este domingo, que os alunos russos do ensino secundário vão passar a ter treino militar na escola já a partir do próximo ano letivo, a 1 de setembro. 

“Nas últimas semanas, o Ministério da Educação russo forneceu mais pormenores sobre a implementação do plano anteriormente anunciado para incluir a formação militar básica no currículo do ensino secundário da Rússia”, lê-se no mais recente relatório sobre a invasão russa da Ucrânia, dos serviços de informação britânicos.

As aulas, que fazem parte da disciplina, ‘Noções básicas de segurança da vida humana’, incluirão treino com fuzis e granadas de mão, exercícios militares e saudações, além da utilização de equipamento de proteção pessoal.

“As aulas tornar-se-ão obrigatórias a partir de 1 de setembro de 2023. Além disso, em dezembro de 2022, o Ministério da Ciência e do Ensino Superior anunciou um programa ‘básico de formação militar’ para estudantes universitários”, acrescenta o relatório.

Os serviços de informação britânico consideraram ainda que “as iniciativas realçam o ambiente cada vez mais militarizado na Rússia em tempo de guerra, além de serem uma evocação (provavelmente deliberada) da União Soviética”, uma vez que uma “formação semelhante era obrigatória nas escolas até 1993”.

O conflito entre a Ucrânia e a Rússia começou com o objetivo, segundo Vladimir Putin, de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia. A operação foi condenada pela generalidade da comunidade internacional.

A ONU confirmou que cerca de sete mil civis morreram e mais de 11 mil ficaram feridos na guerra, sublinhando que os números reais serão muito superiores e só poderão ser conhecidos quando houver acesso a zonas cercadas ou sob intensos combates.

Leia Também: AO MINUTO: Alunos russos com treino militar; Tropas substituem Wagner

Recomendados para si

;
Campo obrigatório