Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 22º

Mais um manifestante morto em confrontos no Peru. Total é já de 65

Um manifestante antigovernamental morreu sábado em Lima, Peru, após ter sido ferido em confrontos com a polícia, disse a Provedoria de Justiça, elevando para 65 o número de mortos desde o início dos protestos, em dezembro.

Mais um manifestante morto em confrontos no Peru. Total é já de 65
Notícias ao Minuto

06:38 - 29/01/23 por Lusa

Mundo Peru

"Lamentamos a morte (...) nas manifestações violentas de hoje [sábado]", escreveu o gabinete do Provedor de Justiça na rede social Twitter, indicando ainda que o "chefe de serviço do Hospital de Urgência Grau está a coordenar com o Ministério Público peruano os procedimentos de acordo com a lei".

O Congresso do Peru rejeitou na sexta-feira antecipar as eleições gerais do país para outubro, mas o presidente do Congresso, José Williams, informou que fora apresentado um pedido de reconsideração, que será discutido na segunda-feira e que implica uma nova votação.

A demissão da Presidente, Dina Boluarte, a dissolução do Congresso e a convocação imediata de eleições para uma assembleia constituinte, a punição para os responsáveis policiais e militares envolvidos na sangrenta repressão dos protestos e a libertação do ex-Presidente Pedro Castillo -- acusado de promover um "golpe de Estado" constitucional e em prisão preventiva desde o início de dezembro -, são as principais reivindicações dos manifestantes, provenientes das zonas mais pobres do país.

A crise política que abala o Peru é também reflexo do enorme fosso entre Lima, a capital, e as províncias pobres que apoiam Castillo, de origem ameríndia, e que nunca foi aceite no Palácio Presidencial pela elite e a oligarquia citadina, e pelos principais 'media' na posse de abastados empresários.

Leia Também: Polícia de Memphis termina unidade de agentes que espancaram Tyre Nichols

Recomendados para si

;
Campo obrigatório