Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 25º

Candidatura presidencial de Trump divide Republicanos dos EUA

A liderança do Partido Republicano está fortemente dividida, em grande parte devido às divergências internas sobre a estratégia para a corrida presidencial de 2026, em que o ex-Presidente Donald Trump quer ser candidato.

Candidatura presidencial de Trump divide Republicanos dos EUA
Notícias ao Minuto

11:40 - 28/01/23 por Lusa

Mundo EUA

O pomo da discórdia foi o anúncio da entrada nas primárias do Partido Republicano de Donald Trump, que de imediato dividiu as hostes entre os que olham para esta possibilidade como uma forma de vingar a derrota frente ao democrata Joe Biden nas mais recentes eleições presidenciais e os que temem uma repetição dessas eleições.

Na sexta-feira, os 168 membros da Comissão Nacional do Partido Republicano reuniram-se num luxuoso 'resort' na Califórnia para discutir a questão, enquanto procuravam uma nova liderança, disputada por Ronna McDaniel, que procurava a reeleição, e Harmeet Dhillon, uma advogada ao serviço de Trump, que contesta a forma como o partido tem gerido a oposição a Joe Biden.

Para comprovar o "efeito Trump" no Partido Republicano, entrou também na competição pela liderança da Comissão Nacional Mike Lindell, um teórico da conspiração que tem dado voz às posições do ex-Presidente.

"O que ouço da boca de Republicanos de base, doadores, candidatos e até de autoridades federais eleitas é que há um vácuo de liderança significativo no nosso partido", disse Harmeet Dhillon.

Trump não apoiou a candidatura de nenhum dos concorrentes, mas o seu nome é sempre enunciado e repetido quando se fala do futuro dos republicanos.

A luta interna ficou muito clara no início deste mês, quando os republicanos da Câmara de Representantes demoraram a encontrar um líder para a sua maioria, com um grupo de membros pró-Trump a resistirem em unirem-se à volta da candidatura de Kevin McCarthy, que acabaria por vencer ao fim de muitas rondas.

Quer no caso da liderança da Câmara de Representantes, quer no caso da liderança do Partido, Trump tem lutado por controlar os seus próprios apoiantes, que parecem empenhados em lutar contra o 'status quo' -- seja McCarthy ou McDaniel.

Ainda assim, Trump evitou manifestar-se publicamente na questão da liderança do partido, a pedido de McDaniel, e apenas fez saber que manifestaria o seu apoio a Dhillon, se esta o solicitasse.

Por outro lado, os analistas consideram que Trump também não quer criar inimigos dentro do partido, já a pensar na mobilização para a sua candidatura presidencial de 2026, procurando evitar confrontos abertos com fações que lhe podem vir a ser úteis.

Leia Também: Mulher admite ter tentado envenenar Trump antes das eleições de 2020

Recomendados para si

;
Campo obrigatório