Meteorologia

  • 15 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 26º

Estudante de enfermagem terá levado bomba para maternidade no Reino Unido

O alvo seria uma base da força aérea, que o suspeito definiu como alvo há vários meses.

Estudante de enfermagem terá levado bomba para maternidade no Reino Unido
Notícias ao Minuto

15:56 - 27/01/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Reino Unido

Um estudante de enfermagem britânico foi acusado, esta sexta-feira, de planear um ataque terrorista, depois de levar uma bomba caseira para o interior de uma maternidade onde trabalhava, na cidade de Leeds, em Inglaterra.

O estudante, identificado como Mohammad Farooq, de 27 anos e de nacionalidade britânica, compareceu a tribunal uma semana depois de ser detido à porta do hospital de St. James, onde estava a trabalhar.

Segundo conta o tribunal britânico de Westminster, citado pela BBC, Farooq tinha como intenção atacar uma base da força aérea britânica (RAF, na sigla em inglês), tendo feito "trabalho de reconhecimento" entre os dias 10 e 18 de janeiro.

A história tem como base várias interações e pesquisas na internet, levadas a cabo antes da detenção. Os investigadores acreditam que Farooq foi radicalizado por jihadistas islâmicos e foi incentivado nas rede sociais a levar a cabo um ataque "solitário" à base.

O homem, que é natural de Leeds, foi detido fora do edifício no dia 20 de janeiro, com a bomba caseira.

O dispositivo estaria funcional, contendo quase 14 quilos de material pouco explosivo e vários materiais pirotécnicos. Durante a detenção, as autoridades também encontraram uma imitação de arma de fogo e a descoberta do explosivo motivou a evacuação do hospital onde trabalhava.

As autoridades também acreditam que o estudante tinha como intenção usar a arma falsa para assustar colegas com os quais tinha algumas discordâncias.

Mohammad Farooq não admitiu qualquer culpa e será presente a tribunal no dia 3 de fevereiro.

No total, o homem é acusado de três crimes: um por ter uma conduta com intenção de cometer atos de terrorismo, entre os dias 12 de julho de 2022 e 20 de janeiro; outro por posse de substâncias explosivas com intenção de magoar ou causar danos a pessoas e propriedades; e a última por possuir uma arma de fogo de imitação com a intenção de causar medo.

Leia Também: Autor de atentado do EI em Nova Iorque em 2017 considerado culpado

Recomendados para si

;
Campo obrigatório