Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 17º

Especialista defende tese de 'desvio' do voo MH370

Mark Weiss, antigo piloto da American Airlines, considerou esta segunda-feira, em declarações à TVI que, com base nas informações disponíveis e de acordo com a opinião de especialistas consultados pelo mesmo, a tese mais provável para o desaparecimento do Boeing 777 da Malaysia Airlines, em março, é que este tenha sido desviado.

Especialista defende tese de 'desvio' do voo MH370
Notícias ao Minuto

15:38 - 12/05/14 por Notícias Ao Minuto

Mundo Malaysia Airlines

“A partir do momento em que o voo MH370 descolou de Kuala Lumpur, já tinha dois planos de rota introduzidos nos computadores de bordo. A rota normal, que terminaria em Pequim, e uma segunda com um aeroporto alternativo. No momento em que o avião desapareceu dos radares, já não era preciso introduzir nada para que ele chegasse a um desses dois pontos. Um voo de um 777 começa com uma imensidão de coisas já programadas e introduzidas, à luz de um conjunto de procedimentos ‘standard’, que são muito rígidos. Por isso, diria que alguém que tenha estudado alguma coisa sobre o assunto, alguém com alguma experiência de pilotagem ou, simplesmente, que goste de videojogos que simulam voos poderia ter provocado as alterações que se verificaram. E nós sabemos que houve pelo menos duas alterações”, defende o especialista, justificando a sua tese.

Para Weiss, à luz dos dados conhecidos sobre o misterioso desaparecimento desta aeronave, a única certeza é a de que existiu intervenção humana já depois da descolagem do Boeing. “Essa é uma das poucas certezas que tenho em relação a tudo isto. Se ele teve dois desvios à rota programada, é porque houve intervenção humana. Não há outra possibilidade. Ora, se houve, ou foi dos pilotos, ou foi de alguém que nós não sabemos quem é”, conclui este especialista.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório