Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2023
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

AO MINUTO: Combate em Bakhmut intensifica-se; Scholz nega caças a Kyiv

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra.

AO MINUTO: Combate em Bakhmut intensifica-se; Scholz nega caças a Kyiv
Notícias ao Minuto

08:01 - 25/01/23 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Ao 11.º mês de guerra na Ucrânia, assinalado na terça-feira, a Alemanha aprovou o envio de tanques Leopard 2 para o país invadido pela Rússia. Segundo a imprensa alemã, o exército disponibilizará tanques do modelo Leopard 2A6 e o governo de Olaf Scholz autorizou ainda os outros países a reexportarem unidades dos Leopard 2 comprados à Alemanha.

Os últimos dias ficaram também marcados pela demissão de vários altos funcionários do Estado ucraniano, incluindo do vice-ministro da Defesa e do vice-ministro das Infraestruturas, por suspeitas de corrupção.

Nessa narrativa, os Estados Unidos da América (EUA) elogiaram o “compromisso” do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, contra a corrupção, sublinhando que “o povo ucraniano quer um governo transparente.”

Fim de acompanhamento

Notícias ao Minuto | há 1 dia

Boa noite. Damos como terminado o acompanhamento AO MINUTO sobre os acontecimentos mais recentes relacionados com a guerra na Ucrânia. Estaremos de regresso na quinta-feira. Obrigada, desde já, por ter estado desse lado. Até amanhã!
 

Navio de carga turco em chamas após míssil em Kherson. Veja as imagens

Notícias ao Minuto | há 1 dia

Um navio de carga turco foi atingido por um míssil no porto de Kherson, na Ucrânia, de acordo com o que avançou a Reuters.

Segundo a agência, que falou com fontes ligadas ao navio, Tuzla, esta não é uma das embarcações que está incluída no acordo de exportação de cereais mediado pela Organização das Nações Unidas e pela Turquia.

Veja as imagens do momento:

Navio de carga turco em chamas após míssil em Kherson. Veja as imagens

Não houve feridos nem vítimas mortais. Esta não é uma embarcação incluída no acordo de exportação de cereais mediado pela Organização das Nações Unidas e pela Turquia, sendo uma das embarcações que estão encurraladas em portos ucranianos desde o início do conflito no país.

Notícias ao Minuto | 23:58 - 25/01/2023

Corporação estatal russa foge às sanções e compra componentes militares

Lusa | há 1 dia

A corporação estatal russa Rostec, alvo de sanções dos Estados Unidos, conseguiu contornar as restrições e comprar componentes ocidentais para fabricar sistemas de armas usado na guerra na Ucrânia, revelou, esta quarta-feira, o portal iStories.

Corporação estatal russa foge às sanções e compra componentes militares

A corporação estatal russa Rostec, alvo de sanções dos Estados Unidos, conseguiu contornar as restrições e comprar componentes ocidentais para fabricar sistemas de armas usado na guerra na Ucrânia, revelou hoje o portal iStories.

Lusa | 23:50 - 25/01/2023

Zelensky fez 45 anos... mas veja como envelheceu nos últimos meses

Notícias ao Minuto | há 1 dia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, celebrou, esta quarta-feira, o seu 45.º aniversário, mas os tempos não são de celebração, dado o contexto de guerra no país.

Na conta oficial do chefe de Estado do país foi partilhado um vídeo no qual se vê as diferenças do aspeto de Zelensky antes e depois de a guerra  começar. 

Veja a diferença:

Zelensky fez 45 anos... mas veja como envelheceu nos últimos meses

O chefe de Estado ucraniano celebrou mais um aniversário esta quarta-feira, e as mudanças no seu aspeto são notórias.

Notícias ao Minuto | 23:51 - 25/01/2023

Londres revê procedimento que permitiu grupo Wagner processar jornalista

Lusa | há 1 dia

O governo britânico anunciou, esta quarta-feira, que vai reexaminar os procedimentos que permitiram ao chefe do grupo paramilitar russo privado Wagner levar um jornalista do Reino Unido a tribunal, depois das revelações de um sítio de investigação ter causado indignação.

Londres revê procedimento que permitiu grupo Wagner processar jornalista

O governo britânico anunciou hoje que vai reexaminar os procedimentos que permitiram ao chefe do grupo paramilitar russo privado Wagner levar um jornalista do Reino Unido a tribunal, depois das revelações de um sítio de investigação ter causado indignação.

Lusa | 23:16 - 25/01/2023

Scholz: "Deixei claro desde início que não estamos a falar de aeronaves"

Teresa Banha | há 1 dia

O chanceler da Alemanha rejeitou, esta quarta-feira, a ideia de enviar caças para combater as tropas russas, durante uma intervenção no parlamento alemão, Bundestag.

Deixei claro desde o início que não estamos a falar de aeronaves de combate e faço o mesmo aqui. Não enviaremos tropas terrestres em nenhuma circunstância. Eu disse que não haverá envolvimento direto de soldados da NATO na guerra da Ucrânia. Não foi assim até agora e não será no futuro. E todos podem contar com isso

Ex-CIA sobre tanques Abrams: "Se russos deviam estar preocupados? Óbvio"

Notícias ao Minuto | há 1 dia

Um antigo diretor da Agência Central de Inteligência (CIA, na sigla em inglês) considerou, esta quarta-feira, que o envio de tanques Abrams para a Ucrânia era um passo "muito significativo".

"A questão é que, pela primeira vez, a Ucrânia vai ter sistemas de topo ocidentais. E estes são largamente melhores", referiu David Petraeus em declarações à Sky News.

Saiba mais aqui:

Ex-CIA sobre tanques Abrams: "Se russos deviam estar preocupados? Óbvio"

O antigo comandante, que combateu no Afeganistão, disse ainda que estes veículos não eram a única coisa que se tinha que ter, mas que era, sem dúvida, um passo "significativo".

Notícias ao Minuto | 21:54 - 25/01/2023

Comité suíço quer rever proibição de reexportação de armamento

Lusa | há 1 dia

Um comité parlamentar suíço recomendou, esta quarta-feira, a revisão da lei que proíbe o país de reexportar armamento suíço para a Ucrânia e considerou que a decisão não viola a tradicional neutralidade do país.

Ucrânia. Comité suíço quer rever proibição de reexportação de armamento

Um comité parlamentar suíço recomendou hoje a revisão da lei que proíbe o país de reexportar armamento suíço para a Ucrânia e considerou que a decisão não viola a tradicional neutralidade do país.

Lusa | 21:31 - 25/01/2023

Sirenes de ataque aéreo ouvidas em, pelo menos, dez regiões ucranianas

Teresa Banha | há 1 dia

Os alertas aéreos ouviram-se, esta quarta-feira à noite, em, pelo menos, dez regiões ucranianas, nomeadamente, na zona este do país. Explosões terão sido ouvidas em locais como Kherson, Dnipro ou Zaporíjia.

Caças? Estão na "lista ao Pai Natal" da Defesa de Kyiv

Notícias ao Minuto | há 1 dia

O conselheiro do ministro da Defesa da Ucrânia disse, esta quarta-feira, que o próximo passo em termos de apoios ao país invadido pela Rússia seria o envio de caças.

"A próxima barreira são os caças", explicou Yuriy Sak em declarações à Reuters. "Se os conseguirmos, as vantagens no campo de batalha serão imensas… Não são apenas os F-16, são aeronaves de quarta geração, é isso que queremos", rematou.

"Não nos queriam dar artilharia pesada, e depois deram. Não nos queriam dar sistemas HIMARS, e depois deram. Não nos queriam dar os tanques, e agora estão a dar-nos os tanques. Sem ser armas nucleares, não há nada que reste que nós não vamos conseguir", garantiu.

A ideia dos caças já foi corroborada pelo próprio ministro da Defesa, que, em entrevista à CNN, disse que os caças estavam incluídos na sua "lista ao Pai Natal" do ano passado.

"Temos que fechar o nosso céu - defendê-lo", explicou Oleksii Reznikov, justificando: "Essa é a prioridade. Depois disso, temos que ter mais veículos, tanques, sistemas de artilharia, etc... Temos pessoas, mas precisamos de armamento".

Depois dos tanques... os caças? Ucrânia tem novo requisito na lista

O presidente ucraniano, o ministro dos Negócios Estrangeiros e o ministério da Defesa disseram que a Ucrânia espera poder contar com caças ocidentais para combater a invasão russa.

Notícias ao Minuto | 23:59 - 25/01/2023

Bakhmut? "A intensidade do combate está a aumentar"

Teresa Banha com Lusa | há 1 dia

A vice-ministra da Defesa da Ucrânia anunciou, esta quarta-feira, que o combate em Bakhmut estavam a intensificar-se. "O inimigo está a aumentar a pressão nas éras de Bakhmut e Vuhledar", escreveu Hania Maliar numa mensagem partilhada no Telegram.

De acordo com a responsável, as tropas russas estão a usar um grande número de militares e equipamentos na ofensiva. "A intensidade do combate está a aumentar", rematou.

Também o líder da autoproclamada República Popular de Donetsk afirmou, citado pela agência Tass, disse que o combate estava a acontecer nas zonas que cercam Bakhmut. "Unidades, em particular do Grupo Wagner, estão a avançar em Artyomovsk", notou Denis Pushilin, acrescentando: "Os combates já acontecem nas periferias e em bairros que até pouco tempo atrás eram controlados pelo inimigo [Ucrânia]".

Rússia em superioridade numérica intensifica ataques no leste, diz Kyiv

A vice-ministra da Defesa ucraniana alertou hoje que a Rússia, em "superioridade numérica", está "a intensificar" os ataques no leste da Ucrânia, no mesmo dia em que os aliados ocidentais anunciaram o fornecimento de tanques a Kyiv.

Lusa | 22:05 - 25/01/2023

Um por todos e todos por Leopard. Afinal, quem vai dar tanques à Ucrânia?

Notícias ao Minuto | há 1 dia

O mundo assistiu, esta quarta-feira, à 'luz verde' de Berlim para o envio de tanques Leopard 2 para território ucraniano, mas se o governo alemão estava reticente com este envio, houve também países que prontamente se prepararam para enviar estes veículos para Kyiv - antes e depois deste 'sim' do governo de Olaf Scholz. Saiba quais os países que estão preparados para o envio - e também a posição de Portugal.

Um por todos e todos por Leopard. Afinal, quem vai dar tanques à Ucrânia?

O mundo assistiu, esta quarta-feira, à 'luz verde' de Berlim para o envio de tanques Leopard 2 para território ucraniano, mas se o governo alemão estava reticente com este envio, houve também países que prontamente se prepararam para enviar estes veículos para Kyiv - antes e depois deste 'sim' do governo de Olaf Scholz. Saiba quais os países que estão preparados para o envio - e também a posição de Portugal.

Notícias ao Minuto | 21:11 - 25/01/2023

Zelensky pede mísseis de longo alcance e aviões de combate para a Ucrânia

Lusa | há 1 dia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu, esta quarta-feira, aos aliados ocidentais o envio de mísseis de longo alcance e aviões de combate, após o aval da Alemanha e Estados Unidos ao envio de tanques pesados para as forças armadas de Kyiv.

Zelensky pede mísseis de longo alcance e aviões de combate para a Ucrânia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu esta quarta-feira aos aliados ocidentais o envio de mísseis de longo alcance e aviões de combate, após o aval da Alemanha e Estados Unidos ao envio de tanques pesados para as forças armadas de Kyiv.

Lusa | 20:33 - 25/01/2023

 

Rishi Sunak pede a aliados para "intensificarem" apoio à Ucrânia

Lusa | há 1 dia

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, apelou, esta quarta-feira, aos aliados ocidentais para "intensificarem" o apoio à Ucrânia face à invasão russa, após a decisão "coletiva e decisiva" de fornecer tanques ao exército de Kyiv.

Rishi Sunak pede a aliados para "intensificarem" apoio à Ucrânia

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, apelou hoje aos aliados ocidentais para "intensificarem" o apoio à Ucrânia face à invasão russa, após a decisão "coletiva e decisiva" de fornecer tanques ao exército de Kyiv.

Lusa | 19:59 - 25/01/2023


  

Suécia não exclui envio de tanques Leopard 2. "Em conjunto"

Teresa Banha | há 1 dia

O ministro da Defesa da Suécia disse, esta quarta-feira, que o país não "exclui" o envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia, na sequência da 'luz verde' de Berlim para este fornecimento.

"Não excluo a possibilidade de que possamos fazer isso no futuro, em conjunto com outros países", explicou Pal Jonson à agência France-Press.

Podemos contribuir de várias formas. Pode esta relacionado com a logística, manutenção, treino, mas também com os tanques"

Ministra da Defesa espera decisão sobre Leopard 2 nos próximos dias

Teresa Banha | há 1 dia

A ministra da Defesa disse, esta quarta-feira, esperar uma decisão sobre o envio dos Leopard 2 do Exército português "nos próximos dias", mas assegurou que Portugal ajudará Kyiv a desenvolver a sua capacidade na área dos carros de combate.

Ministra da Defesa espera decisão sobre Leopard 2 nos próximos dias

A ministra da Defesa disse hoje esperar uma decisão sobre o envio dos Leopard 2 do Exército português "nos próximos dias", mas assegurou que Portugal ajudará Kiev a desenvolver a sua capacidade na área dos carros de combate.

Lusa | 19:04 - 25/01/2023

EUA terão pedido a Israel que envie mísseis para Kyiv, sem sucesso

Lusa | há 1 dia

Os Estados Unidos terão pedido ao governo israelita que envie os mísseis antiaéreos Hawk para a Ucrânia, algo a que Israel não terá acedido, garante um portal de notícias norte-americano.

EUA terão pedido a Israel que envie mísseis para Kyiv, sem sucesso

Os Estados Unidos terão pedido ao governo israelita que envie os mísseis antiaéreos Hawk para a Ucrânia, algo a que Israel não terá acedido, garante um portal de notícias norte-americano.

Notícias ao Minuto | 18:52 - 25/01/2023


  

Noruega junta-se a países fornecedores de tanques Leopard 2 à Ucrânia

Lusa | há 1 dia

A Noruega vai juntar-se ao grupo de países aliados que preparam o envio de tanques de fabrico alemão Leopard 2 para a Ucrânia, como forma de apoiar a resistência à invasão russa, anunciou hoje o ministro da Defesa norueguês.

Noruega junta-se a países fornecedores de tanques Leopard 2 à Ucrânia

A Noruega vai juntar-se ao grupo de países aliados que preparam o envio de tanques de fabrico alemão Leopard 2 para a Ucrânia, como forma de apoiar a resistência à invasão russa, anunciou hoje o ministro da Defesa norueguês.

Lusa | 18:50 - 25/01/2023

Afinal, diz ministro, Portugal ainda não decidiu se envia tanques a Kyiv

José Miguel Pires | há 1 dia

Depois de ter revelado detalhes sobre como seria o transporte dos tanques Leopard 2 para a Ucrânia, João Gomes Cravinho esclareceu que não há, ainda, decisão do Governo português sobre se enviará, ou não, estes tanques de fabrico alemão.

Afinal, diz ministro, Portugal ainda não decidiu se envia tanques a Kyiv

Depois de ter revelado detalhes sobre como seria o transporte dos tanques Leopard 2 para a Ucrânia, João Gomes Cravinho esclareceu que não há, ainda, decisão do governo português sobre se enviará, ou não, estes tanques de fabrico alemão.

José Miguel Pires | 18:47 - 25/01/2023

Rússia excluída de comemorações da libertação de Auschwitz

Lusa | há 1 dia

A Rússia não foi convidada para as comemorações do 78.º aniversário da libertação, pelo Exército Vermelho, do campo de morte nazi de Auschwitz-Birkenau, devido à invasão e guerra russas na Ucrânia, anunciou, esta quarta-feira, o museu do local.

Rússia excluída de comemorações da libertação de Auschwitz

A Rússia não foi convidada para as comemorações do 78.º aniversário da libertação, pelo Exército Vermelho, do campo de morte nazi de Auschwitz-Birkenau, devido à invasão e guerra russas na Ucrânia, anunciou hoje o museu do local.

Lusa | 18:45 - 25/01/2023

Aliados vão enviar cerca de 80 tanques Leopard 2 para a Ucrânia

Teresa Banha | há 1 dia

O Partido Social Democrata da Alemanha anunciou, esta quarta-feira, que os aliados da Ucrânia vão enviar em conjunto dois batalhões de tanques Leopard 2 para a Ucrânia - o que significa que serão cerca de 80 veículos a chegar a Kyiv. "Serão entregues rapidamente", apontam os responsáveis do partido do chanceler do país, Olaf Scholz.

Odessa em lista da UNESCO? "A nossa pérola", diz Zelenksy

Teresa Banha | há 1 dia

O chefe de Estado da Ucrânia assinalou, esta quarta-feira, a decisão da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em acrescentar o centro de Odessa à lista de Património Mundial em risco, anunciada hoje.

"Hoje, Odessa recebeu a proteção da UNESCO. O centro histórico da cidade portuária de Odessa não está só incluído na lista de Património Mundial, mas foi também reconhecida como património em risco. Agradeço aos parceiros que ajudam a proteger a nossa pérola dos ataques dos invasores russos", escreveu Volodymyr Zelensky numa publicação partilhada no Twitter.

Zelensky agradece aos EUA envio de tanques Abrams. "Decisão poderosa"

Teresa Banha | há 1 dia

O presidente da Ucrânia agradeceu, esta quarta-feira, pelo envio de tanques Abrams para o país anunciado hoje pelo seu homólogo norte-americano, Joe Biden. "Obrigada, presidente Joe Biden por outra decisão poderosa de fornecer tanques Abrams para a Ucrânia. Agradeço aos Estados Unidos pelo apoio. É um importante passo para a nossa vitória. Hoje, o mundo livre está unido como nunca esteve para um objetivo comum - a libertação da Ucrânia. Estamos a avançar", escreveu Volodymyr Zelensky numa publicação partilhada no Twitter.

Angola preocupada com escalar bélico do conflito e risco de nova guerra

Lusa | há 1 dia

O governo angolano manifestou-se, esta quarta-feira, "preocupado" com a utilização de meios técnicos "cada vez mais bélicos" na guerra na Ucrânia, admitindo que o conflito poderá transformar-se para uma terceira guerra mundial.

Angola preocupada com escalar bélico do conflito e risco de nova guerra

O governo angolano manifestou-se hoje "preocupado" com a utilização de meios técnicos "cada vez mais bélicos" na guerra na Ucrânia, admitindo que o conflito poderá transformar-se para uma terceira guerra mundial.

Lusa | 17:36 - 25/01/2023

Oficial: UEFA retira organização da Supertaça Europeia à Rússia

Notícias ao Minuto | há 1 dia

A UEFA anunciou, em forma de comunicado emitido através das plataformas oficiais ao início da tarde desta quarta-feira, que a edição de 2023 da Supertaça Europeia não se irá disputar-se na cidade russa de Kazan, como estava previsto, mas sim num outro país.

Saiba tudo aqui:

Oficial: UEFA retira organização da Supertaça Europeia à Rússia

Encontro será, disputado, ao invés, na Grécia, a 16 de agosto.

Notícias ao Minuto | 16:55 - 25/01/2023

Rússia adota nova política do Estado para preservar soberania cultural

Lusa | há 1 dia

O presidente russo, Vladimir Putin, incluiu a defesa da soberania cultural da Rússia como um dos objetivos da política estatal na área da cultura, segundo um decreto publicado, esta quarta-feira, no portal oficial de informação jurídica.

Rússia adota nova política do Estado para preservar soberania cultural

O presidente russo, Vladimir Putin, incluiu a defesa da soberania cultural da Rússia como um dos objetivos da política estatal na área da cultura, segundo um decreto publicado hoje no portal oficial de informação jurídica.

Lusa | 16:52 - 25/01/2023

Biden diz que Putin estava "errado" e que aliados "estão unidos"

Teresa Banha | há 1 dia

Joe Biden referiu ainda que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, estava "errado" quando disse que o mundo Ocidental se ia separar devido à guerra na Ucrânia. "Estava errado. Estamos todos unidos", apontou.

É sobre a liberdade na Ucrânia. Sobre a liberdade no mundo inteiro

Biden recusou responder à maioria das perguntas feitas - não estando também previsto que iria responder -, mas houve uma que não hesitou em ripostar. Questionado sobre a razão pela qual o anúncio dos veículos por parte dos Estados Unidos estava a acontecer agora e se tinha vindo na sequência do apoio de Berlim, Biden riu-se, e respondeu:  "A Alemanha não me obrigou a mudar de ideias. Queríamos garantir que estávamos todos unidos", rematou.

 

Biden diz que Berlim "avançou" com tanques (e anuncia envio de veículos)

Teresa Banha | há 1 dia

O presidente dos Estados Unidos deu, esta quarta-feira, uma conferência de imprensa na Casa Branca, em Washington, durante a qual reiterou o apoio à Ucrânia - no mesmo dia em que a Alemanha autorizou o envio de 14 tanques Leopard 2, uma decisão há muito tempo esperada.

Joe Biden assinalou os 11 meses de guerra, que se assinalaram ontem, dizendo: "Onze meses em que os ucranianos mostraram ao mundo e a Putin a sua coragem e determinação para viverem em liberdade". O responsável reiterou o seu apoio ao país, e anunciou o envio de 31 carros de combate M1 Abrams para a Ucrânia.

Biden explicou ainda que falou com os aliados da NATO ainda hoje, e que todos os envolvidos iam continuar a apoiar a Ucrânia. "A Alemanha realmente avançou", disse, agradecendo ao país pelo envio dos 14 tanques Leopard 2 para território ucraniano.

"O anúncio de hoje deve-se ao compromisso de muitos países em ajudar a Ucrânia a proteger a sua terra", referiu, explicando que os fornecimentos de armas não se tratava de ameaçar a Rússia, e que a solução seria que as tropas russas regressassem ao seu país.

É o que todos queremos. Que esta guerra acabe. Não vamos permitir que um país vizinho invada território

Medvedev reage a tanques e fala nos Beatles. "Chefes inúteis querem mais"

Notícias ao Minuto | há 1 dia

O presidente do Conselho de Segurança da Rússia reagiu, esta quarta-feira, ao anúncio do envio dos - esperados - tanques Leopard 2 para a Ucrânia.

"Diz-se que o apetite vem com a comida. Para aqueles que sofrem de um distúrbio alimentar sob a forma de bulimia ou de comer compulsivamente, a sensação de fome é interminável. Constantemente esfomeado!", escreveu Dmitry Medvedev numa publicação partilhada na rede social Telegram.

Medvedev reage a tanques e fala nos Beatles. "Chefes inúteis querem mais"

O antigo presidente da Rússia sugere ainda que a Ucrânia deixará de ter mar - quando for conquistada. O envio de veículos Leopard 2 por parte da Alemanha é um passo esperado há muito tempo por Kyiv.

Notícias ao Minuto | 16:43 - 25/01/2023

 

Mais seis responsáveis demitidos em escândalo de corrupção na Ucrânia

Teresa Banha | há 1 dia

Pelo menos seis responsáveis ucranianos foram, esta quarta-feira, demitidos de funções, juntando-se a outros 13 decisores que já tinham sido afastados na terça-feira por suspeitas de corrupção ligada a fornecimentos sobretudo de bens alimentares ao exército.

Mais seis responsáveis demitidos em escândalo de corrupção na Ucrânia

Pelo menos seis responsáveis ucranianos foram hoje demitidos de funções, juntando-se a outros 13 decisores que já tinham sido afastados na terça-feira por suspeitas de corrupção ligada a fornecimentos sobretudo de bens alimentares ao exército.

Lusa | 16:36 - 25/01/2023

Centro de Odessa na lista do Património Mundial em risco da UNESCO

Lusa | há 1 dia

O centro histórico da cidade portuária de Odessa, no sul da Ucrânia, foi hoje inscrito na Lista do Património Mundial, em reconhecimento do seu valor universal e o dever da humanidade em protegê-lo face à ameaça de destruição.

Ao ser inscrito também na Lista do Património Mundial em perigo, o Centro Histórico de Odessa terá direito a assistência técnica e financeira internacional reforçada, que a Ucrânia pode solicitar "de forma a garantir a proteção do património e, se necessário, ajudar na sua reabilitação".

Leia mais sobre o assunto aqui.


  

Rússia bombardeia mercearia na região de Kherson. Morreram duas pessoas

Teresa Banha | há 1 dia

As tropas russas bombardearam, esta quarta-feira, a cidade de Beryslav, na região de Kherson. "A meio do dia, os russos atacaram propositadamente um local com pessoas. O ataque atingiu uma mercearia que tinha civis lá. Duas pessoas morreram", escreveram os responsáveis pela Administração Militar Regional de Kherson.

De acordo com a mesma fonte, outros três residentes ficaram feridos no ataque, tendo sido transferidos para uma unidade hospitalar.

 

Zelensky e Stoltenberg falaram hoje sobre "desbloqueio de novas armas"

Teresa Banha | há 1 dia

O presidente da Ucrânia e o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) conversaram esta quarta-feira, no âmbito da guerra. "Discuti com o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, sobre uma maior consolidação de parceiros para apoiar a Ucrânia, em particular o alargamento da coligação de tanques e o desbloqueio de novos tipos de armas. Também falamos sobre os passos necessários para uma maior integração com a NATO", escreveu Volodymyr Zelensky, numa mensagem partilhada no Telegram.

Já Stoltenberg recorreu ao Twitter para assinalar esta conversa. "Falei com o presidente Volodymyr Zelensky sobre a agressão russa na Ucrânia. Os aliados da NATO vão continuar a dar o seu apoio pelo tempo que for necessário", reiterou o responsável.

"O mais importante é que não haja ganho de causa para a Rússia"

José Miguel Pires | há 1 dia

O ministro dos Negócios Estrangeiros avançou, esta quarta-feira, que o envio de tanques Leopard para a Ucrânia poderá ser feito através de comboio e transporte marítimo, não esclarecendo quanto custará o processo.

Ainda não estão ultimados os detalhes sobre como funcionará o envio desses tanques para a Ucrânia, mas o mesmo deverá acontecer num processo concertado entre os vários países aliados, tanto através de comboio como de transporte marítimo, disse João Gomes Cravinho, que não deu qualquer informação sobre o eventual custo deste processo. "É difícil, mas é um desafio que vai ser trabalhado com todos os países aliados", notou.

"O mais importante é que não haja ganho de causa para a Rússia"

O ministro dos Negócios Estrangeiros avançou que o envio de tanques Leopard para a Ucrânia poderá ser feito através de comboio e transporte marítimo, não esclarecendo quanto custará o processo.

José Miguel Pires | 16:14 - 25/01/2023

 

Manifestantes pró-Rússia 'invadem' jogo de Djokovic no Open da Austrália

Notícias ao Minuto | há 1 dia

Novak Djokovic garantiu, esta quarta-feira, o apuramento para as meias-finais do Open da Austrália, ao derrotar Andrey Rublev, pelos parciais de 6-1, 6-2 e 6-4, numa partida que ficou marcada por uma manifestação de apoio à Rússia (país do derrotado), nas bancadas.

Um grupo de manifestantes gritou "Sérvia, Rússia, Sérvia, Rússia" logo após o final do jogo, envergando bandeiras russas com a cara estampada do presidente, Vladimir Putin, e cartazes com a letra 'Z', associado às forças militares do país.

A Federação Australiana de Ténis reagiu, entretanto, ao sucedido, ao emitir um comunicado no qual informa que "quatro pessoas do público exibiram bandeiras e símbolos inapropriados à saída do estádio, e ameaçaram elementos da segurança".

Veja o vídeo aqui.

Primeiro-ministro ucraniano (também) agradece envio de Leopard 2

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 dia

O primeiro-ministro ucraniano, Denys Shmyhal, recorreu à rede social Twitter para agradecer o envio de tanques Leopard 2 pela Alemanha.

“Luz verde para os Leopard alemães. O chanceler Olaf Scholz anunciou o fornecimento de tanques Leopard 2 à Ucrânia e a permissão para os reexportar para a Ucrânia. Esperamos atrair muitos parceiros para a coligação de tanques. Agradecemos ao governo da Alemanha e a todos os países que estão prontos para entregar Leopard 2”, escreveu.

"Espanha está pronta" a enviar tanques Leopard 2 para Kyiv

Lusa | há 1 dia

A Espanha está "pronta" para enviar tanques 'Leopard 2' para a Ucrânia e treinar soldados ucranianos para a sua utilização, disse hoje a ministra da Defesa espanhola, após o aval da Alemanha para a entrega deste armamento.

"A Espanha está pronta" para ajudar a Ucrânia com "o envio de tanques 'Leopard'", mas também participando no "treino" de soldados ucranianos para a "utilização" e a "manutenção" destes veículos pesados, garantiu Margarita Robles num comunicado divulgado pela televisão pública espanhola.

Saiba mais aqui.

Primeiros fertilizantes russos para África após sanções já em Moçambique

Lusa | há 1 dia

O primeiro lote de 20 mil toneladas fertilizantes russos com destino a África, negociado com a ONU após as sanções impostas por causa da guerra da Ucrânia, está a ser descarregado no porto da Beira, Moçambique.

"Estamos numa operação de descarga do navio MV Greenwich" com 20.400 toneladas de fertilizantes que "têm como destino final a República do Maláui", referiu Miguel de Jenga, diretor de operações da Cornelder Moçambique, operadora do terminal A operação começou "há dois dias", depois de o navio atracar e Moçambique serve como país de trânsito da carga, importante para a atividade agrícola na região.

Lavrov critica "pressão" do Ocidente sobre países em desenvolvimento

Lusa | há 2 dias

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros criticou hoje os "métodos colonialistas" do Ocidente, com uma pressão "sem precedentes" sobre os países em vias de desenvolvimento para apoiarem a Ucrânia e aquilo que classifica como a "imposição do nazismo".

Numa curta declaração aos jornalistas à saída de uma audiência com o Presidente angolano João Lourenço, Serguei Lavrov deixou recados ao país africano, tradicional aliado a Rússia que se tem aproximado nos últimos tempos dos EUA e outros países, salientando que o Ocidente "pode trair os aliados" de um momento para o outro.

"Importante e oportuno". Zelensky agradece envio dos tanques Leopard 2

Lusa | há 1 dia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, agradeceu hoje ao chanceler alemão, Olaf Scholz, o facto de Berlim ter dado luz verde ao envio de carros blindados Leopard 2, considerando-a uma decisão "importante e oportuna". Após uma conversa telefónica com o chanceler alemão, Zelensky sublinhou que a mudança na posição alemã sobre esta matéria também inclui "a luz verde para outros aliados fornecerem armas semelhantes", já que países como a Polónia precisavam do aval da Alemanha para enviar os Leopard em sua posse.

"Importante e oportuno". Zelensky agradece envio dos tanques Leopard 2

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, agradeceu hoje ao chanceler alemão, Olaf Scholz, o facto de Berlim ter dado luz verde ao envio de carros blindados Leopard 2, considerando-a uma decisão "importante e oportuna".

Lusa | 14:02 - 25/01/2023 

Alemanha faz o que "é necessário", mas quer "evitar escalada" da guerra

Lusa | há 1 dia

A Alemanha está a fazer o que "é necessário" para apoiar a Ucrânia ao autorizar o envio de tanques 'Leopard' para Kyiv, mas quer evitar uma guerra entre a Rússia e a NATO, disse hoje o chanceler alemão. "Estamos a fazer o que é necessário e possível para apoiar a Ucrânia, mas ao mesmo tempo queremos a evitar uma escalada do conflito rumo a uma guerra entre a Rússia e a NATO [Organização do Tratado do Atlântico Norte]", afirmou Olaf Scholz no parlamento, depois de anunciar a autorização para envio de carros de combate de fabrico alemão para Kyiv.

Confirmando que a Alemanha vai enviar 14 tanques 'Leopard 2 A6' das reservas do exército federal e treinar soldados ucranianos para usarem estes veículos, além de autorizar o envio de outros 'Leopard 2' detidos por exércitos de países aliados, o chanceler alemão referiu aos deputados que discutiu a decisão com o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Leopard? Decisão da Alemanha "eleva o conflito a novo nível de confronto"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

A embaixada da Rússia na Alemanha considerou, esta quarta-feira, que a decisão de Berlim de enviar tanques Leopard 2 à Ucrânia “é extremamente perigosa” e “eleva o conflito a um novo nível de confronto”. Num comunicado, citado pela agência de notícias Al Jazeera, a embaixada acusou ainda o país de abandonar a sua “responsabilidade histórica para com a Rússia”.

“Esta decisão extremamente perigosa eleva o conflito a um novo nível de confronto e contradiz as declarações dos políticos alemães sobre a relutância da República Federal da Alemanha em ser arrastada para o mesmo”, destacou o embaixador Sergey Nechayev.

Tanques Leopard 2 enviados para a Ucrânia ficam operacionais em 3 meses

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

O ministro da Defesa da Alemanha, Boris Pistorius, afirmou, esta quarta-feira, que os tanques Leopard 2 enviados à Ucrânia poderão estar operacionais no país invadido pela Rússia dentro de cerca de três meses. Segundo Pistorius, primeiro será dado treino aos militares ucranianos e só depois serão enviados os tanques. 

Citado pelo The Guardian, o ministro alemão disse ainda tratar-se de uma “decisão histórica”.

 

"Podem ajudar a Ucrânia a vencer". NATO agradece envio de Leopard 2

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 dia

O secretário-geral da aliança transatlântica NATO, Jens Stoltenberg, saudou, esta quarta-feira, a decisão da Alemanha de enviar tanques Leopard 2 à Ucrânia

“Saúdo vivamente a liderança de Olaf Scholz e da Alemanha no fornecimento de tanques Leopard 2 à Ucrânia em concordância com outros aliados e parceiros da NATO. Num momento crítico da guerra da Rússia, estes podem ajudar a Ucrânia a defender-se, vencer e prevalecer como nação independente”, escreveu na rede social Twitter. 

 

França saúda envio de tanques. Espanha faz alerta

Lusa | há 2 dias

A França congratulou-se hoje com a decisão de Berlim autorizar o envio dos tanques 'Leopard 2' para a Ucrânia, com Espanha a alertar para o perigo de uma escalada da guerra contra a Rússia.

Em Paris, o presidente francês, Emmanuel Macron, elogiou a "luz verde" da Alemanha para o envio dos blindados para a Ucrânia, realçando o "longo e amplo" apoio de França à entrega, em breve, de carros de combate mais ligeiros, os 'AMX10-RC'. O governo francês, porém, ainda não decidiu enviar os seus próprios tanques 'Leclerc', possibilidade que Macron não descartou.

Mais moderado, o governo espanhol, através da ministra dos Direitos Sociais e para a Agenda 2030, Ione Belarra, comentou a decisão alemã e considerou que o envio dos blindados 'Leopard' para a Ucrânia "apenas contribui para uma escalada bélica, advertindo que "poderá levar a uma resposta imprevisível e muito perigosa da Rússia".

Reino Unido, França e Polónia saúdam envio de tanques. Espanha faz alerta

O Reino Unido, França e Polónia congratularam-se hoje com a decisão de Berlim autorizar o envio dos tanques 'Leopard 2' para a Ucrânia, com Espanha a alertar para o perigo de uma escalada da guerra contra a Rússia.

Lusa | 12:20 - 25/01/2023

"O primeiro passo". Ucrânia reage a envio de Leopard 2 pela Alemanha

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 dia

O governo ucraniano já reagiu ao anúncio da Alemanha, que esta quarta-feira decidiu aprovar o envio de 14 tanques Leopard 2 para a Ucrânia e autorizar a reexportação de países aliados que tenham adquirido este material. 

Numa nota na plataforma Telegram, Andriy Yermak, chefe do gabinete do presidente Volodymyr Zelensky, afirmou que se trata “do primeiro passo” e que deverá agora seguir-se a “coligação dos tanques”.

“Os Leopard são muito necessários”, destacou.

Kyiv agrava lei polémica contra desobediência e deserção

Lusa | há 2 dias

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, promulgou hoje uma lei que agrava as penas por desobediência e deserção aplicadas aos militares no contexto da guerra, mas as medidas estão a ser criticadas por ativistas de direitos humanos.

De acordo com o texto publicado no portal do Parlamento da Ucrânia que tinha sido proposto no passado mês de dezembro, estão em causa questões como falta de obediência, ameaças às chefias militares, deserção, abandono do campo de batalha ou consumo de bebidas alcoólicas.

Lavrov anuncia cimeira Rússia/África para julho em São Petersburgo

Lusa | há 2 dias

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo anunciou hoje, em Luanda, que o seu país vai acolher em finais de julho próximo uma cimeira Rússia/África e destacou o papel do Presidente angolano para a paz no continente africano.

Serguei Lavrov deu conta que a próxima cimeira Rússia/África vai decorrer em São Petersburgo, realçando que a Rússia nas Nações Unidas vai "continuar a apoiar" as posições defendidas pelos próprios africanos no sentido de se encontrar soluções aos conflitos.

As nossas posições desde o princípio sobre a cooperação no domínio internacional coincidem, nós defendemos os grandes princípios da ONU, nomeadamente o princípio da não-ingerência nos assuntos internos de cada Estado e da igualdade soberana dos Estados", disse.

"Um grande passo". Polónia agradece a Scholz decisão de enviar Leopard 2

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

Depois do governante britânico, também o primeiro-ministro da Polónia, Mateusz, Mateusz Morawiecki, reagiu, esta quarta-feira, ao envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia.

“Obrigado, chanceler Olaf Scholz. A decisão de enviar Leopards para a Ucrânia é um grande passo no sentido de conter a Rússia. Juntos somos mais fortes”, escreveu na rede social Twitter.

Sublinhe-se que o governo polaco pediu, na terça-feira, formalmente autorização à Alemanha para enviar estes carros de combate para a Ucrânia no âmbito de uma pequena coligação de países que pretendem fazer o mesmo.

Pela Lituânia, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Gabrielius Landsbergis, também destacou o anúncio. “É oficial”, afirmou.

 

Sunak reage a envio de Leopard 2 pela Alemanha: “A decisão correta”

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

O primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, reagiu, esta quarta-feira, à aprovação da Alemanha sobre o envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia.  Na rede social Twitter, o governante britânico afirmou que se trata “da decisão correta dos aliados e dos amigos da NATO”. “Juntamente com os Challenger 2, irão reforçar o poder de fogo defensivo da Ucrânia”, considerou.

“Juntos, estamos a acelerar os nossos esforços para assegurar que a Ucrânia vença esta guerra e assegure uma paz duradoura”, acrescentou ainda.

 

Quase mil soldados russos morreram nas últimas 24h, diz Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

As Forças Armadas da Ucrânia revelaram, esta quarta-feira, que, nas últimas 24 horas, morreram 910 soldados russos, aumentando para 123.080 o número total desde o início da invasão russa, a 24 de fevereiro. Foram ainda destruídos 3.161 (+9) tanques e 6.307 (+23) veículos armados.

Podolyak parabeniza Zelensky, o "líder do povo livre"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

O conselheiro presidencial ucraniano Mykhailo Podolyak recorreu à rede social Twitter para dar os parabéns ao presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, que celebra esta quarta-feira o seu 45.º aniversário.

“Foi-lhe oferecida a saída do país e ele pediu armas. O mundo estava à espera para ver se a Ucrânia cairia e ele concentrou o mundo na Ucrânia. Disseram para ‘trocar os territórios pela paz’ e ele ofereceu à Rússia que abandonasse a nossa terra”, assinalou o conselheiro de Zelensky.

“Parabéns, Volodymyr Zelensky, líder do povo livre. A luz vencerá a escuridão”, acrescentou.

 

É oficial: Alemanha vai enviar 14 tanques Leopard 2 para a Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 dia

O porta-voz do governo alemão Steffen Hebestreit, confirmou, esta quarta-feira, que a Alemanha vai enviar 14 tanques Leopard 2 para a Ucrânia. Foi também autorizada a reexportação de países aliados que tenham adquirido tais tanques de combate.

“Esta decisão segue a nossa conhecida linha de apoiar a Ucrânia da melhor forma possível”, disse o chanceler, Olaf Scholz, em Berlim, citado pela Sky News. “Estamos a atuar de uma forma estreitamente coordenada a nível internacional”.

Alemanha autoriza envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia

A Alemanha autorizou o envio de carros de combate Leopard 2 de fabrico alemão para os militares ucranianos combaterem a invasão russa e aprovou os pedidos de outros países no mesmo sentido, de acordo com um porta-voz do executivo de Berlim.

Lusa | 11:05 - 25/01/2023

Grupo Wagner estará a recrutar reclusos ucranianos nas prisões russas

Lusa | há 2 dias

O grupo mercenário Wagner, ligado à presidência russa, está a recrutar reclusos ucranianos que foram transferidos para prisões russas para irem para a frente de combate, noticiou hoje o jornal The Kiev Independent.

"A Rússia está a recrutar cidadãos ucranianos presos que foram levados à força para prisões russas. Em Krasnodar, o recrutamento ativo dessas pessoas é realizado pela companhia militar privada Wagner", referiu o jornal, citando o Estado-maior do exército ucraniano.

Fragata russa treinou lançamentos de mísseis hipersónicos no Atlântico

Lusa | há 2 dias

A fragata russa Almirante Gorshkov treinou o lançamento de mísseis hipersónicos na parte ocidental do Oceano Atlântico através de uma simulação de computador, anunciou hoje o Ministério da Defesa russo. A tripulação da fragata simulou o lançamento de um míssil Zircon contra um alvo marítimo que imitava um navio inimigo e que se encontrava a uma distância de mais de 900 quilómetros, segundo o ministério de Serguei Shoigu.

Kyiv aplica sanções contra clérigos ortodoxos acusados de subversão

Lusa | há 2 dias

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, aprovou hoje a imposição de sanções contra dez representantes da Igreja Ortodoxa e um ex-deputado por alegados atos de apoio à invasão russa. A Presidência ucraniana publicou hoje no portal oficial o decreto em que aceita a decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa resaltando que a aplicação da medida vai ser levada a cabo pelo secretário do organismo.

Segundo a agência de notícias ucraniana UNIAM, entre as pessoas alvo das sanções figuram, entre outras, o vigário da Catedral da Sagrada Dormição de Kyiv, quatro bispos e o arcebispo de Rovenkyv e Sverdlovks e o ex-deputado Vadim Novinski

"Defender direitos". Lavrov compara conflito atual com guerra em Angola

Lusa | há 2 dias

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov fez hoje em Luanda uma comparação entre o conflito na Ucrânia e a guerra em Angola, numa viagem onde procurou apoio às posições de Moscovo em relação a Kyiv. Em causa, explicou o ministro russo num encontro com o seu homólogo angolano, Téte António, está o facto de Kyiv estar a prejudicar os russófonos do país, levando Moscovo a ter de intervir para proteger essa parte da população.

Exército ucraniano admite ter perdido Soledar para as tropas russas

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 dia

O exército ucraniano admitiu, esta quarta-feira, que perdeu o controlo da cidade de Soledar, na região de Donetsk, para as tropas russas.

"Após meses de combates violentos, (...) as forças armadas ucranianas abandonaram" [a cidade] para se "retirarem para posições preparadas", disse Sergey Tcherevaty, porta-voz militar do Leste da Ucrânia, à agência de notícias Agence France-Presse (AFP).

O responsável não adiantou, contudo, quando é que as tropas ucranianas se retiraram da cidade.

Tanques norte-americanos na Ucrânia? "Ardem tal como todos os outros"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

O Kremlin afirmou, esta quarta-feira, que os tanques de combate enviados à Ucrânia pelos Estados Unidos da América (EUA) irão “arder como os outros”. 

“Tenho a certeza de que muitos peritos compreendem o absurdo desta ideia. O plano é desastroso em termos de tecnologia”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, citado pela agência de notícias Reuters, acrescentando que o envio seria um desperdício de dinheiro. “Estes tanques ardem tal como todos os outros”, acrescentou.

As declarações surgem após o governo norte-americano se preparar para aprovar a entrega às Forças Armadas da Ucrânia de tanques M1 Abrams. 

 

Lavrov culpa Kyiv pela guerra, mas Angola insiste em cessar-fogo

Lusa | há 2 dias

O ministro das Relações Exteriores angolano pediu hoje ao seu homólogo russo um cessar-fogo com a Ucrânia, enquanto Lavrov, que está em Luanda, lembrou a solidariedade de Moscovo a Angola e culpou a Ucrânia pelo conflito. Téte Antonio e Serguei Lavrov encabeçam as delegações dos dois países, que mantêm hoje o primeiro encontro bilateral enquadrado na visita do chefe da diplomacia russo ao país, inserida numa série de contactos com parceiros africanos.

Num discurso que antecedeu o encontro entre as duas delegações Téte António reafirmou o compromisso no fortalecimento e aperfeiçoamento nos laços de amizade e cooperação que unem os dois países, mas falou da ameaça que o conflito russo-ucraniano representa para a paz mundial e insistiu na procura de uma solução através do diálogo

Moldova deve formar alianças militares por causa do conflito na Ucrânia

Lusa | há 2 dias

O ministro da Defesa moldavo, Anatolie Nosatii, defendeu hoje que a Moldova precisa de rever a sua estratégia militar e formar alianças para enfrentar os desafios à sua segurança resultantes da campanha militar russa na Ucrânia.

Os acontecimentos na Ucrânia obrigam-nos a repensar a nossa estratégia e a prepararmo-nos para os desafios de segurança", afirmou o ministro, em entrevista ao canal Rlive.

Nosatii lamentou que o exército - que é estimado em cerca de 6.500 soldados profissionais (mais 2.000 soldados que cumprem o serviço militar obrigatório todos os anos) - tenha recebido "pouca atenção" até agora.

General ucraniano recebe herança de um milhão e doa-a ao Exército

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

Valerii Zaluzhnyi, comandante-chefe das Forças Armadas da Ucrânia, recebeu uma herança de um milhão de dólares de um homem com cidadania ucraniana e norte-americana, Gregory Stepanets, e decidiu doar o valor aos militares ucranianos.

A informação foi confirmada pelas Forças Armadas da Ucrânia ao New York Times e ao jornal ucraniano Ukrainska Pravda. 

“Dei toda a minha às Forças Armadas. E não tinha dúvidas sobre o que fazer com a herança. A última vontade de Stepanets era, obviamente, apoiar o exército ucraniano através de mim”, disse Zaluzhnyi, em comunicado. “Agradeço a todos os que ajudam as Forças Armadas da Ucrânia. E agradeço à minha família pela sua compreensão”, acrescentou.

General ucraniano recebe herança de um milhão e doa-a ao Exército

"Dei toda a minha às Forças Armadas. E não tinha dúvidas sobre o que fazer com a herança", explicou Valerii Zaluzhnyi, comandante-chefe das Forças Armadas da Ucrânia.

Márcia Guímaro Rodrigues | 08:53 - 25/01/2023

Espanha vai enviar tanques Leopard à Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

Espanha vai enviar tanques Leopard para a Ucrânia, avançou, esta quarta-feira, o jornal espanhol El País. Segundo a publicação, Espanha está a “finalizar os detalhes” da sua contribuição, do qual fará parte um grande grupo de países da NATO.

O exército espanhol possui 108 tanques Leopard, que adquiriu à Alemanha em 1998. Destes, 53 são “viáveis”.

Zelenska declara-se a Zelensky no aniversário. "Sorris muito menos agora"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

A primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, declarou-se, esta quarta-feira, ao marido, Volodymyr Zelensky, que celebra hoje o seu 45.º aniversário

“Perguntam-me frequentemente como é que mudaste este ano. E eu respondo sempre: Ele não mudou. Ele é o mesmo. É a mesma pessoa que conheci quando tínhamos 17 anos”, começou por afirmar Zelenska, numa publicação na rede social Twitter. “Mas, na verdade, alguma coisa mudou: sorris muito menos agora”, acrescentou.

No 45.º aniversário de Volodymyr Zelensky, Olena desejou ao marido que “tenha mais razões para sorrir”, além de “saúde”. “Desejo que tenhas mais razões para sorrir. E tu sabes o que é preciso. Todos sabemos. Tu és suficientemente teimoso. Mas o principal é que tenhas saúde. Portanto, sê saudável. Quero sorrir perto de ti para sempre. Dá-me essa oportunidade”, escreveu.

Envio de armas à Ucrânia trará "mais sofrimento", alerta a Rússia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

O envio de tanques por parte do Ocidente à Ucrânia irá trazer “mais sofrimento” e “mais tensão ao continente”, alertou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov. 

“Infelizmente, mais armas da NATO irão trazer mais sofrimento para as pessoas na Ucrânia. Traz também mais tensão ao continente. Mas não pode impedir a Rússia de alcançar os nossos objetivos”, disse o responsável à CNN Internacional.

Kremlin alerta que envio de mais armas à Ucrânia trará "mais sofrimento"

Dmitry Peskov alertou ainda que o envio de armas trará também "mais tensão ao continente" europeu.

Notícias ao Minuto | 09:28 - 25/01/2023

Demissões no Governo ucraniano? São "medidas contra membros da elite"

Lusa | há 2 dias

As recentes demissões de altos responsáveis do Governo ucraniano por suspeitas de corrupção provocaram danos, mas é importante demonstrar que esse comportamento não será tolerado, disse à Lusa o investigador Arkady Moshes.

"O Governo demonstrou que está disposto a afastar essas pessoas e não em defendê-las, em julgá-las e não deixá-las sem punição, disposto a tomar medidas contra os membros da elite", indicou o académico numa entrevista à Lusa. "Na Ucrânia existe um grupo designado o 'batalhão do Mónaco', gente rica que continua a gozar a vida na Riviera francesa, em vez de lutar", precisou o diretor do programa para a Europa de leste e Rússia do Instituto Finlandês de Assuntos Internacionais (FIIA), sediado em Helsínquia.

Saiba mais aqui.

Tanques? Posição alemã não constitui "divisão estratégica" da Europa

Lusa | há 2 dias

A posição reservada da Alemanha sobre o envio dos seus tanques para a Ucrânia não constitui uma divisão estratégica da Europa e deve-se às fraturas existentes na opinião pública e Governo, afirmou à Lusa o investigador Arkady Moshes.

"A coesão não está em causa, não é uma contradição permanente. A liderança alemã tenta encontrar o que será melhor para si, a nível interno e internacional. Mas não tenta bloquear o processo, já anuiu ao desejo de fornecer os tanques Leopard 2, e isso é agora mais importante", considerou em entrevista à agência Lusa o diretor do programa para a Europa de leste e Rússia do Instituto Finlandês de Assuntos Internacionais (FIIA), sediado em Helsínquia.

Horas depois de o académico ter falado à Lusa a imprensa alemã avançou, terça-feira à tarde, que a Alemanha tinha aprovado o envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia e que estava disposta a autorizar a transferência para aquele país de pelo menos uma companhia do modelo Leopard 2A6.

NATO? Suécia e Finlândia farão o possível para aderir "em conjunto"

Lusa | há 2 dias

A Finlândia e a Suécia pretendem aderir em conjunto à NATO mas não se pode excluir uma adesão em separado ou aguardar pelo resultado das eleições turcas em maio, disse à Lusa o investigador Arkady Moshes.

Existe um consenso de que por motivos políticos, militares, logísticos, técnicos, faria sentido uma adesão em conjunto. Se o preço consistir em esperar até às eleições na Turquia em maio, sem problema, porque até esse período as garantias de britânicos e norte-americanos vão permanecer em força", indicou em entrevista à agência Lusa o diretor do programa para a Europa de leste e Rússia do Instituto Finlandês de Assuntos Internacionais (FIIA), sediado em Helsínquia.

Escassez de recursos? EUA prontos para enfrentar ameaças, diz Pentágono

Lusa | há 2 dias

O Pentágono garantiu hoje que tem capacidade para responder às ameaças que possam surgir no mundo, apesar de um relatório divulgado recentemente indicar que os recursos atualmente disponíveis nos EUA não seriam suficientes para enfrentar uma guerra.

O porta-voz do Departamento de Defesa, Pat Ryder, assegurou durante uma conferência de imprensa que o Pentágono não fará nada que possa afetar o seu nível de preparação ou capacidade para responder aos requisitos de segurança nacional.

Senadores dos EUA pedem envio de tanques a Kyiv "o mais rápido possível"

Lusa | há 2 dias

Senadores democratas e republicanos dos Estados Unidos instaram hoje a Alemanha a entregar "o mais rápido possível" os seus tanques Leopard 2 à Ucrânia, sublinhando que se trata de um momento crucial no campo de batalha. Para o senador republicano Lindsey Graham, os tanques Leopard, de fabrico alemão, "podem ser decisivos" no combate das forças de Kiev contra a invasão russa.

Encontros bilaterais marcam visita de trabalho de Serguei Lavrov a Angola

Lusa | há 2 dias

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, inicia hoje uma visita de trabalho a Angola, onde chegou terça-feira à noite, para se encontrar com o seu homólogo, Téte António, e o Presidente angolano, João Lourenço. O chefe da diplomacia russa, acompanhado da sua delegação, vai encontrar-se de manhã com o ministro das Relações Exteriores, Téte António, seguindo depois para uma audiência com o chefe de Estado angolano, João Lourenço.

Segundo o programa distribuído, às 12h30, o ministro russo visita o Memorial Dr. António Agostinho Neto, bem como o jazigo do ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos, que morreu em 8 de julho do ano passado.

Encontros bilaterais marcam visita de trabalho de Serguei Lavrov a Angola

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov inicia hoje uma visita de trabalho a Angola, onde chegou terça-feira à noite, para se encontrar com o seu homólogo, Téte António, e o Presidente angolano, João Lourenço.

Lusa | 06:32 - 25/01/2023

Ajuda à Ucrânia? "É uma ideia que tem apoio bipartidário", diz Biden

Lusa | há 2 dias

O presidente norte-americano, Joe Biden, reuniu-se na terça-feira com líderes Democratas na Casa Branca, onde abordou a continuidade do apoio à Ucrânia, num momento em que os Republicanos têm manifestado oposição a esse auxílio.

"Vamos novamente falar sobre continuar o nosso apoio à Ucrânia. É uma ideia que tem apoio bipartidário", avaliou Biden, sem demonstrar preocupação com as declarações de alguns líderes Republicanos, que prometeram impor limites à ajuda a Kiev assim que recuperaram o controlo da Câmara dos Representantes nas eleições intercalares de novembro.

Para recordar...

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

Bom dia!

Márcia Guímaro Rodrigues | há 2 dias

Bom dia! Começamos aqui um novo acompanhamento AO MINUTO da guerra na Ucrânia. Poderá recordar o que aconteceu na terça-feira no registo abaixo.

AO MINUTO: "Defesa russa é das melhores"; Britânicos mortos em Soledar

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra.

Notícias ao Minuto | 07:41 - 24/01/2023

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório