Meteorologia

  • 03 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 5º MÁX 17º

AO MINUTO: "Defesa russa é das melhores"; Britânicos mortos em Soledar

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra.

AO MINUTO: "Defesa russa é das melhores"; Britânicos mortos em Soledar
Notícias ao Minuto

07:41 - 24/01/23 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, anunciou, no seu discurso habitual noturno de segunda-feira, que serão realizadas mudanças de pessoal do governo, após acusações de corrupção.

O líder ucraniano não identificou os funcionários que serão substituídos, mas, na manhã desta terça-feira, já 'rolou' a primeira cabeça, com a demissão do vice-chefe do gabinete da presidência, Kyrylo Tymoshenko.

O envio de tanques Leopard 2 é outro dos temas que marca a invasão russa na Ucrânia, por esta altura. A Polónia vai pedir autorização à Alemanha para enviar os seus veículos para a Ucrânia, declarou o primeiro-ministro polaco, que não especificou quando será feito o pedido. Mateusz Morawiecki sublinhou, no entanto, que mesmo que não haja a permissão da Alemanha, Varsóvia tomará as suas próprias decisões.

Fim de cobertura

Daniela Filipe | há 1 semana

Boa noite. Damos como terminada esta cobertura AO MINUTO sobre a guerra na Ucrânia. Estaremos de regresso na quarta-feira, num novo registo. Obrigada, desde já, por ter estado desse lado.

TEDH condena Rússia em dois casos por violações dos direitos humanos

Lusa | há 1 semana

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) condenou hoje a Rússia em dois casos, por atos de tortura contra um cidadão russo residente na Chechénia e por violações de direitos humanos contra uma família de jornalistas.

Como os factos ocorreram antes da expulsão da Rússia do Conselho da Europa, em março de 2022, o tribunal sedeado na cidade francesa de Estrasburgo considerou-se competente para julgar os casos.

Ações contra corrupção são necessárias para "aproximação" à Europa

Lusa | há 1 semana

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, realçou esta terça-feira que as remodelações no seu governo, ligadas a casos de corrupção, são necessárias para a "aproximação às instituições europeias", garantindo que continuará a "tomar as medidas adequadas".

"Quaisquer questões internas que atrapalhem o Estado estão a ser removidas e continuarão a ser removidas. É justo, é necessário para a nossa defesa e ajuda na nossa aproximação às instituições europeias", sublinhou o chefe de Estado ucraniano no seu discurso noturno diário dirigido à nação.

CIA e Zelensky discutem assassinato de líder do Grupo Wagner? "Boa ideia"

Daniela Filipe | há 1 semana

O diretor da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), William Burns, e o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, terão discutido o assassinato de Yevgeny Prigozhin, líder do Grupo Wagner, durante o encontro que ocorreu há cerca de duas semanas, na capital ucraniana. O responsável pela milícia militar reagiu, esta terça-feira, a estas informações, avançadas pelos meios de comunicação russos, ironizando que, a ser verdade, trata-se de “uma ideia muito boa”.

"Sim, estou a par. É uma ideia muito boa. Concordo que está na hora de liquidar Prigozhin. Caso entrem em contacto comigo, certamente ajudarei”, lançou o oligarca, na rede social Telegram.

Leia a história na íntegra aqui.

Dois britânicos mortos durante "operação humanitária" em Soledar

Lusa | há 1 semana

Dois britânicos que se deslocaram para a Ucrânia como voluntários foram mortos durante uma tentativa de "retirada humanitária" na cidade de Soledar, palco de confrontos intensos entre as forças russas e ucranianas, revelou hoje uma das famílias.

"É com muita tristeza que anunciamos que o nosso amado Chrissy foi morto ao lado do seu colega Andrew Bagshaw, enquanto tentavam realizar uma retirada humanitária em Soledar", no leste da Ucrânia, adiantou a família de Christopher Parry em comunicado divulgado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico.

Guerra na Ucrânia provou que "defesa aérea russa é das melhores do mundo"

Notícias ao Minuto | há 1 semana

Na ótica do presidente russo, Vladimir Putin, o conflito com a Ucrânia permitiu evidenciar que o sistema de defesa aérea da Rússia é dos “melhores do mundo”, assim como que a produção de armamento do país é comparável com outras nações a nível mundial.

"O combate prático mostrou que a defesa aérea da Rússia é uma das melhores do mundo", disse o chefe de Estado, esta terça-feira, à margem de um encontro com o governador da região de Belgorod, Vyacheslav Gladkov.

Leia aqui o artigo na íntegra.

EUA elogiam "compromisso" de Zelensky contra a corrupção no seu país

Lusa | há 1 semana

Os Estados Unidos elogiaram hoje o "compromisso" do Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, contra a corrupção no seu país, depois da saída de vários membros do governo envolvidos em casos polémicos.

"O povo ucraniano quer um governo transparente. Saudamos as ações rápidas e decisivas do presidente Zelensky, bem como a vigilância exercida pelos 'media' e pela sociedade civil", sublinhou o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, na conferência de imprensa diária.

África está "a ganhar proeminência" e "Rússia procura apoios"

Lusa | há 1 semana

África está a tornar-se proeminente a nível mundial e a Rússia procurar garantir apoios ou neutralidade destes países, disse hoje à Lusa um especialista em relações internacionais, a propósito da visita do chefe da diplomacia russa a Angola.

O continente africano tem estado nos últimos tempos no centro da diplomacia internacional: em dezembro do ano passado realizou-se a cimeira EUA-África, na qual Joe Biden recebeu vários líderes africanos, incluindo João Lourenço, em janeiro houve um périplo africano do recém-empossado ministro das Relações Exteriores chinês, Qin Gang, e é agora a vez do responsável russo, Serguei Lavrov.

Jogos olímpicos em Paris? "Insisti que atletas russos não participem"

Lusa | há 1 semana

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, exultou, esta terça-feira, o seu homólogo francês, Emmanuel Macron, a não permitir desportistas russos nos Jogos Olímpicos Paris2024, em virtude da invasão militar que dura há 11 meses.

"Insisti particularmente para que os atletas russos não participem nas olimpíadas de Paris", vincou o governante, na rede social Telegram, depois de uma conversa telefónica com Macron.

Suécia diz que quer voltar a negociar com Turquia a adesão à NATO

Lusa | há 1 semana

A Suécia quer voltar ao diálogo com a Turquia para Ancara dar 'luz verde' à adesão do país nórdico à NATO, anunciou hoje o primeiro-ministro sueco, Ulf Kristersson.

"Quero renovar o trabalho de diálogo com a Turquia", disse Ulf Kristersson, criticando os "provocadores" que tentam desestabilizar a candidatura sueca e apelando à "calma" face a uma situação "grave".

A candidatura sueca ficou este fim de semana num impasse, após várias manifestações anti-turcas em Estocolmo, onde uma cópia do Alcorão foi queimada, o que levou Ancara a dizer que não daria a aprovação da adesão da Suécia à NATO, cujo pedido foi apresentado juntamente com o da Finlândia.

EUA preparam-se para aprovar envio de tanques M1 Abrams

Lusa | há 1 semana

O governo norte-americano está prestes a aprovar a entrega às forças armadas da Ucrânia de tanques M1 Abrams, adiantaram hoje autoridades dos EUA, enquanto os aliados debatem o envio deste tipo de equipamento militar.

A decisão, que a confirmar-se representa uma mudança de planos por parte da administração de Joe Biden sobre estes tanques de guerra de fabrico norte-americano, pode ser anunciada esta quarta-feira, embora possa levar meses ou anos até que os M1 Abrams sejam entregues, noticiou a agência Associated Press (AP).

Vinte e cinco mortos na região russa de Belgorod desde início da invasão

Lusa | há 1 semana

Pelo menos 25 pessoas morreram e quase 100 ficaram feridas nos ataques ucranianos na região fronteiriça russa de Belgorod desde o início da ofensiva militar de Moscovo na Ucrânia, em fevereiro de 2022, anunciou hoje o governador local.

"A Ucrânia, o inimigo, está a bombardear aldeias pacíficas. Temos 25 pessoas mortas e 96 feridas", disse Vyacheslav Gladkov ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin, numa entrevista transmitida pela televisão estatal russa, a partir de Belgorod, cidade situada a 40 quilómetros a norte da fronteira com o território ucraniano.

Finlândia oferece-se para treinar ucranianos a usarem tanques Leopard

Lusa | há 1 semana

O presidente finlandês, numa visita surpresa a Kyiv, sugeriu hoje que sejam usadas as capacidades significativas do seu país para treinar soldados ucranianos a usar tanques Leopard 2, pedidos insistentemente pela Ucrânia a vários países, nomeadamente à Alemanha.

"Existem várias possibilidades sobre o papel da Finlândia", disse o Presidente Sauli Niinistö numa conferência de imprensa com o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, prometendo que Helsínquia será "construtiva" no quadro da discussão em curso na Europa sobre a possibilidade de vários países enviarem para a Ucrânia este tipo material de guerra.

ONU insiste na necessidade de criar zona de exclusão em Zaporíjia

Lusa | há 1 semana

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) insistiu hoje na necessidade de criar uma área de exclusão de atividades militares à volta da central nuclear ucraniana de Zaporíjia, sob pena de ocorrer um acidente de proporções catastróficas.

"A necessidade de criar uma zona de proteção [à volta da central nuclear] é cada vez mais urgente e necessária (...) que exclua esta instalação das atividades militares", sustentou Rafael Grossi, numa conferência de imprensa em Bruxelas, a propósito da situação na central nuclear de Zaporíjia (sul da Ucrânia), a maior da Europa e militarmente ocupada pela Rússia.

Alemanha dá 'luz verde' ao envio de tanques Leopard 2

Daniela Filipe | há 1 semana

A Alemanha decidiu, esta terça-feira, favoravelmente quanto ao envio de tanques Leopard 2 à Ucrânia, segundo avança o jornal Der Spiegel.

O mesmo meio adianta que o país deu 'luz verde' ao envio deste armamento por parte de outros países aliados, depois de a Polónia ter apresentado um pedido formal para o efeito, também esta terça-feira.

Ucrânia. Alemanha envia e autoriza envio de tanques Leopard

A Alemanha aprovou o envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia e está disposta a autorizar a transferência para aquele país de pelo menos uma companhia do modelo Leopard 2A6, avançou hoje o semanário alemão Der Spiegel.

Lusa | 18:45 - 24/01/2023

Rússia reúne-se durante três horas com a UEFA e recebe um rotundo 'não'

Notícias ao Minuto | há 1 semana

O vice-presidente da Federação Russa de Futebol (RFU), Aleksandr Alaev, reuniu-se, esta terça-feira, durante cerca de três horas com o Comité Executivo da UEFA, em Nyon, na Suíça, para discutir o eventual regresso das equipas e seleções do país às competições europeias.

No entanto, de acordo com a agência noticiosa Associated Press, não terão sido concretizados quaisquer tipos de avanços nesse sentido, uma vez que o organismo que rege o futebol do Velho Continente não tem qualquer intenção de voltar atrás na decisão inicial.

Itália aprova prolongar envio de armas para a Ucrânia durante 2023

Lusa | há 1 semana

O parlamento italiano aprovou hoje a prorrogação durante 2023 do envio de material militar para a Ucrânia poder defender-se da ofensiva russa, após validar o decreto-lei aprovado em dezembro passado pelo Governo da primeira-ministra Giorgia Meloni.

A Câmara de Deputados deu 'luz verde' ao decreto com 215 votos a favor e 46 contra, do Movimento Cinco Estrelas (M5S), da Aliança Verde-Esquerda e do deputado Paolo Ciani, do progressista Partido Democrata (PD), que não seguiu a linha de voto da sua formação, segundo a imprensa italiana.

Cravinho afasta dúvidas sobre o lado que Portugal toma na guerra

Lusa | há 1 semana

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou hoje que a "invasão ilegal e injustificada da Ucrânia pela Rússia" é o "facto fundamental que domina a vida internacional" e Portugal deve manter o apoio a Kyiv, o que classificou como consensual.

"Esta invasão rompeu com os princípios fundamentais do direito e da ordem internacional, como os constantes na Carta das Nações Unidas ou do Memorando de Budapeste de 1994, em que a Rússia reconhece as fronteiras da Ucrânia. Representa um verdadeiro terramoto no sistema internacional, nas relações entre países, na economia internacional, na segurança alimentar", afirmou João Gomes Cravinho na sua intervenção inicial em sede da Comissão Parlamentar dos Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas.

Para Cravinho, este é um momento em que não se pode ter "dúvidas sobre de que lado Portugal se encontra, e é com orgulho que vemos as sondagens de opinião que mostram claramente que a esmagadora maioria de portugueses não tem dúvidas".

'Relógio do Apocalipse' mais próximo do que nunca da meia-noite

Daniela Filipe | há 1 semana

O 'Relógio do Apocalipse' nunca esteve tão perto da meia-noite. O 'fim da humanidade' está a apenas 90 segundos, depois da atualização anunciada esta terça-feira pelo Science and Security Board of the Bulletin of the Atomic Scientists.

Desde 2020 que este relógio metafórico que avalia o perigo das ameaças criadas pela humanidade estava nos 100 segundos para a 'meia-noite'.

Contudo, a guerra na Ucrânia e as ameaças nucleares consequentes, assim como a crise climática, as ameaças biológicas como a Covid-19, e a desinformação associada a tecnologias disruptivas levaram a que os especialistas por detrás deste mecanismo o avançassem 10 segundos, colocando-nos mais perto do que nunca do 'apocalipse'.

Leia a história completa aqui.

"Quero desapontá-los". Medvedev diz que Rússia tem "armas suficientes"

Notícias ao Minuto | há 1 semana

Perante as informações divulgadas por parte dos aliados da Ucrânia, que davam conta de que Moscovo se encontrava no seio de uma escassez de armamento e de munições, o antigo presidente e atual vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, assegurou, esta terça-feira, que o país tem “o suficiente” neste campo.

“Os nossos oponentes estão a assistir, e periodicamente fazem declarações de que não temos isto ou aquilo... Quero desapontá-los. Temos o suficiente de tudo”, disse, no âmbito de uma visita a uma fábrica da empresa Kalashnikov, em Izhevsk, a leste de Moscovo.

Bruxelas propõe mais 145 milhões em apoio macrofinanceiro à Moldova

Lusa | há 1 semana

A Comissão Europeia propôs hoje aumentar em 145 milhões de euros a assistência macrofinanceira em curso à Moldova, para ajudar o país a fazer face às consequências da guerra na vizinha Ucrânia.

Uma vez aprovada formalmente esta proposta do executivo comunitário pelo Conselho e pelo Parlamento Europeu, o montante total do atual pacote de ajuda macrofinanceira da UE à Moldova em curso ascenderá assim a 295 milhões de euros.

Zelensky pede que Bielorrússia não entre em guerra "vergonhosa"

Lusa | há 1 semana

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, garantiu hoje que Kyiv nunca teve a intenção de atacar a Bielorrússia, apelando a que o país-vizinho não entre numa guerra "absolutamente vergonhosa" ao lado do invasor russo.

Segundo a agência noticiosa bielorrussa Belta, o Presidente ucraniano reagia às declarações do homólogo bielorrusso, Alexander Lukashenko, que sugeriu que a Ucrânia continua a treinar "militares e extremistas", ao mesmo tempo que "sugere a assinatura de um pacto de não-agressão".

"Não temos a intenção de atacar a Bielorrússia. Este é o principal sinal que todo o povo ucraniano envia ao povo bielorrusso", disse Zelensky, que apelou ao país vizinho para "não perder a independência" .

Polónia espera autorização rápida da Alemanha para tanques Leopard 2

Lusa | há 1 semana

A Polónia disse hoje que espera "uma resposta rápida" da Alemanha para entregar os tanques Leopard 2 à Ucrânia, com Berlim a garantir, momentos depois, que vai analisar o pedido polaco "com a devida urgência".

"Espero que a resposta dos alemães venha rapidamente desta vez, porque os alemães estão a atrasar-se, procrastinando, agindo de uma forma que é difícil de entender", lamentou o primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki.

Putin admite escassez de medicamentos e aumento de preços

Lusa | há 1 semana

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, admitiu hoje que as farmácias russas registam escassez de alguns medicamentos e que os preços destes bens aumentaram apesar de o país ter passado a produzir mais medicamentos próprios.

"Ultimamente, os preços de alguns medicamentos têm crescido no nosso país e sente-se alguma escassez, apesar de estarmos a assistir a um aumento da produção de produtos farmacêuticos", disse o chefe do Kremlin (presidência russa) numa reunião com membros do Governo.

Presidente finlandês visita Ucrânia. O vídeo de Niinistö com Zelensky

Notícias ao Minuto | há 1 semana

Sauli Niinistö, o presidente finlandês, está, esta terça-feira, de visita a Kyiv, a capital da Ucrânia, onde já se encontrou com o homólogo, Volodymyr Zelensky. E há vídeo do momento - que pode ver em baixo. 

Recorde-se que, hoje, o ministro dos Negócios Estrangeiros finlandês, Pekka Haavisto, referiu que a Finlândia deve considerar a hipótese de aderir à NATO sem a Suécia, depois de o presidente da Turquia ter excluído o apoio de Ancara à candidatura sueca. A adesão conjunta dos dois países nórdicos é a "primeira opção", mas "nós devemos avaliar a situação" caso "alguma coisa venha a impedir a Suécia de avançar", disse o chefe da diplomacia finlandesa à televisão pública Yle.

Comissão Europeia acusa Moscovo de continuar repressão a vozes críticas

Lusa | há 1 semana

A Comissão Europeia considerou hoje que a declaração como "indesejável" da Fundação Andrei Sakharov por parte do Kremlin está em linha com a "operação de repressão contra qualquer voz crítica e independente" na Rússia.

Saiba mais aqui.

Estado-Maior russo reitera críticas ao "expansionismo" da NATO

Lusa | há 1 semana

O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, Valeri Gerasimov, acusou hoje a NATO de expansionismo , que juntamente com a guerra híbrida levada a cabo pela Ucrânia "são ameaças graves para a segurança militar russa". 

Estado-Maior russo reitera críticas ao "expansionismo" da NATO

O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, Valeri Gerasimov, acusou hoje a NATO de expansionismo , que juntamente com a guerra híbrida levada a cabo pela Ucrânia "são ameaças graves para a segurança militar russa". 

Lusa | 13:05 - 24/01/2023

Alerta de ataque aéreo na Ucrânia

Daniela Carrilho | há 1 semana

As sirenes estão a soar em todo o país, colocando os ucranianos em alerta mais uma vez. A informação é avançada pelo editor geral do New Voice of Ukraine, Euan MacDonald, no Twitter.

Confirmada demissão de cinco governadores regionais

Ema Gil Pires | há 1 semana

Oleg Nemchinov, ministro dos Assuntos de Gabinete da Ucrânia, confirmou por via da rede social Telegram uma informação inicialmente avançada pela emissora estatal da Ucrânia, a Suspilne, que dava conta de que os chefes da administração de cinco regiões ucranianas - Dnipropetrovsk, Zaporíjia, Kyiv, Sumy e Kherson - tinham sido demitidos.

São eles, respetivamente, Valentyn Reznichenko, Oleksandra Starukha, Oleksiy Kuleba, Dymtro Zhivytsky e Yaroslav Yanushevich.

Também o vice-ministro da Política Social, Vitaliy Muzychenko, foi afastado do cargo. Oleksiy Sobolev, por sua vez, foi designado vice-ministro da Economia.

As decisões terão sido tomadas na sequência de uma reunião do gabinete presidencial, que decorreu esta terça-feira.

'Todos' querem enviar tanques Leopard-2 para a Ucrânia. Mas o que são?

Notícias ao Minuto | há 1 semana

Vários países europeus - onde Portugal se inclui - já mostraram disponibilidade para enviar tanques Leopard-2 para a frente de batalha na Ucrânia. A decisão da ida deste equipamento militar para o país liderado por Volodymyr Zelensky está dependente da 'luz verde' da Alemanha - a detentora das "licenças correspondentes", que ainda não chegou.

Mas, afinal, o que são os tanques Leopard-2? Recorde aqui:

'Todos' querem enviar tanques Leopard-2 para a Ucrânia. Mas o que são?

Leopard-2 têm mais rapidez e "pontaria de última geração". Alemanha tem de dar o 'ok' para que os países possam enviá-los para a Ucrânia mas, até ao momento, o impasse ainda não foi resolvido.

Notícias ao Minuto com Lusa | 16:52 - 20/01/2023

Rússia avisa que envio de tanques vai afetar relações com Alemanha

Lusa | há 1 semana

A entrega a Kyiv dos carros de combate 'Leopard' vai afetar as relações russo-alemãs, avisou hoje a presidência russa (Kremlin), depois de a Polónia ter formalizado um pedido à Alemanha para enviar os veículos.

Rússia avisa que envio de tanques vai afetar relações com Alemanha

A entrega a Kyiv dos carros de combate 'Leopard' vai afetar as relações russo-alemãs, avisou hoje a presidência russa (Kremlin), depois de a Polónia ter formalizado um pedido à Alemanha para enviar os veículos.

Lusa | 11:13 - 24/01/2023

Cinco governadores regionais já foram demitidos, avança TV estatal

Daniela Carrilho | há 1 semana

A emissora estatal da Ucrânia Suspilne está a avançar, no Telegram, que os chefes de administração de cinco regiões ucranianas - Dnipropetrovsk, Zaporíjia, Kyiv, Sumy e Kherson - foram demitidos.

Para já, estas saídas ainda não foram confirmadas nem pelo governo, nem pelos próprios.

Corrupção no governo da Ucrânia. Demitem-se mais dois ministros adjuntos

Daniela Carrilho | há 1 semana

O escândalo de corrupção que envolve o governo da Ucrânia já fez mais duas 'vítimas'.

Dois ministros adjuntos do Ministério de Desenvolvimento de Comunidades e Territórios da Ucrânia demitiram-se, ao final da manhã desta terça-feira, na sequência da saída de altos funcionários do governo, anunciada pelo presidente Volodymyr Zelensky.

Vyacheslav Negoda e Ivan Lukerya confirmaram a saída nas suas páginas do Facebook.

"Todo o negócio importante tem a sua própria maratona e equipa, a sua própria e chegada e largada. Hoje quero agradecer a todos com quem superamos obstáculos para mudar/melhorar a vida nas comunidades e fortalecer o país. Foi difícil, mas quebramos padrões, convencidos porque acreditávamos no sucesso", afirmou Negoda, reforçando que o mais importante é a "vitória da Ucrânia".

Por sua vez, Lukerya revelou que a decisão foi tomada "no início do ano". "Por circunstâncias políticas e burocráticas, a formalização legal coincidiu com esta semana. Infelizmente", afirmou, agradecendo a todos os "colegas e parceiros".

Ucrânia propôs pacto de não agressão com a Bielorrússia, diz Lukashenko

Daniela Carrilho | há 1 semana

O líder bielorrusso Alexander Lukashenko disse, na terça-feira, que a Ucrânia propôs um pacto de não agressão com o seu país, reporta a agência de notícias estatal Belta.

O presidente da Bielorrússia terá criticado o Ocidente, reporta a Reuters, por enviar armamento aos militares ucranianos, que poderiam potencialmente desestabilizar a situação na Bielorrússia.

Recorde-se que a Rússia usou a Bielorrússia como 'trampolim' em fevereiro de 2022, quando lançou a sua ofensiva contra a Ucrânia, na tentativa (falhada) de capturar Kyiv. Os dois países realizaram exercícios militares conjuntos.

Bielorrússia acusa Ucrânia de treinar extremistas

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, acusou hoje a Ucrânia de estar a preparar extremistas para atuar no território bielorrusso, ao mesmo tempo que propôs um pacto de não-agressão a Minsk.

Lusa | 12:55 - 24/01/2023

Tanques Leopard? Aliados podem começar a "treinar as forças ucranianas"

Daniela Carrilho | há 1 semana

O ministro da Defesa da Alemanha afirmou, esta terça-feira, após a reunião com o secretário-geral da NATO, que os aliados devem começar a treinar as forças ucranianas no uso de tanques Leopard, embora ainda esteja pendente uma decisão de Berlim sobre a permissão da entrega de armamentos a Kyiv.

"Encorajei expressamente os países parceiros que têm tanques Leopard prontos para serem destacados para treinar as forças ucranianas nesses tanques", referiu Boris Pistorius.

Mudanças no governo? Podolyak diz que são resposta à "demanda pública"

Daniela Carrilho | há 1 semana

A mudança de Volodymyr Zelensky nos altos escalões do país é uma resposta a uma "demanda pública" por “justiça”, afirmou o assessor do presidente ucraniano, Mykhailo Podolyak.

"As decisões de pessoal de Zelensky testemunham as principais prioridades do estado... Sem 'olhos cegos'. Durante a guerra, todos devem entender a sua responsabilidade. O presidente vê e ouve a sociedade. E ele responde diretamente a uma demanda pública fundamental – justiça para todos", escreveu numa publicação na rede social Twitter.

Podolyak reagiu, desta forma, contra suspeitas de corrupção, depois do presidente Zelensky anunciar que iriam haver "mudanças nos cargos do governo".

Alemanha recebeu pedido oficial da Polónia para envio dos tanques Leopard

Daniela Carrilho | há 1 semana

A Alemanha recebeu agora o pedido oficial da Polónia para enviar tanques Leopard 2 para a Ucrânia, avançou o ministro da Defesa polonês, Mariusz Blaszczak, numa publicação no Twitter.

"Os alemães já receberam o nosso pedido de consentimento para a transferência dos tanques Leopard 2 para a Ucrânia. Apelo também ao lado alemão para se juntar à coligação de países que apoiam a Ucrânia com tanques Leopard 2. Esta é a nossa causa comum, porque se trata da segurança de toda a Europa", pode ler-se.

Os alemães já receberam nosso pedido de consentimento para a transferência dos tanques Leopard 2 para a Ucrânia. Apelo também ao lado alemão para se juntar à coligação de países que apoiam a Ucrânia com tanques Leopard 2. Esta é a nossa causa comum, porque se trata da segurança de toda a Europa!

A decisão é o culminar de semanas a pressionar o chanceler Olaf Scholz a abandonar a sua abordagem cautelosa para entregar os veículos militares.

"Em breve". Stoltenberg confiante com o envio de tanques alemães

Daniela Carrilho | há 1 semana

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, está confiante de que a aliança vai encontrar uma solução para a entrega de tanques de guerra à Ucrânia.

"Neste momento crucial da guerra, devemos fornecer sistemas mais pesados ​​e avançados para a Ucrânia e devemos fazê-lo mais rápido. Portanto, saúdo a nossa discussão de hoje. Discutimos a questão dos tanques de batalha. As reuniões entre os aliados vão continuar e estou confiante de que teremos uma solução em breve", disse o representante da NATO, esta terça-feira, em declarações aos jornalistas, ao lado do ministro da Defesa alemão, Boris Pistorius, após uma reunião entre os dois.

Camião cheio de caixões 'por estrear' avistado em região ucraniana

Notícias ao Minuto | há 1 semana

A captação sugere o elevado número de baixas que se estarão a registar na região, devido às batalhas entre as tropas russas e ucranianas na cidade ucraniana de Khrustalnyi, na região de Lugansk, atualmente ocupada pelas tropas russas.

Veja o vídeo:

Vídeo. Camião cheio de caixões 'por estrear' avistado em região ucraniana

A captação sugere o elevado número de baixas que se estarão a registar na reunião, devido às batalhas entre as tropas russas e ucranianas no local.

Notícias ao Minuto | 09:15 - 24/01/2023

Secretário-geral da NATO e ministro da Defesa alemão reúnem-se esta terça

Daniela Carrilho | há 1 semana

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, e o ministro da Defesa alemão, Boris Pistorius, reúnem-se esta terça-feira, em Berlim, numa altura em que o tema 'quente' em cima da mesa é o envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia.

Segundo a correspondente da Sky News, que está na capital alemã, a Alemanha vai debater o envio, ou não, destes veículos de combate e se vai permitir aos aliados que façam o envio dos tanques para a Ucrânia.

Procurador-geral adjunto da Ucrânia afastado do cargo

Daniela Carrilho | há 1 semana

O procurador-geral adjunto da Ucrânia, Oleksiy Symonenko, foi destituído do seu cargo durante uma mudança de altos funcionários, que irá ocorrer durante esta terça-feira, informou o gabinete do procurador-geral.

De acordo com a agência Reuters, não foram avançados motivos para a decisão, mas terá sido "de acordo com o seu próprio desejo".

O vice-chefe do gabinete presidencial, Kyrylo Tymoshenko, e o vice-ministro da Defesa, Vyacheslav Shapovalov, demitiram-se dos seus cargos na manhã de hoje, depois de a Ucrânia se ver envolvida num escândalo de corrupção dentro do seu governo.

Nova demissão na Ucrânia: Ministro adjunto da Defesa de saída do governo

Daniela Carrilho | há 1 semana

O ministro adjunto da Defesa da Ucrânia, Vyacheslav Shapovalov, demitiu-se, avança a agência Reuters, depois das acusações de corrupção, avançadas por um jornal local. que visavam o fornecimento de alimentos e equipamentos às tropas ucranianas.

Apesar de Shapovalov ter considerado estas acusações infundadas, acabou por sair do cargo. Uma declaração no site do Ministério da Defesa afirma que a sua demissão foi "uma ação digna" que ajudaria a manter a confiança no ministério, reporta a Reuters.

Kyiv constrói "linhas de defesa" antes de possível ofensiva russa

Daniela Carrilho | há 1 semana

s autoridades ucranianas têm vindo a alertar, há algum tempo, para o facto de Moscovo estar a preparar uma nova ofensiva contra a Ucrânia, a partir do território bielorrusso. 

Dada a localização geográfica, novos ataques poderiam ter como alvo a capital, Kyiv, tendo a cidade começado a construir defesas adicionais.

“Continua a instalação e disposição de estruturas nos prováveis ​​caminhos do avanço do inimigo. Além disso, está em andamento o processo de montar abrigos para proteção pessoal. Para isso, são utilizadas estruturas de betão, que são instaladas abaixo do nível da superfície do solo - com o objetivo de preservar ao máximo a vida dos militares”, escreveu o tenente-general Oleksandr Pavlyuk, comandante da defesa de Kyiv, numa publicação no Telegram, onde mostra os equipamentos que estão a ser construídos nas linhas de defesa.

Veículos de combate ocidentais a caminho da Ucrânia

Notícias ao Minuto | há 1 semana

Um vídeo partilhado pela agência bielorrussa Nexta, na rede social Twitter, dá conta do envio, por via ferroviária, de vários veículos de combate Bradley, criados e produzidos nos Estados Unidos e geralmente associados ao Exército norte-americano.

Apesar de os parceiros ocidentais não terem ainda cedido no envio dos tão desejados tanques pesados, países como França, Alemanha e Estados Unidos prometeram disponibilizar, às tropas ucranianas, vários veículos blindados de combate.

Veículos de combate ocidentais a caminho da Ucrânia. Veja o vídeo

Em causa estão veículos de combate Bradley, anteriormente prometidos pelos Estados Unidos para ajudar Kyiv a combater a invasão russa.

Notícias ao Minuto | 07:57 - 24/01/2023

Região de Donetsk bombardeada. Três civis morreram

Daniela Carrilho | há 1 semana

Os ataques russos de segunda-feira fizeram mais vítimas em Novopokrovsky, Paraskoviivka e Chasovoy Yar, na região de Donetsk.

De acordo com o governador da região, Pavlo Kyrylenko, os bombardeamentos fizeram três mortos e três feridos entre civis.

"Atualmente, é impossível estabelecer o número exato de vítimas em Mariupol e Volnovas", acrescentou o governante numa publicação no Telegram.

Vice-chefe do gabinete de Zelensky apresenta demissão

Daniela Carrilho | há 1 semana

O vice-chefe do gabinete da presidência, Kyrylo Tymoshenko, anunciou a sua demissão, horas depois do presidente ucraniano deixar claro que demitiria alguns dos seus principais funcionários por suspeitas de corrupção.

"Agradeço ao presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pela confiança e pela oportunidade de fazer boas ações todos os dias e a todos os minutos", agradece Tymoshenko, numa publicação na rede social Telegram.

Na mensagem de despedida, agradeceu ainda aos chefes das administrações militares regionais, às forças armadas e à sua esposa e filho. 

Para recordar

Daniela Carrilho | há 1 semana

Início de cobertura

Daniela Carrilho | há 1 semana

Bom dia! Começamos aqui um novo acompanhamento AO MINUTO da guerra na Ucrânia. Poderá recordar o que aconteceu na segunda-feira no registo abaixo.

AO MINUTO: Kyiv sanciona 22 russos; Ucrânia usada com arma da NATO?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra.

Notícias ao Minuto | 08:23 - 23/01/2023

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório