Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 30º

Itália recomenda à NATO "atenção adequada" à "frente sul" da aliança

O Conselho Supremo de Defesa de Itália sublinhou hoje a importância da NATO prestar "atenção adequada" à "frente sul" da Aliança Atlântica, perante os desafios no Mediterrâneo ou a crescente influência da Rússia no Sahel, Balcãs ou Médio Oriente.

Itália recomenda à NATO "atenção adequada" à "frente sul" da aliança
Notícias ao Minuto

21:03 - 17/01/23 por Lusa

Mundo NATO

No final da reunião, onde participaram o Presidente italiano, Sergio Mattarella, e a primeira-ministra, Giorgia Meloni, este conselho sublinhou, em comunicado, que concordou "com a importância da NATO [Organização do Tratado do Atlântico Norte] prestar atenção adequada também à frente sul da aliança".

"O Conselho refletiu sobre as iniciativas que a Itália empreendeu até agora no âmbito da União Europeia ou em colaboração com outros países europeus da costa sul para enfrentar os desafios do Mediterrâneo de maneira coordenada", acrescentou a nota.

A Líbia, o Sahel, os Balcãs e o Médio Oriente foram os pontos de "importância estratégica" apontados pela Defesa italiana, especialmente frágeis devido à "posição de poder" que a Rússia vai adquirindo na zona.

Uma presença que, segundo o governo italiano, está "a agravar os riscos e ameaças já iminentes, em relação, entre outros, a aspetos como a insegurança alimentar, a gestão dos fluxos migratórios, a certeza do abastecimento energético, a segurança das infraestruturas de comunicações e exposição a organizações terroristas".

Em relação à Ucrânia, o conselho concordou com a necessidade de a Itália continuar a apoiar o povo ucraniano e a favorecer "todas as oportunidades de negociação" para um acordo de paz que não omita "o direito de um povo se defender".

Leia Também: Três aviões de vigilância da NATO chegam à Roménia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório