Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

"Não há forma de negociar [com a Rússia]. A guerra tem de ser ganha"

Um dos braços direitos do chefe de Estado da Ucrânia, Mykhaylo Podolyak, voltou a fazer acusações à Rússia, entre as quais notou "crimes contra a humanidade" que o país tem cometido.

"Não há forma de negociar [com a Rússia]. A guerra tem de ser ganha"
Notícias ao Minuto

10:25 - 16/01/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Ucrânia/Rússia

O conselheiro da presidência da Ucrânia rejeitou, esta segunda-feira, a possibilidade de negociar com a Rússia, numa mensagem partilhada no Twitter.

"Não há forma de negociar. A guerra tem de ser ganha", escreveu Mykhaylo Podolyak.

"A Rússia ataca a Ucrânia sem razões e está a travar uma guerra com em larga escala com todos os tipos de armas. A Rússia mata civis em massa e 'limpa' o território", acrescentou na rede social

O responsável, que é um braço direito do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenksy, acusou ainda a Rússia de "cometer crimes contra a humanidade".

O conflito entre a Ucrânia e a Rússia começou com o objetivo, segundo Vladimir Putin, de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia. A operação foi condenada pela generalidade da comunidade internacional.

A ONU confirmou que cerca de sete mil civis morreram e mais de 11 mil ficaram feridos na guerra, sublinhando que os números reais serão muito superiores e só poderão ser conhecidos quando houver acesso a zonas cercadas ou sob intensos combates.

Leia Também: Ministra da Defesa da Alemanha demite-se após críticas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório