Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

"Políticos devem denunciar antissemitismo onde quer que ele se esconda"

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, instou sexta-feira a classe política norte-americana a "denunciar e rejeitar o antissemitismo", pedido produzido após os comentários do 'rapper' Kanye West, que manifestou admiração por Hitler.

"Políticos devem denunciar antissemitismo onde quer que ele se esconda"

"Só quero deixar algumas coisas claras: o Holocausto aconteceu. Hitler era uma figura demoníaca. E, em vez de lhe dar uma plataforma, os nossos líderes políticos devem denunciar e rejeitar o antissemitismo onde quer que ele se esconda", destacou o chefe de Estado norte-americano, através da rede social Twitter.

Biden realçou ainda que "o silêncio é cumplicidade", noticiou a agência Europa Press.

Estas declarações surgem depois da conta do rapper no Twitter ter sido suspensa, depois de West ter publicado uma imagem do símbolo nazi, uma suástica, entrelaçado com uma estrela de David, um símbolo judaico.

A publicação serviu para reiterar o que disse na quinta-feira, durante uma entrevista no programa Infowars, apresentado pelo teórico da conspiração norte-americano Alex Jones.

"Sobre esta pessoa [Hitler], que inventou as autoestradas e inventou o mesmo microfone que eu uso como músico, não podemos dizer em voz alta que ele já fez uma coisa boa e estou farto disso. Estou cansado de rotulagens", referiu.

Kanye West, que agora dá-se pelo nome de Ye, afirmou que "todo o ser humano tem algo de valor", "especialmente Hitler".

"Ele não matou seis milhões de judeus. Isso é factualmente incorreto", comentou o 'rapper' durante outra parte da entrevista com Jones.

Os comentários levaram grandes marcas há muito associadas ao cantor na música, moda e negócios a cortarem relações, um movimento que Ye diz ter custado centenas de milhões de dólares.

Kanye West anunciou na semana passada a sua candidatura às eleições presidenciais nos Estados Unidos em 2024 e afirmou ter oferecido o cargo de vice-presidente a Donald Trump.

Ye já havia embarcado numa improvável candidatura às eleições presidenciais em 2020, arrecadando 70.000 votos.

Leia Também: Twitter suspende Kayne West por incitação à violência, anunciou Elon Musk

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório