Meteorologia

  • 30 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 3º MÁX 12º

Sunak diz que "racismo deve ser confrontado" após escândalo na Casa Real

Uma das madrinhas do príncipe William e dama de companhia da falecida rainha Isabel II foi obrigada a abandonar a casa real e a pedir desculpas públicas após episódio racista.

Sunak diz que "racismo deve ser confrontado" após escândalo na Casa Real
Notícias ao Minuto

17:02 - 02/12/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Reino Unido

O primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, afirmou, esta quinta-feira, que sempre que há racismo, este “deve ser confrontado”.

As declarações surgem após o escândalo no Palácio de Buckingham. Recorde-se que uma das madrinhas do príncipe William e dama de companhia da falecida rainha Isabel II foi obrigada a abandonar a casa real e a pedir desculpas públicas, depois de ter perguntado repetidamente a uma mulher britânica negra de que país é que era natural realmente. 
 
"O nosso país fez progressos incríveis na luta contra o racismo. Mas o trabalho nunca termina. É por isso que sempre que o vemos, devemos confrontá-lo", disse Sunak. 

"A coisa certa a fazer é aprender continuamente as lições e avançar para um futuro melhor", acrescentou o primeiro-ministro britânico.

A propósito do sucedido, o Palácio de Buckingham emitiu um comunicado dizendo que os comentários são "inaceitáveis ​​e profundamente lamentáveis".

Leia Também: Funcionária de Buckingham demite-se depois de episódio racista

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório