Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 18º

AO MINUTO: Putin fez plano de 10 dias; Tropas retiram-se de Zaporizhzhia?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Putin fez plano de 10 dias; Tropas retiram-se de Zaporizhzhia?
Notícias ao Minuto

07:55 - 01/12/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

Milhões de ucranianos continuam a ser afetados pelos cortes e falhas no fornecimento de luz e água, devido aos ataques russos a infraestruturas críticas. Cerca de seis milhões de pessoas não têm eletricidade e as forças ucranianas temem mais ataques a estas infraestruturas, o que poderá complicar ainda mais um inverno que será muito frio para a população.

A Comissão Europeia anunciou na quarta-feira que vai propor um tribunal a ser criado especificamente para investigar os alegados crimes de guerra russos. Ursula von der Leyen garantiu que irá procurar o maior consenso internacional possível para aprovar a ideia.

E do outro lado do Atlântico, os Estados Unidos acederam aos pedidos do governo ucraniano para enviar armamento mais avançado. Na quarta-feira, o Pentágono anunciou que vai dar um contrato de 1,2 mil milhões de dólares em sistemas de mísseis, que ainda serão construídos, mas não avançou nada sobre os mísseis Patriot pedidos por Kyiv.

Fim de acompanhamento

Notícias ao Minuto | há 2 meses

Boa noite. Terminamos mais um acompanhamento AO MINUTO sobre os acontecimentos na guerra da Ucrânia. Estaremos de regresso na manhã de sexta-feira Obrigada por ter estado desse lado!
 

Secretário-geral da NATO diz que organização "não é parte do conflito"

Teresa Banha | há 2 meses

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, assegurou que a organização militar ocidental "não é parte" do conflito ucraniano e não será "arrastada para a guerra de Putin".

Ucrânia. Chefe da NATO diz que organização "não é parte do conflito"

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, assegurou que a organização militar ocidental "não é parte" do conflito ucraniano e não será "arrastada para a guerra de Putin".

Lusa | 23:42 - 01/12/2022

Zelensky anuncia restrições a organizações religiosas ligadas à Rússia

Lusa | há 2 meses

A Ucrânia vai limitar no seu território as atividades das organizações religiosas filiadas à Rússia e questionar o estatuto da igreja ortodoxa dependente do patriarcado de Moscovo, anunciou, esta quinta-feira, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Zelensky anuncia restrições a organizações religiosas ligadas à Rússia

A Ucrânia vai limitar no seu território as atividades das organizações religiosas filiadas à Rússia e questionar o estatuto da igreja ortodoxa dependente do patriarcado de Moscovo, anunciou hoje o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Lusa | 23:32 - 01/12/2022

Zaporíjia. Militares russos retiram-se da frente de batalha, diz Kyiv

Teresa Banha | há 2 meses

O Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia  anunciaram, esta quinta-feira, que as tropas russas estão a retirar-se da frente de batalha em algumas localidades na região de Zaporizhzhia (Zaporíjia).

De acordo com o relatório diário das autoridades, para além da evacuação das cidades de Mykhailivka, Polohy e Inzhenerne, Moscovo preparara-se também para retirar oficiais que estão na administração de locais ocupados pelas forças russas na região.

Putin terá planeado que guerra que invasão na Ucrânia durasse dez dias

Teresa Banha | há 2 meses

O presidente da Rússia planeou que a guerra na Ucrânia durasse dez dias, de acordo com documentos obtidos pelo Instituto dos Serviços Reais para a Defesa e Estudos de Segurança (Royal United Services Institute for Defence and Security Studies, RUSI, na sigla em inglês), avança a Sky News.

De acordo com a publicação, esses documentos estarão assinados por Vladimir Putin e não só o responsável russo planeou um combate curto, como também tinha planos para que a Ucrãnia estivesse anexada em agosto.

Segundo o 'think thank' britânico, apenas um pequeno número de oficiais sabiam da dimensão dos planos do presidente e havia mesmo responsáveis da Defesa que não tinham conhecimento da invasão até uma horas antes de começar, a 24 de fevereiro.

Conquistar Ucrânia em 10 dias? Estava na 'bucket list' de Putin

Conheça o esboço feito por Vladimir Putin, que terá dividido os nomes de alguns responsáveis ucranianos em quatro categorias: os que deviam ser mortos, aqueles que precisavam de intimidação, os que eram neutros e deveriam ser encorajados a colaborar e aqueles que estavam preparados para colaborar.

Teresa Banha | 23:05 - 01/12/2022

Polícia espanhola detona pacote encontrado perto da Força Aérea em Madrid

Teresa Banha | há 2 meses

A Polícia Nacional espanhola fez, esta quinta-feira, uma detonação controlada de um pacote suspeito encontrado nas proximidades do quartel-general da Força Aérea, em Madrid, apesar de não terem sido detetados quaisquer materiais ou dispositivos explosivos.

Polícia espanhola detona pacote encontrado perto da Força Aérea em Madrid

A Polícia Nacional espanhola fez hoje uma detonação controlada de um pacote suspeito encontrado nas proximidades do quartel-general da Força Aérea, em Madrid, apesar de não terem sido detetados quaisquer materiais ou dispositivos explosivos.

Lusa | 19:55 - 01/12/2022

Moscovo condena oligarca a 19 anos de prisão por desvio de fundos

Lusa | há 2 meses

Um tribunal de Moscovo condenou, esta quarta-feira, o milionário oligarca Ziyavudin Magomedov, fundador do grupo empresarial Summa, a 19 anos de prisão após considerá-lo culpado dos crimes de fraude por desvio de fundos e associação criminosa.

Moscovo condena oligarca a 19 anos de prisão por desvio de fundos

Um tribunal de Moscovo condenou hoje o milionário oligarca Ziyavudin Magomedov, fundador do grupo empresarial Summa, a 19 anos de prisão após considerá-lo culpado dos crimes de fraude por desvio de fundos e associação criminosa.

Lusa | 18:54 - 01/12/2022

EUA. Ucrânia, China, clima e relações comerciais marcam visita de Macron

Lusa | há 2 meses

Guerra na Ucrânia, preocupações com as agressivas movimentações chinesas no Indo-Pacífico e o desânimo europeu relativo à lei climática de Biden marcaram a conversa na Casa Branca entre o presidente dos EUA, anfitrião, e de França, em visita oficial.

EUA. Ucrânia, China, clima e relações comerciais marcam visita de Macron

Guerra na Ucrânia, preocupações com as agressivas movimentações chinesas no Indo-Pacífico e o desânimo europeu relativo à lei climática de Biden marcaram a conversa na Casa Branca entre o presidente dos EUA, anfitrião, e de França, em visita oficial.

Lusa | 18:25 - 01/12/2022

 

Biden: "Sabia que a Rússia era cruel, mas não previ que fosse tanto"

Teresa Banha | há 2 meses

Os presidentes dos Estados Unidos e de França deram, esta quinta-feira, uma conferência conjunta em Washington, no âmbito da visita do líder europeu. 

Quanto à Ucrânia, os dois líderes reiteraram o apoio condicional ao país, e Joe Biden disse que se sentia preparado para se encontrar com o homólogo russo, caso ele quisesse acabar com a guerra. Mas garantiu que não ia agir sozinho, ou seja, que seria uma decisão a ser discutida com a NATO.

Ainda quanto à guerra, Biden disse que "sabia que a Rússia era cruel" mas que não tinha previsto que fosse nesta dimensão.

Para além da Ucrânia, Joe Biden e Emmanuel Macron falaram ainda sobre a China, Irão e a energia limpa.

Biden: "Sabia que a Rússia era cruel, mas não previ que fosse tanto"

Os presidentes dos Estados Unidos e de França deram, esta quinta-feira, uma conferência conjunta em Washington, no âmbito da visita do líder europeu.

Teresa Banha | 18:24 - 01/12/2022

"Temperaturas em casa podem não ser diferentes do exterior", avisa Kyiv

Teresa Banha | há 2 meses

O presidente da câmara de Kyiv avisou, esta quinta-feira, os habitantes da capital ucraniana de que as temperaturas no interior das casas podem ser iguais às do exterior, em caso de apagões totais.

 "As temperaturas em casa podem não ser diferentes das do exterior", afirmou Vitaliy Klitschko, citado pelas publicações internacionais, durante um encontro sobre segurança.

O responsável aconselhou ainda os residentes a viverem temporariamente fora de Kyiv.

"Temperaturas em casa podem não ser diferentes do exterior", avisa Kyiv

O autarca de Kyiv avisou os residentes que deveria procurar um sítio fora da capital para ficarem temporariamente.

Teresa Banha | 17:16 - 01/12/2022

Embaixada dos EUA em Espanha confirma receção de pacote armadilhado

Teresa Banha | há 2 meses

A embaixada dos Estados Unidos em Espanha confirmou, esta quinta-feira, a receção de uma carta armadilhada no local, em Madrid.

"Confirmamos a receção de um pacote suspeito na embaixada dos Estados Unidos em Madrid. Agradecemos às Forças de Segurança pela sua colaboração", escreveram os responsáveis diplomáticos numa publicação partilhada no Twitter.

Embaixador ucraniano em Espanha quer que Rússia seja declarada terrorista

Lusa | há 2 meses

O embaixador ucraniano em Espanha, Serhii Pohoreltsev, afirmou, esta quinta-feira, que a embaixada está a melhorar os seus sistemas de segurança, defendendo ainda que a Rússia deve ser declarada como "Estado terrorista".

Embaixador ucraniano em Espanha quer que Rússia seja declarada terrorista

O embaixador ucraniano em Espanha, Serhii Pohoreltsev, afirmou hoje que a embaixada está a melhorar os seus sistemas de segurança, defendendo ainda que a Rússia deve ser declarada como "Estado terrorista".

Lusa | 12:34 - 01/12/2022

Borrell defende criação de tribunal especial para crimes de guerra russos

Lusa | há 2 meses

O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, defendeu, esta quinta-feira, em Lodz, centro da Polónia, a criação de um tribunal especial para julgar os crimes de guerra na Ucrânia ideia que a Rússia já respondeu que não terá "nenhuma legitimidade".

Borrell defende criação de tribunal especial para crimes de guerra russos

O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, defendeu hoje, em Lodz, centro da Polónia, a criação de um tribunal especial para julgar os crimes de guerra na Ucrânia ideia que a Rússia já respondeu que não terá "nenhuma legitimidade".

Lusa | 12:21 - 01/12/2022


  

Rússia contesta resolução do Bundestag alemão sobre Holodomor ucraniano

Lusa | há 2 meses

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo rejeitou, esta quinta-feira, a moção aprovada pelo parlamento alemão que descreve como genocídio a fome que em 1932 e 1933 matou milhões de pessoas na Ucrânia, considerando ser uma tentativa de "demonização da Rússia".

Rússia contesta resolução do Bundestag alemão sobre Holodomor ucraniano

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo rejeitou hoje a moção aprovada pelo parlamento alemão que descreve como genocídio a fome que em 1932 e 1933 matou milhões de pessoas na Ucrânia, considerando ser uma tentativa de "demonização da Rússia".

Notícias ao Minuto | 12:19 - 01/12/2022

 

Kuleba diz que foi dado "passo importante de tribunal especial"

Hélio Carvalho | há 2 meses

O ministro ucraniano dos Negócios Estrangeiros, Dmytro Kuleba, anunciou através do Twitter que foi dado "um passo importante na criação de um tribunal especial para os crimes de agressão contra a Ucrânia", dando conta de um evento à margem da reunião da Organização para a Segurança e Cooperação na Europ, uma das mais importantes organizações de segurança do mundo.

O anúncio de Kuleba surge depois de, na quarta-feira, Ursula von der Leyen ter confirmado que a Comissão Europeia iria procurar apoio internacional para a criação desse corpo judicial.

Concluída troca de 50 prisioneiros de guerra

Hélio Carvalho | há 2 meses

Foi concluída a troca de prisioneiros marcada para esta qinta-feira, com as tropas russas e ucranianas a devolverem 50 prisioneiros de guerra. A foto, publicada pelo diretor do gabinete presidencial ucraniano, Andriy Yermak, mostra os soldados de volta às forças ucranianas.

Russos estarão a retirar de vilas a este de Kherson

Hélio Carvalho | há 2 meses

As forças armadas ucranianas afirmaram esta quinta-feira que algumas tropas russas começaram a retirar de vilas em torno de Kherson, especialmente do outro lado do rio Dnipro, para onde tinham recuado após a libertação da cidade a meio do mês. A alegada retirada, que não confirmada pelo Kremlin, surge depois de mais um ataque russo a infraestruturas críticas ter causado novos apagões na cidade.

Segundo a Sky News, citando fontes no exército da Ucrânia, as forças russas vão abandonar as cidades num raio de 15 quilómetros de Kherson, na margem leste do rio Dnipro, e o pessoal civil russo vai também ser retirado da cidade de Nova Kakhovka, próxima de Kherson.

Os ucranianos adiantam que as tropas russas retiraram-se pela floresta ao longo de uma autoestrada, e que os únicos soldados russos restantes são os reservistas mais inexperientes e recentemente mobilizados.

Suspeita de sexta carta com explosivos em Espanha na embaixada dos EUA

Notícias ao Minuto | há 2 meses

Foi descoberta uma sexta carta-bomba em Espanha, desta vez endereçada à embaixada dos Estados Unidos em Madrid. Vídeos nas redes sociais mostram a polícia a chegar ao local, após ter identificado o engenho que, tanto quanto se sabe, não provocou quaisquer feridos.

MNE russo acusa EUA e NATO de envolvimento direto no conflito

Lusa | há 2 meses

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, acusou hoje o Ocidente, sobretudo os Estados Unidos e a NATO, de se ter envolvido diretamente no conflito na Ucrânia, ao fornecer armamento e instrução aos soldados ucranianos.

Lavrov salientou que os ataques da Rússia às centrais elétricas ucranianas e outras infraestruturas importantes que deixaram milhões sem energia, aquecimento e água, tiveram como objetivo "enfraquecer o potencial militar" da Ucrânia e "inviabilizar o envio de armas ocidentais". "Não se pode dizer que os Estados Unidos e a NATO [Organização do Tratado do Atlântico Norte] não estão envolvidos nesta guerra. Estão a participar diretamente nela", disse Lavrov aos jornalistas numa videoconferência de imprensa.

MNE russo acusa EUA e NATO de envolvimento direto no conflito

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, acusou hoje o Ocidente, sobretudo os Estados Unidos e a NATO, de se ter envolvido diretamente no conflito na Ucrânia, ao fornecer armamento e instrução aos soldados ucranianos.

Lusa | 13:04 - 01/12/2022

Rússia diz que tribunal proposto pela UE seria "ilegítimo"

Notícias ao Minuto | há 2 meses

O governo criticou esta quinta-feira o anúncio da União Europeia de criar um tribunal especificamente para investigar crimes de guerra russos, afirmando a decisão é "ilegítima" e "inaceitável".

Citado pela Sky News, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou que "as tentativas de estabelecer uma espécie de tribunal não terão legitimidade, não serão aceites pelo Kremlin e vão ser condenadas.

Rússia diz que tribunal proposto pela União Europeia seria "ilegítimo"

A Comissão Europeia tem acusado a Rússia de cometer crimes de guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 12:07 - 01/12/2022

Embaixada russa condena cartas em Espanha

Hélio Carvalho | há 2 meses

A embaixada russa em Espanha condenou as cartas-bomba encontradas em Espanha nas últimas horas, incluindo uma que tinha como destinatário o primeiro-ministro espanhol. Numa mensagem publicada no Twitter, a Rússia escreve que "qualquer ameaça ou ataque terrorista, ainda para mais dirigidos contra uma missão diplomática, são totalmente condenáveis.

Troca de prisioneiros marcada para hoje

Hélio Carvalho | há 2 meses

O governador russo da região ocupada de Donetsk confirmou que haverá uma nova troca de prisioneiros de guerra entre Rússia e Ucrânia. Numa publicação no Telegram, citada pelo The Guardian, Denis Pushilin afirmou que os dois lados da guerra vão trocar 50 prisioneiros.

ONU pede mais fundos para responder às crescentes crises humanitárias

Lusa | há 2 meses

A ONU pediu hoje mais fundos, em 2023, para responder às crescentes necessidades humanitárias, impulsionadas pelo conflito na Ucrânia e pelos efeitos das alterações climáticas, tais como o risco de fome em África.

As agências humanitárias da ONU vão precisar de 51,5 mil milhões de dólares (49,6 mil milhões de euros) no próximo ano, um aumento de 25%. Estes fundos vão permitir financiar programas para ajudar 230 milhões das pessoas mais vulneráveis em 68 países.

ONU pede mais fundos para responder às crescentes crises humanitárias

A ONU pediu hoje mais fundos, em 2023, para responder às crescentes necessidades humanitárias, impulsionadas pelo conflito na Ucrânia e pelos efeitos das alterações climáticas, tais como o risco de fome em África.

Lusa | 10:23 - 01/12/2022

Depois de embaixada ucraniana, cartas-bomba chegam a Pedro Sánchez

Hélio Carvalho | há 2 meses

Menos de 24 horas depois da explosão na embaixada da Ucrânia em Madrid, que deixou um segurança ligeiramente ferido, as autoridades espanholas já detetaram um total de cinco pacotes com materiais explosivos. Um deles tinha como destinatário o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez.

Tirando a carta-bomba na embaixada, todas as outras encomendas foram detetadas e neutralizadas pelas autoridades. A polícia continua a investigar o incidente com a encomenda destinada ao embaixador ucraniano, não estando excluída a tese de ato terrorista.

Ucrânia demite engenheiro de Zaporíjia acusado de traição

Hélio Carvalho | há 2 meses

Um dia depois de a Rússia ter promovido o engenheiro Yuriy Chernichuk para ser o novo diretor da central nuclear de Zaporíjia, que está ocupadapelas forças russas, a energia estatal ucraniana de energia nuclear, a Energoatom, anunciou que demitiu o vice-engenheiro-executivo da central.

Numa longa publicação no Telegram, a Energoatom acusa Chernichuk de trair a Ucrânia e passou para o inimigo, garantindo que os colaboradores com as forças russas em Zaporíjia vão "responder perante a lei, mais cedo ou mais tarde".

Bielorrússia acusa Kyiv de tentar arrastar NATO para a guerra

Lusa | há 2 meses

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, acusou hoje a Ucrânia de tentar arrastar a NATO para o conflito armado no país sob qualquer pretexto, noticiou a agência noticiosa oficial BELTA. "Todas as agências das forças de segurança notam um aumento no número de provocações perto da fronteira do país. A Ucrânia está a tentar, sob qualquer pretexto, arrastar as tropas dos Estados membros da NATO [Organização do Tratado do Atlântico Norte] para o conflito", afirmou Lukashenko numa reunião para a analisar a situação político-militar na Bielorrússia.

População de Bakhmut prepara lenha para inverno muito duro

Notícias ao Minuto | há 2 meses

Cercada pelos dois lados e praticamente sem energia, a cidade de Bakhmut começa a preparar-se para um inverno mais duro do que o habitual, desconhecendo se a energia para aquecer as suas casas será suficiente, independentemente de quem controlar a cidade.

Nos últimos dias, os serviços de emergência têm-se revezado, entre tratar as dezenas de soldados que chegam todos os dias ao hospital e recolher lenha, que fica repousada no quartel de bombeiros.

Veja a fotogaleria aqui.

Encontrada terceira carta-bomba em Espanha

Hélio Carvalho | há 2 meses

Foi encontrada esta manhã uma terceira carta-bomba em Espanha, desta vez numa base da força aérea espanhola. Segundo avança esta quinta-feira o El Mundo, o explosivo foi detetado na base aérea de Torrejon de Ardoz, na periferia de Madrid, pelas autoridades.

De recordar que, na quarta-feira, foram encontradas duas bombas: a primeira foi endereçada ao embaixador ucraniano e explodiu na embaixada em Madrid, ferindo apenas um funcionário que ficou com ferimentos ligeiros; a segunda foi detetada numa fábrica de armamento em Saragoça.

Encontrada terceira carta-bomba em base aérea em Espanha

O primeiro explosivo deixou um ferido leve na embaixada ucraniana em Madrid.

Notícias ao Minuto | 09:08 - 01/12/2022

Estratégia contra infraestruturas críticas "mitigada" por falta de meios

Hélio Carvalho | há 2 meses

No seu habitual relatório matinal, os serviços secretos do Reino Unido acusam os russos de promover uma campanha focada no ataque a infraestruturas energéticas, com o objetivo de "desmoralizar a população e forçar os seus líderes a capitular". No entanto, como explica esta manhã o Reino Unido, a estratégia que tem marcado os últimos dois meses de guerra pode sair gorada, já que "a eficácia da estratégia provavelmente foi mitigada porque a Rússia já dispensou uma grande quantidade dos seus mísseis contra alvos táticos", e a Ucrânia também está mais preparada para combater estes ataques.

Ofensiva russa em Bakhmut tem sido "inconsequente" e de grande desgaste

Hélio Carvalho | há 2 meses

No seu relatório diário, a organização norte-americana Institute for the Study of War (ISW, do inglês 'Instituto para o Estudo da Guerra') contraria as teses de avanços russos na região em torno de Bakhmut, uma cidade que se tornou uma prioridade para os russos na sua tentativa de avançar na região de Donetsk.

Segundo o relatório da instituição, os russos conseguiram avançar apenas "alguns quilómetros" em seis meses, argumentando que as forças invasoras "falharam fundamentalmente em aprender com campanhas anteriores com muitas baixas, concentradas em objetivos de importância operacional e estratégica limitadas".

"Os esforços russos em avançar sobre Bakhmut resultaram num continuado desgaste dos recursos e equipamentos russos, fixando tropas em aldeamentos relativamente insignificantes durante semanas e meses seguidos", escreve o ISW, comparando a situação às tomadas de Lysychansk e Severodonetsk, que acabaram por ser conquistas algo inconsequentes.

Tensão na rede de Kherson "desapareceu" esta manhã

Hélio Carvalho | há 2 meses

Os ataques russos voltaram a danificar gravemente o fornecimento de energia elétrica em Kherson, a cidade recentemente libertada pelos ucranianos que foi controladapela Rússia durante quase nove meses. Esta manhã, o governador da região de Kherson, Yaroslav Yanushevych, disse através do Telegram que "a tensão na rede elétrica desapareceu".

"Isto aconteceu devido ao forte bombardeamento da cidade pelos invasores russos. A empresa de energia está a trabalhar para eliminar o problema", garantiu o governador.

Para recordar

Hélio Carvalho | há 2 meses

Eis os principais títulos do dia de ontem:

Início de cobertura

Hélio Carvalho | há 2 meses

Bom dia. Abrimos esta manhã a nossa nova cobertura AO MINUTO sobre as principais notícias da guerra na Ucrânia. Pode recordar a cobertura de quarta-feira aqui:

AO MINUTO: Cerca de 6 milhões sem luz; 'Holodomor' considerado genocídio

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:45 - 30/11/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório