Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 18º

Imprensa diz que magnata chinês Jack Ma está a viver em Tóquio

O bilionário fundador da plataforma de vendas 'online' Alibaba, Jack Ma, vive em Tóquio há seis meses, noticiou hoje o jornal Financial Times (FT).

Imprensa diz que magnata chinês Jack Ma está a viver em Tóquio

A mudança de Ma para o Japão aconteceu, na sequência de críticas, no final de 2020, à burocracia chinesa e do fracasso na oferta pública inicial da empresa de 'fintech' Ant Group, agravado pela maior multa 'anti-trust' da história da China, imposta por Pequim à Alibaba em abril de 2021, no valor de 2,8 mil milhões de dólares.

Ma permaneceu na capital japonesa com a família e nos últimos meses viajou para outras zonas do Japão, Estados Unidos e Israel, entre outros países, disseram ao FT fontes próximas do magnata.

A ausência de Ma da vida pública chinesa coincidiu com as novas restrições de prevenção e controlo da pandemia da covid-19, no âmbito da política oficial 'zero covid', em algumas das principais cidades do país, incluindo Xangai e Hangzhou, onde fica a sede da Alibaba e onde o empresário também possui uma casa.

Durante a estada em Tóquio, Ma optou também pela discrição e reduziu a vida social a uma série de clubes privados nos bairros mais famosos da capital nipónica, frequentados por outros empresários chineses que vivem no Japão ou que permanecem por longos períodos de tempo no país, de acordo com as mesmas fontes, citadas pelo jornal.

A presença no Japão levou a especulações sobre os movimentos de Ma relacionados com a possível cedência de controlo nas empresas.

A gigante tecnológica japonesa Softbank anunciou uma redução da participação na Alibaba de 24,28% para 23,73%, entre abril e junho, uma transação que coincidiu com a estada da Ma em Tóquio e trouxe à empresa japonesa lucros de 5,37 triliões de ienes (37,13 mil milhões de euros).

Ma integrou o conselho de administração da Softbank até meados de 2020, enquanto o fundador e CEO do grupo japonês, Masayoshi Son, também ocupou um lugar no conselho de administração da Alibaba.

Leia Também: Bolsa de Tóquio fecha a perder 0,21%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório