Meteorologia

  • 29 JANEIRO 2023
Tempo
10º
MIN 4º MÁX 12º

Presidente congolês exorta sistema judicial a lutar contra a corrupção

O chefe de Estado congolês, Denis Sassou Nguesso, de 79 anos, e 38 anos no poder, exortou hoje o sistema judicial do seu país a lutar contra a corrupção, um flagelo que atinge particularmente a administração pública.

Presidente congolês exorta sistema judicial a lutar contra a corrupção
Notícias ao Minuto

17:01 - 28/11/22 por Lusa

Mundo República do Congo

"Exorto o poder judicial a fazer um verdadeiro reajustamento dos comportamentos, atitudes e práticas do pessoal encarregado de falar em nome do povo congolês", afirmou num discurso sobre o estado da nação.

O Congo-Brazzaville celebra hoje o 64.º aniversário da proclamação da República, em 1958, pouco antes da independência do país, em 1960.

"A intensificação da luta contra a corrupção, a fraude e a apropriação indevida através da consolidação da boa governação no seio do aparelho de Estado em geral e do sistema judicial em particular, continua a ser uma das principais alavancas da nossa ação para tranquilizar os nossos parceiros", continuou Sassou Nguesso.

O chefe de Estado apelou também ao seu governo "para mobilizar parcerias público-privadas fiáveis e um financiamento adequado" para a implementação de projetos definidos no Plano Nacional de Desenvolvimento (NDP2022-2026).

Nos últimos anos, o Presidente Sassou Nguesso denunciou a corrução em quase todos os seus discursos.

No início do ano letivo de outubro passado, os estudantes congoleses que se tinham inscrito no estrangeiro pagaram até 200.000 francos cfa (cerca de 304 euros) para terem um passaporte emitido, em vez do preço oficial de 50.000 francos cfa (76 euros).

"Desde 2009, não deixámos de fazer declarações sobre a luta contra a corrupção, mas no terreno nada se move. Podemos procurar o desenvolvimento e tolerar a corrupção", disse Clément Miérassa, presidente da federação congolesa da oposição.

Segundo a organização não-governamental Transparency International, a República do Congo está entre os 10 países mais corruptos de África.

Leia Também: França confisca residência atribuída a filho do Presidente do Congo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório