Meteorologia

  • 05 FEVEREIRO 2023
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 18º

Lukashenko acusa Zelensky de "violar princípios básicos de negociações"

O presidente bielorrusso diz que Kyiv está a cometer um "erro" por apresentar condições antes de se sentar para negociar.

Lukashenko acusa Zelensky de "violar princípios básicos de negociações"
Notícias ao Minuto

19:55 - 27/11/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, considerou, este domingo, que Kyiv está a cometer um “erro” por apresentar condições antecipadamente para as negociações sobre um acordo de paz com a Rússia. 

“O erro dos ucranianos, do [presidente] Volodymyr Zelensky, é que ele viola os princípios clássicos do processo de negociação. Especialmente quando fala com a gigantesca Rússia. Bem, não se podem apresentar condições antecipadamente”, disse Lukashenko em entrevista à televisão estatal russa, citado pela CNN Internacional.

“Sente-se à mesa de negociações e proponha todas as condições lá. E o segundo princípio é um clássico: compromissos”, acrescentou.

No início do mês, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, mostrou-se disponível a negociar se a Rússia aceitasse “condições genuínas”, que incluem a restauração da “integridade territorial” da Ucrânia, “o respeito pela Carta da ONU, a compensação pela destruição, punição de todos os responsáveis por crimes de guerra e garantias de que [uma invasão] não volta a acontecer”.

O conflito entre a Ucrânia e a Rússia começou com o objetivo, segundo Vladimir Putin, de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia. A operação foi condenada pela generalidade da comunidade internacional.

A ONU confirmou que cerca de seis mil civis morreram e mais de dez mil ficaram feridos na guerra, sublinhando que os números reais serão muito superiores e só poderão ser conhecidos quando houver acesso a zonas cercadas ou sob intensos combates.

Leia Também: "Absurdo". Lukashenko sugere que fim da guerra está nas mãos da Ucrânia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório