Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Hospital de Kherson evacuado devido a bombardeamentos russos

Os ataques russos desta sexta-feira mataram pelo menos quatro pessoas e feriram outras dez.

Hospital de Kherson evacuado devido a bombardeamentos russos
Notícias ao Minuto

15:32 - 25/11/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Ucrânia/Rússia

As autoridades da cidade ucraniana de Kherson anunciaram, através do Telegram, que os bombardeamentos russos forçaram a evacuação do hospital. Os pacientes vão ser encaminhados para outras cidades ucranianas.

Segundo o governador regional Yaroslav Yanushevych, numa publicação no Telegram, as crianças presentes no hospital de Kherson vão ser levadas para Mykolaiv, enquanto que as cerca de 100 pessoas a ser tratadas na ala psiquiátrica serão reencaminhadas para Odessa.

Esta sexta-feira, os russos voltaram a atacar a cidade recentemente libertada de Kherson, de onde retiraram no início deste mês.

Segundo a Sky News, citando a administração militar de Kherson, a cidade foi atingida 17 vezes até ao meio-dia de quinta-feira e, esta sexta-feira, os bombardeamentos continuaram, provocando a morte de pelo menos quatro pessoas e causando pelo menos 10 feridos.

Os ataques atingiram zonas residenciais e edifícios comerciais, preenchendo as ruas de cinzas e vidros partidos. Algumas zonas nunca tinham sido atingidas nos nove meses de guerra até agora, apesar de a cidade ter sido controlada pelos russos até este mês.

Desde a retirada dos russos, as forças ucranianas têm denunciado a descoberta de várias valas comuns e câmaras de tortura, onde os russos terão detido civis que se opusessem ao seu controlo sobre a cidade.

O conflito na Ucrânia já fez quase 6.600 mortos civis, segundo os dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos. No entanto, a entidade adverte que o real número de mortos poderá ser muito superior, devido às dificuldades em contabilizar os mortos em zonas sitiadas ou ocupadas pelos russos, como em Mariupol, por exemplo, onde se estima que tenham morrido milhares de pessoas.

Leia Também: Kherson. Ucrânia denuncia que russos deixaram explosivos em brinquedos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório