Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2022
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 16º

Guerra? "É fácil correr maratona quando se sabe quantos quilómetros são"

A primeira-dama ucraniana revelou as dificuldades que enfrentou desde o início da invasão russa, como cidadã e como mulher de Zelensky.

Guerra? "É fácil correr maratona quando se sabe quantos quilómetros são"
Notícias ao Minuto

09:36 - 25/11/22 por Daniela Carrilho com Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

A esposa do presidente ucraniano, Olena Zelenska, deu uma grande entrevista à BBC, onde fala do facto da sua família ser um dos principais alvos da invasão russa e do inverno que se espera rigoroso, numa Ucrânia com muitas falhas de eletricidade e aquecimento devido aos ataques deliberados à infraestrutura crítica do país.

"Estamos prontos para suportar isso. Tivemos tantos desafios terríveis, vimos tantas vítimas, tanta destruição, que os apagões não são a pior coisa que nos pode acontecer. Sabe… É fácil correr uma maratona quando você sabe quantos quilómetros são", afirma Olena Zelenska, em entrevista num complexo fortemente protegido e escondido, em Kyiv, referindo que os ucranianos estão a percorrer uma estrada sem fim à vista.

"Às vezes pode ser muito difícil. Mas há algumas novas emoções que nos ajudam a aguentar", ressalta a primeira-dama ucraniana, reforçando que o povo ficará mais forte por causa da guerra.

"O meu marido vive no trabalho"

Olena Zelenska também revelou as dificuldades que enfrentou, desde o início da invasão à Ucrânia, uma vez que as forças russas designaram Zelensky e toda a sua família como alvos. 

"Moro com os meus filhos e separada do meu marido, que vive no trabalho. Acima de tudo, sentimos falta das coisas simples – sentar, sem olhar para as horas, o tempo que quisermos", disse.

A mulher de Zelensky não sabe qual foi a última vez em que jantaram juntos, com os filhos e referiu que esse momento é "muito raro hoje em dia".

"Todos nós entendemos que sem vitória não haverá paz. Seria uma falsa paz e não duraria muito"Questionada pela jornalista da BBC sobre qual o significado de ‘vitória’, Zelenska não hesitou responder: "um retorno à vida normal. Às vezes parece que colocamos tudo em pausa. E isso inclui um tipo de vida diferente com o marido. Não somos apenas cônjuges. Posso dizer com segurança que somos melhores amigos".

Recorde-se que a ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de 13 milhões de pessoas - mais de seis milhões de deslocados internos e mais de 7,8 milhões para países europeus -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

A invasão russa - justificada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, com a necessidade de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia - foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que tem respondido com envio de armamento para a Ucrânia e imposição à Rússia de sanções políticas e económicas.

A ONU apresentou como confirmados desde o início da guerra 6.595 civis mortos e 10.189 feridos, sublinhando que estes números estão muito aquém dos reais.

Leia Também: Zelenska partilha festejos em Kherson: "Imagens que fazem chorar"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório