Meteorologia

  • 01 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Putin reúne-se terça-feira em Moscovo com o homólogo de Cuba

O Presidente russo, Vladimir Putin, vai reunir-se na manhã de terça-feira no Kremlin com o seu homólogo cubano, Miguel Díaz-Canel, que se encontra na Rússia desde sábado em vista oficial.

Putin reúne-se terça-feira em Moscovo com o homólogo de Cuba
Notícias ao Minuto

14:37 - 21/11/22 por Lusa

Mundo Rússia

Os dois dirigentes preveem abordar o "estado atual e perspetivas de reforço da cooperação estratégica russo-cubana no âmbito político, económico-comercial, cultural e humanitário, e ainda discutir assuntos chave da agenda internacional", indicou o Kremlin em comunicado.

Na terça-feira, Putin e Díaz-Canel vão estar presentes na inauguração de uma estátua de Fidel Castro numa praça moscovita, e que decorre três dias antes da evocação dos seis anos da morte do líder da Revolução cubana.

Díaz-Canel reuniu-se hoje com o veterano líder do Partido Comunista da Federação russa, Guennadi Ziuganov, a quem transmitiu uma mensagem de saudações do ex-presidente cubano Raúl Castro.

O chefe de Estado cubano também manteve conversações com o vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitri Medvedev, que lhe transmitiu a convicção de que "nenhuma sanção pode impedir o desenvolvimento das relações entre Cuba e a Federação russa". ´

"O mundo é muito complexo. Os nossos países encontram-se sob uma interminável avalanche de sanções, de restrições. Neste sentido temos de cooperar, a experiência acumulada por Cuba é decisiva", indicou Medvedev, que ocupou a presidência russa entre 2008 e 2012, citado pela agência noticiosa oficial russa TASS.

O dirigente cubano chegou no sábado à Rússia e no domingo reuniu-se com cerca de 100 representantes da comunidade cubana.

Díaz-Canel aterrou em Moscovo proveniente da Argélia, onde iniciou um deslocação por diversos países aliados, que também incluiu a Turquia e China.

"É sempre um prazer regressar à Rússia, com quem mantemos excelentes relações políticas", assinalou Díaz-Canel em mensagem no Twitter.

A última visita do líder de Havana a Moscovo para se reunir com Putin ocorreu em outubro de 2019.

Na semana passada, o Governo da ilha manifestou interesse em importar fertilizantes, hidrocarbonetos e trigo russos, indicou o ministério da Economia da Rússia no final da comissão intergovernamental bilateral.

O líder cubano reconheceu que os fornecimentos de hidrocarbonetos são fundamentais para restaurar as centrais elétricas e terminar com os crónicos "apagões" que afetam a maioria dos mais de 11 milhões de habitantes da ilha.

"É uma visita muito importante. Cuba é um importante parceiro", comentou Dmitri Peskov, o porta-voz do Kremlin.

Leia Também: Putin felicita Tokayev pela vitória nas presidenciais do Cazaquistão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório