Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 19º

Violação coletiva em Milão. Vítima foi filmada, mordida e espancada

Três homens, com idades compreendidas entre os 23 e os 29 anos, foram detidos.

Violação coletiva em Milão. Vítima foi filmada, mordida e espancada
Notícias ao Minuto

14:37 - 14/11/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Violação

Três homens, com idades compreendidas entre os 23 e os 29 anos e de nacionalidade albanesa, foram detidos, este fim de semana, em Itália, por terem violado uma jovem de origem haitiana, num motel de Milão, no passado mês de maio.

Os contornos do caso são chocantes. Conta o Corriere della Sera, que a violação coletiva foi atroz. A vítima, de 23 anos, foi mordida, espancada, amordaçada e ainda abusada, enquanto era filmada.

A jovem foi atraída para o motel por um dos suspeitos, com quem terá concordado ter "sexo pago", depois de o conhecer num clube noturno de Milão, na noite do dia 2 de maio.

Quando chegaram ao motel, o irmão e primo do homem, que a haitiana tinha acabado de conhecer, também entraram no quarto. E aí começou a violência.

Às autoridades, a jovem revelou que implorou "repetidamente" que parassem com o crime. Contudo, estes mandaram-na "calar a boca" e violaram-na durante várias horas. Só ao final da tarde do dia 3 de maio é que foi libertada.

Sabe-se agora que, no dia da violação, o suspeito de 23 anos, com quem a haitiana tinha combinado ter relações sexuais a troco de dinheiro, tinha saído com os familiares para "comemorar" a sua libertação, depois de ter estado preso por perseguição à ex-namorada.

Ainda segundo a imprensa italiana, um dos homens detidos é também suspeito de ter matado um cidadão marroquino, a 23 de outubro, junto a um bar de Milão.

Leia Também: Suspeita de matar filho de ano e meio com "arma branca" em Santo André

Recomendados para si

;
Campo obrigatório