Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 17º

Parlamento Europeu aprova posição sobre rejeição de vistos russos

O Parlamento Europeu (PE) decidiu hoje a sua posição de negociação da legislação que vai impedir os Estados membros de reconhecer os vistos russos emitidos em regiões ucranianas ocupadas e nos territórios separatistas da Geórgia.

Parlamento Europeu aprova posição sobre rejeição de vistos russos
Notícias ao Minuto

23:45 - 20/10/22 por Lusa

Mundo Ucrânia

Em todo o caso, vai querer salvaguardar o direito de qualquer pessoa fugir da invasão russa da Ucrânia.

O voto no PE, aprovado com 6540 votos e favor e seis contra, com 36 abstenções, vai permitir aos negociadores da instituição iniciar as conversações com os do Conselho Europeu para alcançar um acordo nas próximas semanas, uma vez que os Estados membros concordam com o princípio de rejeitarem vistos ou passaportes russos emitidos nas regiões ocupadas da Ucrânia e Geórgia.

Quando a decisão for adotada, os vistos e passaportes russos emitidos naquelas zonas, ou para residentes nelas, não vão ser aceites como válidos para entrar no Espaço Schengen.

Os eurodeputados, por seu lado, realçaram que "todas as pessoas têm direito a fugir do conflito na Ucrânia e a entrar na União Europeia por razões humanitárias", conforme comunicado do PE.

"A anexação russa da Crimeia e Sebastopol, Donetsk, Lugansk, Khersón e Zaporizhzhya, na Ucrânia, é ilegal e a União Europeia condenou a decisão da Federação Russa reconhecer a independência de regiões separatistas na Geórgia. Por isso, os Estados membros e aliados do Espaço Económico Europeu não devem aceitar documentos de viagem emitidos pela Federação Russa nestas regiões", ainda segundo o Parlamento Europeu.

Leia Também: "Ataques a centrais da Ucrânia são crimes de guerra"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório