Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 19º

Putin deve enfrentar um "tribunal internacional", disse Nobel da Paz

Apelou ainda a que a Rússia fosse excluída do Conselho de Segurança da ONU por "violações sistemáticas da carta das Nações Unidas".

Putin deve enfrentar um "tribunal internacional", disse Nobel da Paz
Notícias ao Minuto

15:23 - 07/10/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Ucrânia/Rússia

A responsável pela organização não-governamental ucraniana Center for Civil Liberties recorreu ao Facebook, esta sexta-feira, depois de a ONG ter sido distinguida com o prémio Nobel da Paz de 2022, para defender que o presidente russo, devia enfrentar um "tribunal internacional".

Oleksandra Matviychuk nomeou Vladimir Putin e o seu homólogo bielorrusso Alexander Lukashenko, bem como outros "criminosos de guerra" para que fossem julgados, de forma a dar "a hipótese a centenas de milhares de vítimas de crimes de guerra de verem justiça".

Matviychuk apelou ainda a que a Rússia fosse excluída do Conselho de Segurança da ONU por "violações sistemáticas da carta das Nações Unidas".

O Center for Civil Liberties foi criado em 2017 e tem feito um trabalho extenso a documentar os crimes de guerra russos durante a invasão à Ucrânia, que já dura há mais de sete meses.

A responsável fez ainda questão de dizer estar "encantada" pela organização ter recebido o prémio juntamente com os "amigos e parceiros da Memorial e da Viasna”.

Recorde-se que o Prémio Nobel da Paz foi hoje atribuído em Oslo, na Noruega, ao ativista dos direitos humanos bielorrusso Ales Bialiatski e às organizações não-governamentais Memorial, da Rússia, e Centro para as Liberdades Civis, da Ucrânia.

O Comité quis "homenagear três destacados campeões de direitos humanos, democracia e coexistência pacífica nos países vizinhos Bielorrússia, Rússia e Ucrânia", que "através dos seus esforços consistentes a favor de valores humanistas, antimilitaristas e princípios de direito (...) revitalizaram e honraram a visão de paz e fraternidade entre as nações de Alfred Nobel – uma visão mais necessária no mundo de hoje".

A cerimónia de entrega do Nobel da Paz realiza-se a 10 de dezembro (no dia da morte de Alfred Nobel) em Oslo, na Noruega, onde os laureados recebem o prémio, que consiste numa medalha e num diploma, juntamente com um documento que confirma o montante monetário do galardão, que este ano é de 10 milhões de coroas suecas (cerca de 919 mil euros, no câmbio atual) a dividir pelas várias categorias.

Leia Também: Nobel da Paz vai para ativista e duas ONG - uma russa e uma ucraniana

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório