Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Patriarca ortodoxo afirma que Putin está no poder por vontade divina

O patriarca ortodoxo russo felicitou o chefe de Estado da Rússia pelo seu septuagésimo aniversário afirmando que foi Deus que colocou Vladimir Putin no poder.

Patriarca ortodoxo afirma que Putin está no poder por vontade divina
Notícias ao Minuto

11:11 - 07/10/22 por Lusa

Mundo Ucrânia

"Deus colocou-o a si no poder", disse o patriarca ortodoxo Cirilo numa mensagem dirigida a Vladimir Putin, elogiando o papel do chefe de Estado na "transformação da imagem" do país.

Cirilo destacou ainda a figura de Putin "pelo reforço da soberania e das capacidades defensivas e da defesa dos interesses nacionais".

"Deus colocou-o a si no poder para que pudesse levar a cabo uma missão com uma importância particular e de uma grande responsabilidade para o destino do país e do povo que vos foi confiado", acrescentou o líder religioso. 

O patriarca da Igreja Ortodoxa russa desejou ainda que Vladimir Putin, no poder há 22 anos, tenha "capacidades físicas e morais para mais anos" apelando aos fiéis para rezarem hoje pelo chefe de Estado em todo o país.   

Putin "conquistou a reputação de um líder nacional, leal à pátria que o ama com sinceridade e que lhe dá forças", sublinhou Cirilo.

"Que a sua força não falhe e que a ajuda de Deus seja grande", concluiu.

O patriarca Cirilo, líder dos ortodoxos russos desde 2009, colocou a igreja ao serviço de Vladimir Putin, que chegou a classificar como "um milagre" em 2012.

Os dois homens partilham a ambição de uma Rússia conservadora e dominadora e o chefe da Igreja Ortodoxa apoiou a nova campanha militar contra a Ucrânia. 

Em particular, Cirilo e Putin concordam que se verifica "uma decadência moral e declínio no Ocidente", nomeadamente pela tolerância em relação à comunidade LGBT.

Na semana passada Putin anunciou o "advento do 'satanismo'". 

Cirilo, como é conhecido Vladimir Mikhailovitch Goundiaiev, sucedeu a Alexandre II, tem 75 anos (nasceu em Leninegrado, hoje São Petersburgo, em 1946) e, tal como Putin, foi agente do KGB, a polícia política da ex-União Soviética. 

Além de Cirilo, outras personalidades felicitaram hoje o chefe de Estado, pelo dia de aniversário.

O líder tchetcheno Kadyrov postou uma mensagem na rede Telegram felicitando "o líder de todo um povo" que considerou ser uma das personalidades mais influentes e excecionais do mundo contemporâneo.

O presidente da Câmara Baixa do Parlamento, Viatcheslav Volodine, difundiu através das redes sociais um retrato do presidente com a legenda: "Se existe Putin, então a Rússia existe". 

Leia Também: Kim Jong Un elogia "liderança" de Putin em mensagem de aniversário

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório