Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
MIN 8º MÁX 14º

Mergulha todas as semanas à procura da mulher que desapareceu em 2011

Yuko Takamatsu é uma das mais de 2.500 pessoas que continuam desaparecidas desde o tsunami que atingiu o Japão, há 11 anos.

Mergulha todas as semanas à procura da mulher que desapareceu em 2011
Notícias ao Minuto

10:20 - 06/10/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Tsunami

A 11 de março de 2011, cerca de 20 mil pessoas perderam a vida num tsunami que devastou Tohoku, no Japão. Outras milhares ficaram feridas e mais de 2.500 continuam desaparecidas.

É o caso de Yuko Takamatsu, uma mulher, de 47 anos, vista pela última vez em Onagawa, uma das zonas mais atingidas pela tragédia.

11 anos passaram, mas o marido de Yuko continua a não aceitar o facto de nunca terem encontrado o corpo da esposa. Por isso, todas as semanas, mergulha na esperança de o achar.

Em entrevista à Associated Press, Yasuo, que hoje em dia tem 65 anos, contou que passou dois anos a procurar os restos mortais da mulher em terra. Em 2013, tirou curso de mergulho para começar a procurar também no mar.

"Eu mergulho na esperança de a encontrar em algum lugar", disse, acrescentando que prometeu a si próprio procurar a mulher enquanto estiver vivo.

Às 14h46 daquele fatídico dia, Yoku estava no banco onde trabalhava. A investigação revela que ela ainda subiu ao telhado do prédio dos escritórios, assim como outros funcionários. Nessa altura, enviou uma mensagem a Yasuo a perguntar se ele estava bem. A segunda mensagem – "Este tsunami vai ser um desastre" - já não foi entregue.

Mais tarde, os seus pertences, assim como o telemóvel foram entregues ao marido. Já os restos mortais nunca foram encontrados.

Leia Também: Alerta de tsunami levantado após forte sismo no leste de Taiwan

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório