Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Putin promete enviar fertilizantes ao líder da junta militar do Mali

O Kremlin anunciou hoje que o Presidente Vladimir Putin ofereceu ao líder da junta militar no poder no Mali, Assimi Goïta, a distribuição de fertilizantes russos bloqueados devido às sanções ocidentais desde a invasão da Ucrânia.

Putin promete enviar fertilizantes ao líder da junta militar do Mali
Notícias ao Minuto

15:13 - 04/10/22 por Lusa

Mundo Mali

Em comunicado, a Presidência russa disse ter sido "destacada a importância de concretizar a iniciativa da Rússia em relação à entrega gratuita, aos países que precisam, de cerca de 300.000 toneladas de fertilizantes [russos] bloqueados nos portos europeus devido a sanções ilegais".

Em setembro, Putin disse que os fertilizantes continuam bloqueados nos portos da União Europeia (UE) apesar do acordo alcançado entre Moscovo e Kiev para permitir a exportação de cereais ucranianos dos portos do mar Negro e suspender as sanções ocidentais, que dificultam a produção agrícola russa.

Vladimir Putin acusou então a UE de querer monopolizar esses fertilizantes e prometeu que, se Moscovo os conseguisse recuperar, eles seriam entregues gratuitamente aos países em desenvolvimento.

De acordo com o Kremlin, os líderes russo e maliano também partilharam, na conversa telefónica que mantiveram hoje, o desejo de "fortalecer a cooperação bilateral no setor da segurança para erradicar grupos terroristas de todo o território do Mali".

O coronel Assimi Goïta e um grupo de oficiais superiores tomaram o poder pela força em agosto de 2020 e decidiram então afastar-se da França, país com quem o Mali vinha trabalhando no combate ao fundamentalismo islâmico desde 2013, optando por relançar a cooperação com a Rússia.

Desde então, o Mali recebeu armamento da Rússia e um grande número de efetivos, que a junta militar diz serem instrutores russos.

Os países ocidentais alegam que esses instrutores trabalham para a empresa de segurança privada russa Wagner, cujas ações são condenadas, o que tem disso reiteradamente negado pelos militares malianos.

A última conversa telefónica oficial entre Vladimir Putin e Assimi Goïta remonta a meados de agosto, após a entrega de novos equipamentos militares russos.

Na conversa de hoje, Vladimir Putin também convidou Assimi Goïta para participar na próxima cimeira Rússia-África, que deverá realizar-se no próximo verão em São Petersburgo.

Leia Também: UE garante apoio à Somália na luta contra fundamentalistas do Al-Shebab

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório