Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Kyiv na NATO? "Zelensky só implora por III Guerra Mundial", diz Medvedev

O antigo presidente russo deixou três 'recados' ao presidente da Ucrânia, ao secretário-geral da NATO e ao presidente dos Estados Unidos.

Kyiv na NATO? "Zelensky só implora por III Guerra Mundial", diz Medvedev
Notícias ao Minuto

20:24 - 30/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Ucrânia/Rússia

O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia respondeu a algumas das declarações feitas por responsáveis envolvidos na guerra na Ucrânia, no rescaldo do anúncio da anexação - ilegal - de quatro território ucranianos - Zaporíjia, Kherson, Donetsk e Lugansk.

Em relação à apresentação da Ucrânia para aderir à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), feita hoje, Dmitry Medvedev foi firme: "Zelensky quer-se juntar à NATO de forma rápida. Boa ideia", ironizou, acrescentando: "Só está a implorar à NATO que acelere o início da III Guerra Mundial".

Tal como muitos outros países, os Estados Unidos (EUA) já reiteraram que a anexação destes territórios é "ilegal" e que não será reconhecida. "Até é estranho que ele se lembre de nós. Mas é uma pena. Podiam ter encontrado um bom local para abrir uma embaixada americana nos novos territórios da Federação Russa", ironizou, mais uma vez.

Já ao final desta tarde, o presidente dos EUA reiterou também que haveria mais sanções e que "todos os centímetros" de todo o território da NATO, repetindo: "Senhor Putin, não se engane. Estou a falar a sério".

Por fim, Medvedev comentou as declarações do secretário-geral da NATO, que disse que a Rússia era o único "responsável por terminar esta guerra", durante uma conferência de imprensa - reiterando também o apoio incondicional à Ucrânia. “Se a Rússia parar de lutar, teremos paz. Se a Ucrânia parar de lutar, deixará de existir enquanto nação independente e soberana. A NATO reafirma o seu inabalável apoio à independência, soberania e integridade territorial da Ucrânia", disse Jens Stoltenberg.

"Se a Ucrânia parar de lutar, vai desaparecer como Estado. Que homem cínico - já que se não pararem de lutar, uma parte significante dos ucranianos vai desaparecer", respondeu Medvedev

Leia Também: Ucrânia. NATO promete apoio após anexação ilegal "do tamanho de Portugal"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório