Meteorologia

  • 31 JANEIRO 2023
Tempo
12º
MIN 4º MÁX 14º

Suécia volta a autorizar exportações de armas para a Turquia

A Suécia voltou a autorizar a exportação de armas e material de guerra para a Turquia após o seu pedido de adesão à NATO, anunciou hoje a autoridade sueca responsável pelas exportações militares.

Suécia volta a autorizar exportações de armas para a Turquia

O levantamento dessas restrições foi uma das condições estabelecidas por Ancara para a entrada do país nórdico na aliança militar ocidental.

A candidatura da Suécia à NATO, anunciada em maio em conjunto com a vizinha Finlândia, "reforça significativamente os fundamentos da política de defesa e segurança para autorizar a exportação de equipamento militar para outros Estados membros, incluindo a Turquia", indicou a Inspeção de Produtos Estratégicos (ISP) num comunicado de imprensa.

A Suécia bloqueou as exportações para a Turquia em 2019, após uma ofensiva turca no norte da Síria, e nenhuma exportação ocorreu desde então.

O ISP especificou que durante o terceiro trimestre autorizou as exportações de natureza militar para a Turquia relativas a equipamentos eletrónicos, 'software' e suporte técnico.

Até ao momento, 28 Estados membros da NATO - de 30 - ratificaram a adesão da Suécia e da Finlândia. Apenas os parlamentos da Hungria e da Turquia não deram o seu consentimento final.

A Suécia, a Finlândia e a Turquia assinaram um memorando de entendimento em junho sobre o apoio de Ancara à adesão.

Entretanto, o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, voltou a ameaçar imediatamente um bloqueio se Ancara considerasse que as suas condições não haviam sido cumpridas, em particular sobre a extradição de ativistas para a Turquia.

O texto assinado em junho confirmou que Estocolmo e Helsínquia consideram o Partido dos Trabalhadores Curdos (PKK) uma organização terrorista.

As duas capitais também se comprometeram a não apoiar vários grupos banidos por Ancara, incluindo o movimento armado curdo Unidades de Proteção Popular (YPG) na Síria.

Leia Também: Ucrânia. Bruxelas aperta regras para emissão de vistos Schengen a russos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório