Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 16º

Atirador mata sino-paquistanês e fere outros dois no Paquistão

Um homem armado, que se fez passar por um doente, matou hoje a tiro um outro que trabalhava numa clínica odontológica na cidade portuária de Carachi, no sul do Paquistão, antes de se colocar em fuga, disse a polícia.

Atirador mata sino-paquistanês e fere outros dois no Paquistão

De acordo com um agente policial, o casal que administra a clínica foi ferido no ataque, que ocorreu no bairro de Sadar.

A polícia identificou a vítima como Ronald Raymond Chou e o casal como Richard Hu e Margaret Hu.

O casal apresentava-se estável após ter sido encaminhado para o hospital, observou.

O vice-inspetor-geral da polícia de Carachi, Sharjeel Memon Kharal, disse que foi um assassínio direcionado.

"De acordo com a investigação inicial, esta clínica [odontológica] foi destacada e viciada", realçou Sharjeel Memon Kharal, referindo que o atirador estava sozinho.

Até ao momento, ninguém reivindicou o ataque, apesar de os separatistas do Exército de Libertação do Baluchistão terem reivindicado algumas ofensivas anteriores contra o povo chinês na cidade e noutro lugares do Paquistão.

Milhares de chineses vivem e trabalham no Paquistão, a maioria envolvida do projeto multibilionário de infraestrutura de Pequim que liga o sul e o centro da Ásia com a capital chinesa.

Uma estrada importante que une o porto de Gwadar, no sul do Paquistão, na província do Baluchistão, no sudoeste da China, com a província de Xinjiang, no noroeste da China, faz parte do que é conhecido como Corredor Económico China-Paquistão.

Leia Também: Banco Mundial vai canalizar dois mil milhões de dólares para o Paquistão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório