Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 16º

Desmantelada rede de tráfico de droga na costa de Huelva. Há 10 detidos

Os membros da rede criminosa aproveitaram o verão para “passar despercebidos” e recorriam a barcos de recreação para esconder a droga.

Desmantelada rede de tráfico de droga na costa de Huelva. Há 10 detidos
Notícias ao Minuto

23:54 - 28/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

A Guardia Civil e a Agência Fiscal espanhola desmantelaram uma rede de tráfico de estupefacientes e detiveram dez pessoas na província de Huelva. Segundo um comunicado, publicado esta quarta-feira pela autoridade espanhola, os membros da rede criminosa aproveitaram o verão para “passar despercebidos” e recorriam a barcos de recreação para esconder a droga.

A ‘Operação Kazuya’ teve início no passado mês de junho, quando se descobriu que um barco poderia estar a ser utilizado para traficar haxixe da costa marroquina. O barco foi seguido e visto a regressar à costa espanhola, em direção à Isla Cristina, em Huelva. Depois, a organização tratou de tirar o barco da marina e de o carregar para um reboque para transporte rodoviário.

“Os agentes intercetaram o veículo e efetuaram uma inspeção, na qual encontraram, debaixo do convés, um fundo duplo com 720 quilogramas de haxixe”, explicou a Guardia Civil. O condutor foi detido e o barco, o veículo e as drogas apreendidos. 

A investigação prosseguiu, “tendo em conta a possibilidade de a organização estar a utilizar mais barcos de recreio para aproveitar a época de verão para passar despercebida”.

Foi realizada uma operação, em terra e mar, que levou à apreensão de dois barcos no rio Carreras e mais 1.959 quilogramas de haxixe “escondidos em sofisticados fundos duplos”. Após esta apreensão, o grupo passou a operar no rio Piedras, entre as cidades de Huelva, Cartaya e Lepe, onde as autoridades espanholas apreenderam três barcos, 1.980 quilogramas de haxixe e detiveram dois membros da tripulação.

“Os investigadores identificaram todos os membros da organização e efetuaram várias buscas nas cidades de Ayamonte, Isla Cristina, Lepe e Villablanca, autorizadas pelo Tribunal de Primeira Instância e Investigação Preliminar nº 4 de Ayamonte (Huelva)”, acrescenta a nota.

As buscas culminaram com a detenção de mais sete pessoas pelos alegados crimes de branqueamento de capitais, associação a organização criminosa e crimes contra a saúde pública. Foram ainda apreendidos nove veículos topo de gama, duas grandes carrinhas, seis bicicletas, um buggy, cinco barcos, um jet ski, mais de 6.000 euros em numerário, um drone, três bicicletas eléctricas e vários equipamentos informáticos.

Leia Também: Ana Cameno, a 'rainha da coca' espanhola, condenada a 16 anos de prisão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório