Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
37º
MIN 23º MÁX 37º

Morreu aos 71 anos o membro mais antigo de tribo de chimpanzés na Guiné

A sua morte reduz o número de chimpanzés Bossou a apenas seis ou sete.

Morreu aos 71 anos o membro mais antigo de tribo de chimpanzés na Guiné
Notícias ao Minuto

18:41 - 28/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Vida animal

Fana, o membro mais antigo de uma tribo de chimpanzés, famosa pelo seu notável uso de ferramentas, morreu aos 71 anos, na aldeia de Bossou, no sudeste da Guiné.

A tribo a que Fana pertencia é conhecida por utilizar martelos de pedra para as suas atividades diárias, como rachar nozes, passando os conhecimentos de geração em geração. 

A fêmea chimpanzé, nascida em 1951, tinha já mostrado sinais de esgotamento ao longo dos últimos meses realizados, relata o UK News citando um especialista da vida selvagem e meio ambiente.

Como a sua mobilidade foi ficando cada vez mais reduzida, Fana viva sozinha, longe da comunidade de macacos. O seu corpo foi encontrado a 19 de setembro e enterrado no dia seguinte na presença de aldeões locais.

Esta comunidade de macacos, que vive na natureza, distingue-se pelo ato mais sofisticado alguma vez observado do parente geneticamente mais próximo da humanidade, caraterística que fez com que os animais se aproximassem da população da aldeia, partilhando assim o território e os recursos com os habitantes locais, que os protegem, acreditando que são antepassados reencarnados.

A morte de Fana reduz o número de chimpanzés Bossou a apenas seis ou sete, metade dos quais são fêmeas e duas já não conseguem reproduzir-se.

Leia Também: Guiné ratifica acordo para Zona de Comércio Livre Continental Africana

Recomendados para si

;
Campo obrigatório